conecte-se conosco

Política

Greca propõe tarifa de ônibus diferenciada por horário em Curitiba

Publicado

Bem Paraná

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), encaminhou à Câmara Municipal um projeto que prevê a adoção de tarifas diferenciadas por horário nos ônibus de Curitiba. Na justificativa da proposta, Greca alega necessidade de incentivar o uso do transporte coletivo, aumentando o número de passageiros.

O projeto “autoriza o Poder Executivo a fixar tarifa do usuário diferenciada no Sistema de Transporte Coletivo”. E prevê que a lei será regulamentada por decreto do prefeito, “que disciplinará os critérios para a obtenção dos diferentes tarifários aplicáveis ao usuário, que poderão considerar as características especiais da linha, o horário ou local de embarque e desembarque, o pagamento pelo serviço mediante o uso de cartão transporte, a quantidade de utilização do serviço de transporte coletivo pelo usuário dentro de uma determinada periodicidade temporal, dentre outros critérios”.

Segundo Greca, “o transporte público de passageiros por ônibus vem sofrendo com a atual situação econômica do país, a qual precisara de algum tempo para se recompor”. Para isso, argumenta que “é primordial que se estabeleça formas de como fazê-lo, e uma destas é possibilitar que a população possa optar pelo melhor horário de utilização, levando em conta o preço pago pelo serviço de transporte, ou seja, o valor da tarifa”. De acordo com o prefeito, “com isso, a tarifa diferenciada por horário possibilitará um reescalonamento nas atividades laborais, estudo ou lazer, bem como fará melhor uso da frota nos horários de entre-picos, momentos que a frota apresenta certa ociosidade”.

Leia mais:  Morre o prefeito de Missal, Hilário Jacó Willers, de infarto

Comentários Facebook

Política

Eleitores têm até 6 de maio para procurar cartório e regularizar situação eleitoral

Publicado

Para votar nas Eleições Municipais de 2020, os eleitores devem estar atentos ao prazo de 6 de maio, que é o último dia para regularizar a situação na Justiça Eleitoral. A partir do dia 7 de maio até o final da eleição, o Cadastro Eleitoral ficará fechado – período em que nenhuma alteração poderá ser efetuada no registro do eleitor –, sendo permitida somente a emissão da segunda via do título. Esse prazo é importante para que a Justiça Eleitoral tenha um retrato fiel do eleitorado que participará do pleito.
Diversos serviços podem ser solicitados diretamente nos cartórios eleitorais, sem a necessidade de intermediação de terceiros. São eles: emissão do título de eleitor, transferência de domicílio eleitoral, revisão dos dados e cadastramento biométrico, entre outros. Todos esses serviços são gratuitos.

Dia 6 de maio também é a data-limite para o cidadão procurar o cartório para pedir a mudança de domicílio eleitoral e regularizar sua situação, estando apto a exercer o direito de voto.

É possível verificar a regularidade do título acessando o Portal do TSE. Basta clicar em Serviços ao Eleitor e, depois, em Situação Eleitoral. As informações necessárias são nome completo e data de nascimento.

Leia mais:  Câmara aprova prioridade para pagamento com cartão-transporte nos ônibus de Curitiba

Fonte: Blog Politica em Debate

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana