conecte-se conosco

Curitiba

Feas contrata 47 médicos e convoca mais 41 para a Saúde de Curitiba

Publicado

A Fundação Estatal de Atenção à Saúde (Feas) contratou 47 médicos e convocou outros 41, que devem se apresentar até esta quinta-feira (16/1). Eles vão trabalhar na Maternidade Bairro Novo, Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde.

Os médicos foram aprovados por Processo Seletivo Público (PSP) realizado em 2019. Do total de profissionais convocados desde 26 de dezembro, 43 são médicos generalistas (quatro foram para unidades de saúde); um é pediatra; dois são anestesiologistas; e um é pneumologista.

 

“A Feas tem um papel importante no sistema de saúde em Curitiba no gerenciamento de serviços de saúde e desde maio de 2019 passou a atuar na atenção primária. Essa ampliação do escopo da Feas traz a agilidade de que a saúde precisa para dar respostas adequadas às necessidades da população”, disse a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Segundo o diretor geral da fundação, Sezifredo Paz, a maioria das contratações é para a recomposição dos quadros da rede municipal da saúde. “Os profissionais contratados pela Feas irão dar apoio às ações de saúde de Curitiba”, reforçou.

Leia mais:  Arrependido, homem volta a loja para pagar caixa de chocolates que tinha furtado

Impacto

“A notícia foi bem recebida pelos usuários. O conselheiro municipal de saúde Luiz Carlos Pinheiro acompanhou o processo de contratação dos médicos. “Essa recomposição [dos profissionais] é muito positiva”, afirmou.

Pinheiro conheceu a médica Bárbara Moreira Storck, especialista em Medicina da Família e Comunidade, que irá trabalhar na Unidade de Saúde São Paulo, no Uberaba.

“A gente, que faz Medicina da Família, quer trabalhar no SUS e minha expectativa é realizar esse sonho, devolvendo para a comunidade aquilo que ela me proporcionou, já que me formei com recursos públicos”, contou Bárbara, que se graduou na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Balanço

Em 2019, a Feas contribuiu com 639 médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para as UPAs, Complexo Regulador e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Além disso, 42 médicos da fundação atuaram nas Unidades de Saúde, realizando mais de 85 mil atendimentos entre os meses de maio e novembro.

Comentários Facebook

Curitiba

Defensoria Pública do Paraná emite recomendação aos postos de combustíveis sobre reajuste abusivo

Publicado

O Núcleo de Defesa do Consumidor (NUDECON) da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) emitiu, nesta segunda-feira (14), uma Recomendação à entidade que representa os donos de postos de combustíveis do Paraná, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Derivados de Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis e Lojas de Conveniência do Estado do Paraná (Paranapetro).

O objetivo, segundo o Coordenador do Núcleo, Defensor Público Erick Lé Palazzi Ferreira, é coibir o abuso quando a Petrobrás anunciar reajustes. “O que se viu em vários casos na última quinta-feira foi uma prática abusiva, uma elevação injustificada dos preços”, explica o Defensor.

De acordo com ele, a Recomendação pretende barrar a prática de repassar o reajuste com produto comprado por preço velho. “Antes de ter sido repassado o aumento, os postos já estavam aplicando. O que fizeram foi pegar um produto mais barato e colocar o preço exorbitante”.

Segundo a Recomendação, os varejistas de combustíveis devem se abster de aumentar os preços antes da existência real de reajuste das distribuidoras. “Caso haja reclamações e comprovação sobre aumento excessivo de combustíveis pelos postos, o Nudecon adotará as medidas judiciais cabíveis, individuais ou coletivas, para areparação de eventuais danos”, afirma a Recomendação.

Leia mais:  Curitibana, de 94 anos, é símbolo da luta contra a covid-19

Na semana passada, a Petrobrás anunciou reajuste dos combustíveis. De acordo com a empresa, o aumento seria de 18,77% para a gasolina, 24,9% para o diesel e 16% para o gás de cozinha.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana