conecte-se conosco

Política

Ratinho Jr recebe deputados mas mantém suspense sobre reajuste de servidores

Publicado

Bem Paraná

Terminou sem avanços o encontro do governador Ratinho Júnior (PSD) no Palácio Iguaçu com deputados da frente parlamentar de apoio aos servidores públicos para discutir o reajuste salarial do funcionalismo. Ratinho Jr ouviu os argumentos dos parlamentares, que defendem o pagamento da data-base, com reposição da inflação dos últimos doze meses, de 4,94%, como reivindica a categoria. Mas não deu uma resposta sobre se o governo vai ou não conceder o reajuste.

Segundo relato do deputado Evandro Araújo (PSC), que participou do encontro, o governador disse que o Executivo ainda está finalizando estudos sobre a situação financeira do Estado. “Ele disse que amanhã deve ter uma reunião final e nos dará uma resposta assim que for possível”, afirmou.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Hussein Bakri (PSD), que intermediou a reunião, repetiu a informação já dada ontem, de que o governo dará uma resposta ao funcionalismo até o dia 25. A data marca justamente o dia em que os sindicatos dos servidores prometem cruzar os braços e entrar em greve, caso não haja uma resposta do governo.

Leia mais:  GOVERNO INVESTE R$ 1 MILHÃO NO RECAPE DO AEROPORTO DE SIQUEIRA CAMPOS

“Amigo do rei” – A discussão sobre a reunião motivou uma troca de farpas entre parlamentares, no início da sessão de hoje da Assembleia. O deputado Soldado Fruet (PROS) afirmou que chegou a ser convidado para o encontro com Ratinho Jr, mas depois foi desconvidado. “Não sou amigo do rei”, ironizou.

O deputado Do Carmo (PSL), que participou da reunião com o governador, não gostou da expressão usada pelo colega. “Eu estava na reunião e não sou amigo do rei”, reclamou.

Comentários Facebook

Política

Eleitores têm até 6 de maio para procurar cartório e regularizar situação eleitoral

Publicado

Para votar nas Eleições Municipais de 2020, os eleitores devem estar atentos ao prazo de 6 de maio, que é o último dia para regularizar a situação na Justiça Eleitoral. A partir do dia 7 de maio até o final da eleição, o Cadastro Eleitoral ficará fechado – período em que nenhuma alteração poderá ser efetuada no registro do eleitor –, sendo permitida somente a emissão da segunda via do título. Esse prazo é importante para que a Justiça Eleitoral tenha um retrato fiel do eleitorado que participará do pleito.
Diversos serviços podem ser solicitados diretamente nos cartórios eleitorais, sem a necessidade de intermediação de terceiros. São eles: emissão do título de eleitor, transferência de domicílio eleitoral, revisão dos dados e cadastramento biométrico, entre outros. Todos esses serviços são gratuitos.

Dia 6 de maio também é a data-limite para o cidadão procurar o cartório para pedir a mudança de domicílio eleitoral e regularizar sua situação, estando apto a exercer o direito de voto.

É possível verificar a regularidade do título acessando o Portal do TSE. Basta clicar em Serviços ao Eleitor e, depois, em Situação Eleitoral. As informações necessárias são nome completo e data de nascimento.

Leia mais:  Votação de reajuste esquenta pauta pré-recesso da Assembleia

Fonte: Blog Politica em Debate

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana