conecte-se conosco

Curitiba

Vítimas de explosão em apartamento de Curitiba passam por cirurgia

Publicado

G1 PR

Três vítimas da explosão de um apartamento em Curitiba passam por cirurgia na manhã desta segunda-feira (1º), segundo informações do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie.

De acordo com o hospital, esta é a primeira cirurgia pela qual Raquel Lamb e Gabriel Araújo, moradores do apartamento, e Caio Santos, técnico que realizava um serviço de impermeabilização de sofá no local, passam após a explosão.

Mateus Lamb, de 11 anos, também estava no apartamento e foi arremessado do 6º andar do prédio pela explosão. Ele não resistiu aos ferimentos e foi sepultado neste domingo (30).

O procedimento cirurgico acontece para a retirada do tecido morto causado pelas queimaduras e para que os curativos sejam trocados.

Reavaliação das queimaduras

Segundo o hospital, os médicos realizaram uma reavaliação nos ferimentos dos três e identificou que, na verdade, o técnico que realizava o serviço no apartamento teve 65% do corpo queimado na explosão. Inicialmente, os socorristas tinham avaliado que as queimaduras atingiram 35% do corpo dele.

Os médicos também identificaram que Raquel teve menos ferimentos do que inicialmente tinha sido identificado. De acordo com o hospital, ela está com 55% do corpo queimado, ao invés de 80%.

Leia mais:  Junho deste ano está quase 3ºC mais quente em Curitiba

Comentários Facebook

Curitiba

Covid-19: remessa comCovid-19: remessa com 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná

Publicado

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionadA Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionada ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.a ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.

As vacinas destinadas às crianças chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 23h10, e nos próximos dias serão distribuídas para as 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Leia mais:  Caminhão-baú tomba no Contorno Sul e motorista fica ferido, em Curitiba

“Estamos só no começo ainda na vacinação deste novo público. Receberemos e vamos distribuir muitos lotes como este, para que, desta forma, consigamos atingir as mais de 1 milhão de crianças do Estado. Estou confiante de que, assim como foi com os adolescentes, teremos bastante comparecimento aos postos de vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A imunização das crianças depende de consentimento dos pais ou responsáveis. Caso eles não estejam presentes no momento da vacinação, é necessário entregar uma autorização por escrito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana