conecte-se conosco

Norte do Estado

Mais um trecho da Francisco Gabriel Arruda entra em obras

Publicado

Atenção no trânsito a partir de quarta-feira: revitalização da avenida implicará em muitas melhorias, porém transtornos momentâneos são inevitáveis

A revitalização da avenida Francisco Gabriel Arruda é uma das obras viárias mais importantes em execução pela prefeitura. Contempla tanto a infraestrutura, com reconstrução de galerias e asfalto completamente novo; a mobilidade urbana, por conta da nova ciclovia que será construída, além de toda nova iluminação em LED. A obra está sendo construída em etapas e, na quarta-feira agora, será dado início a mais um trecho. Os trabalhos de sinalização já começam amanhã, terça-feira.

“A obra ganhará novo impulso, após a Prefeitura atuar junto à empresa contratada, pedindo mais agilidade para alavancar as ações. O objetivo é tentar entregar a obra até o final de junho deste ano”, enfatizou o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada.

Nessa fase, a avenida terá sua interdição estendida e um dos lados da pista ficará totalmente fechado para veículos, no sentido norte a centro, desde a rua Jubilino Barbosa Cabral até a rotatória da Avenida das Nações. Antes, a interdição ocorria a partir da Avenida Mário José Romagnoli até a mesma rotatória.

Já no sentido centro a norte, a pista continuará com o trânsito adaptado para funcionar em fluxo de duas mãos, seguindo apenas a ampliação do perímetro atualmente interditado. A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) irá promover a sinalização, vertical e horizontal, além de acompanhar o trânsito no local, que começará a receber os primeiros trabalhos de escavações e aterro.

Leia mais:  Festival Internacional de Música de Londrina abre inscrições para cursos e oficinas

A nova interdição possibilitará a sequência da obra na Francisco Gabriel Arruda, cujas melhorias estão em desenvolvimento desde setembro de 2019. A Prefeitura de Londrina está investindo um total de R$5.103.270,27 para promover a recuperação completa da avenida, que receberá melhorias em toda sua extensão, totalizando cerca de 1,3 quilômetros, da Avenida das Nações até a Avenida Saul Elkind.

Além de troca do sistema de drenagem e de todo o asfalto, a avenida receberá uma ciclovia e terá nova iluminação com lâmpadas LED. Na faixa de embarque e desembarque de ônibus, a avenida ganhará reforço especial no asfalto, com pista de concreto armado para suportar o impacto dos novos veículos do SuperBus, que são de maior porte em relação aos convencionais, sendo parte da frota composta por automóveis articulados. Todos os pontos de ônibus estão sendo trocados já para a realidade do modelo BHLS de transporte.

Marcelo Canhada afirmou que as obras irão melhorar a dinâmica de trânsito para proporcionar mais qualidade estrutural à avenida, garantindo segurança, rapidez e conforto aos usuários. “Tudo isso faz parte do novo modelo de transporte urbano do BHLS, que ajudará a transformar a mobilidade urbana, dando mais eficiência operacional e melhores condições ao trânsito na cidade. Isso engloba a revitalização da malha asfáltica de Londrina, que já ocorre em todas as regiões, e obras diversas, incluindo pontos como a Avenida Leste Oeste, a Rio Branco e a Winston Churchill, entre vários outros locais”, disse.

Leia mais:  Casa pega fogo após ser invadida e furtada em Maringá

Canhada ainda frisou que, no decorrer das obras, alguns transtornos acabam sendo inevitáveis com relação ao trânsito no local. “Pedimos paciência aos moradores e comércios localizados na área próxima à avenida Francisco Gabriel Arruda, pois neste local não há outra forma de proceder a obra e as interdições são realmente necessárias. No entanto, o resultado após as melhorias causará impacto muito positivo àquela região e todos serão beneficiados. A obra faz parte do planejamento do prefeito Marcelo Belinati para melhorar os acessos à região norte”, disse.

Comentários Facebook

Norte do Estado

Duplicação de Londrina a Mauá da Serra terá investimento de R$ 148 milhões

Publicado

Duplicação de Londrina a Mauá da Serra terá investimento de R$ 148 milhões

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) divulgou nesta segunda-feira (22) o resultado final da licitação para duplicar a PR-445 entre Mauá da Serra e o distrito de Lerroville, de Londrina, na região Norte. O consórcio DT PR 445, composto pelas empresas Dp Barros Pavimentação e Construção Ltda. e Tríade Pavimentações S.A., foi declarado vencedor por ter feito a proposta de preço mais vantajosa à administração pública, de R$ 148.032.561,17, e por ter toda a sua documentação habilitada. As demais participantes têm cinco dias úteis, até as 18h do dia 26 de novembro, para protocolarem recursos quanto ao resultado da licitação, seguido por outros cinco dias para contrarrazões, caso algum recurso seja interposto. Na sequência será publicada a homologação do resultado e adjudicação da realização da obra à vencedora, seguidas por trâmites internos para assinatura do contrato. Estão previstas a duplicação de 27,07 quilômetros da PR-445, implantação de um viaduto no acesso ao município de Tamarana, vias marginais entre Tamarana e Lerroville, uma rótula no acesso para Lerroville, pontes sobre os rios Santa Cruz e Apucaraninha, onze retornos em nível, a correção da geometria em sete curvas consideradas críticas, e restauração da pista existente. A pista nova terá duas faixas de rolamento de 3,60 m cada, em sentido único, e acostamento externo de 2,50 m, separada da pista atual por um canteiro central de 7 m a 9 m de largura e faixa de segurança de 60 centímetros de cada lado, na maior parte do trecho. No local onde não será possível o canteiro, as pistas serão separadas por barreira rígida de concreto New Jersey, com faixa de segurança interna de 1 metro de largura em cada lado. O prazo para concluir a obra é de 18 meses após assinatura do contrato e emissão da ordem de serviço. Serão beneficiados diretamente os mais de 25 mil habitantes de Mauá da Serra e Tamarana, além de todo o tráfego de veículos entre Londrina e Curitiba, ou entre Londrina e Paranaguá.

Leia mais:  Suspeito de matar homem com 127 facadas é preso em Paiçandu

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana