conecte-se conosco

Cidades

Pescadores de Matinhos precisam de ajuda 2 tratores para puxar do mar 5 toneladas de peixes

Publicado

G1 PR

Pescadores de Matinhos, no litoral do Paraná, precisaram da ajuda de dois tratores para puxar do mar uma pescaria de aproximadamente cinco toneladas na noite desta sexta-feira (14).

De acordo com os pescadores, foram quatro toneladas de pescada-branca – um peixe considerado nobre e raro de ser encontrado nesta época do ano – e uma tonelada de cavala.

“Quando a gente consegue pescar 100 kg de pescada, já é uma boa pescaria. Quatro toneladas, então, é muito raro”, afirmou o pescador João Manoel Ramos.

De acordo com ele, geralmente é necessária a ajuda de um trator para tirar as canoas de dentro do mar, mas como a pescaria foi muito acima do normal, foi preciso que duas máquinas fossem acionadas para ajudar puxar as embarcações para a areia.

Pescaria

De acordo com Ramos, os pescadores saíram para o mar às 5h da manhã de sexta-feira, e encontraram os peixes por volta das 12h.

“Nós vimos o cardume da cavala e soltamos as redes. Só depois vimos que a pescada estava no fundo [do mar]”, afirmou o pescador.

Leia mais:  Fecomércio destaca importância de doar roupas em bom estado na Campanha do Agasalho

Ao todo, três canoas participaram da pescaria.

Pescadores pegaram cinco toneladas de peixe em Matinhos, na sexta-feira (14) — Foto: Arquivo pessoal/Almir AlvesForam necessários dois tratores para puxar as embarcações do mar — Foto: Arquivo pessoal/Almir Alves

Comentários Facebook

Cidades

Prefeito evangélico é alvo de macumba em Mato Grosso

Publicado

O prefeito Jeferson Ferreira Gomes (DEM), de Comodoro, extremo oeste de MT, que é evangélico, foi surpreendido por um “despacho espiritural” no cemitério da cidade. A informação é do site Olhar Direto.

Segundo a publicação, o despacho foi descoberto na primeira quinzena neste mês.

No local havia um papel com nome do prefeito em cruz, garrafa de cachaça e um sapo morto. Tudo junto e misturado. O “trabalho” foi descoberto por uma moradora que visitava o túmulo de parente.

O despacho estava na porta, com terra de cemitério sobre o nome.

Não se sabe por quais motivos, alguém deseja a morte do prefeito, que não comentou o assunto.

Mistério!

Comentários Facebook
Leia mais:  Fecomércio destaca importância de doar roupas em bom estado na Campanha do Agasalho
Continue lendo

Mais Lidas da Semana