conecte-se conosco

Norte do Estado

Guardas municipais de Londrina que pegaram parte de dinheiro apreendido em operação devem ser demitidos, aponta corregedoria

Publicado

G1 PR

Treze guardas municipais de Londrina, no norte do Paraná, devem ser demitidos. A conclusão é de um procedimento administrativo disciplinar da Corregedoria que investigou o desvio de um dinheiro que foi apreendido em novembro de 2018. Um dos guardas envolvidos no caso fez um empréstimo e devolveu o dinheiro que se apropriou à Polícia Civil.

Na época, 15 guardas municipais foram investigados porque terem relação direta com a abordagem que apreendeu R$ 860 mil. Nenhum deles foi preso, os guardas foram afastados do serviço das ruas por ordem da justiça. Todos continuaram recebendo salários.

A investigação da polícia apontou que a quantia apreendida foi maior, em torno de R$ 1,5 milhão, e que parte do dinheiro ficou com 13 guardas de forma indevida. Segundo a Polícia Civil, cinco guardas confessaram que ficaram com o dinheiro. Quatro devolveram o dinheiro e um disse que queimou a parte dele.

O guarda Vinicius Roberto Barros fez o empréstimo de R$ 21.500 e devolveu o valor na tentativa de ter pena reduzida em eventual condenação. Esse ato é chamado de arrependimento posterior, quando o investigado tenta reparar o dano após cometer um crime não violento.

Leia mais:  MP recomenda exoneração de parte dos comissionados da Câmara de Campo Mourão

Barros foi até a delegacia para entregar o valor de forma espontânea. O advogado do guarda não foi localizado para comentar o assunto.

Os guardas municipais devem ser indiciados por peculato, fraude processual e associação criminosa.

Comentários Facebook

Norte do Estado

Arapongas:Motociclista perde a vida após acidente na PR-444

Publicado

Um motociclista de 47 anos morreu após um acidente na tarde deste sábado (4) na PR-444 em Arapongas. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Samu e da Viapar foram chamados por volta das 16h15, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

Conforme testemunhas, a princípio, o motociclista que seria morador de Arapongas estava no Km1 quando teria desviado de um carro, porém atingiu um tambor que estava na rodovia, uma placa de sinalização, depois

caiu na canaleta, batendo a cabeça.

O local do acidente está em obras, tem uma faixa interditada, o tráfego segue em pista simples e foi instalado algumas lombadas pra controlar a velocidade.

As causas do acidente serão apuradas. O nome da vítima ainda não foi revelado.

Comentários Facebook
Leia mais:  MP-PR denuncia pai e avó de Eduarda Shigematsu por homicídio e ocultação de cadáver
Continue lendo

Mais Lidas da Semana