conecte-se conosco

Norte do Estado

Mais um trecho da Francisco Gabriel Arruda entra em obras

Publicado

Atenção no trânsito a partir de quarta-feira: revitalização da avenida implicará em muitas melhorias, porém transtornos momentâneos são inevitáveis

A revitalização da avenida Francisco Gabriel Arruda é uma das obras viárias mais importantes em execução pela prefeitura. Contempla tanto a infraestrutura, com reconstrução de galerias e asfalto completamente novo; a mobilidade urbana, por conta da nova ciclovia que será construída, além de toda nova iluminação em LED. A obra está sendo construída em etapas e, na quarta-feira agora, será dado início a mais um trecho. Os trabalhos de sinalização já começam amanhã, terça-feira.

“A obra ganhará novo impulso, após a Prefeitura atuar junto à empresa contratada, pedindo mais agilidade para alavancar as ações. O objetivo é tentar entregar a obra até o final de junho deste ano”, enfatizou o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada.

Nessa fase, a avenida terá sua interdição estendida e um dos lados da pista ficará totalmente fechado para veículos, no sentido norte a centro, desde a rua Jubilino Barbosa Cabral até a rotatória da Avenida das Nações. Antes, a interdição ocorria a partir da Avenida Mário José Romagnoli até a mesma rotatória.

Já no sentido centro a norte, a pista continuará com o trânsito adaptado para funcionar em fluxo de duas mãos, seguindo apenas a ampliação do perímetro atualmente interditado. A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) irá promover a sinalização, vertical e horizontal, além de acompanhar o trânsito no local, que começará a receber os primeiros trabalhos de escavações e aterro.

Leia mais:  Motociclista morre após bater veículo contra árvore em rodovia de Londrina

A nova interdição possibilitará a sequência da obra na Francisco Gabriel Arruda, cujas melhorias estão em desenvolvimento desde setembro de 2019. A Prefeitura de Londrina está investindo um total de R$5.103.270,27 para promover a recuperação completa da avenida, que receberá melhorias em toda sua extensão, totalizando cerca de 1,3 quilômetros, da Avenida das Nações até a Avenida Saul Elkind.

Além de troca do sistema de drenagem e de todo o asfalto, a avenida receberá uma ciclovia e terá nova iluminação com lâmpadas LED. Na faixa de embarque e desembarque de ônibus, a avenida ganhará reforço especial no asfalto, com pista de concreto armado para suportar o impacto dos novos veículos do SuperBus, que são de maior porte em relação aos convencionais, sendo parte da frota composta por automóveis articulados. Todos os pontos de ônibus estão sendo trocados já para a realidade do modelo BHLS de transporte.

Marcelo Canhada afirmou que as obras irão melhorar a dinâmica de trânsito para proporcionar mais qualidade estrutural à avenida, garantindo segurança, rapidez e conforto aos usuários. “Tudo isso faz parte do novo modelo de transporte urbano do BHLS, que ajudará a transformar a mobilidade urbana, dando mais eficiência operacional e melhores condições ao trânsito na cidade. Isso engloba a revitalização da malha asfáltica de Londrina, que já ocorre em todas as regiões, e obras diversas, incluindo pontos como a Avenida Leste Oeste, a Rio Branco e a Winston Churchill, entre vários outros locais”, disse.

Leia mais:  Com uma Kombi, grupo rouba mais de R$ 1 milhão de empresa de transporte de valores em Maringá

Canhada ainda frisou que, no decorrer das obras, alguns transtornos acabam sendo inevitáveis com relação ao trânsito no local. “Pedimos paciência aos moradores e comércios localizados na área próxima à avenida Francisco Gabriel Arruda, pois neste local não há outra forma de proceder a obra e as interdições são realmente necessárias. No entanto, o resultado após as melhorias causará impacto muito positivo àquela região e todos serão beneficiados. A obra faz parte do planejamento do prefeito Marcelo Belinati para melhorar os acessos à região norte”, disse.

Comentários Facebook

Norte do Estado

Arapongas:Motociclista perde a vida após acidente na PR-444

Publicado

Um motociclista de 47 anos morreu após um acidente na tarde deste sábado (4) na PR-444 em Arapongas. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Samu e da Viapar foram chamados por volta das 16h15, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

Conforme testemunhas, a princípio, o motociclista que seria morador de Arapongas estava no Km1 quando teria desviado de um carro, porém atingiu um tambor que estava na rodovia, uma placa de sinalização, depois

caiu na canaleta, batendo a cabeça.

O local do acidente está em obras, tem uma faixa interditada, o tráfego segue em pista simples e foi instalado algumas lombadas pra controlar a velocidade.

As causas do acidente serão apuradas. O nome da vítima ainda não foi revelado.

Comentários Facebook
Leia mais:  Com uma Kombi, grupo rouba mais de R$ 1 milhão de empresa de transporte de valores em Maringá
Continue lendo

Mais Lidas da Semana