conecte-se conosco

Norte do Estado

Empresário de Apucarana é preso suspeito de mandar matar idosos no Mato Grosso

Publicado

A Polícia Civil de Apucarana informou que um empresário que morava no Mato Grosso foi preso em Apucarana nesta terça-feira (23). Ele é suspeito de participar da morte de dois idosos. O suspeito, que seria mandante do crime, foi identificado como Antônio Martinelli Júnior, empresário bastante conhecido em Apucarana. Ele é suspeito de ser o mandante do crime.

A Polícia do Mato Grosso foi quem informou os investigadores de Apucarana, repassando que o suspeito estava morando em uma casa no Jardim Paulista. Segundo a Polícia Civil, o inquérito foi feito pela delegacia de Alto Araguaia e a prisão do suspeito foi decretada pela Justiça de Mato Grosso.

Uma equipe comandada pelo delegado de Apucarana, Gustavo Dante, foi até a residência e prendeu o homem. O suspeito deu entrevista negando participação no crime. O delegado também falou sobre o caso

como o crime aconteceu!

Os corpos do fazendeiro Olavo Teobaldo Ferreira, de 71 anos, e do agrimensor Francisco José Denipote, de 62 anos, serão enterrados nesta quarta-feira (17/04), em Nuporanga (SP) e em Orlândia (SP), cidades onde viviam.

Ferreira e Denipote foram mortos no dia 16 de abril e os corpos foram encontrados dentro de um carro, na zona rural de Alto Araguaia (MT), a 417 quilômetros de Cuiabá (MT).

Leia mais:  Após acidente, PRF encontra 261kg de maconha dentro de carro batido

A Polícia Civil instaurou inquérito e apura a hipótese de que os dois tenham sido atraídos para uma emboscada feita por grileiros, pessoas que se apossam de terras mediante falsas escrituras.

Duas testemunhas foram identificadas e deverão prestar depoimento nos próximos dias. A investigação está em sigilo.

Mortes em suposta emboscada

De acordo com o delegado Fernando Fleury, responsável pela investigação do caso, momentos antes do crime, uma das testemunhas chegou a dar informações sobre o caminho a Ferreira e a Denipote.

Familiares disseram à polícia que eles estavam no local porque Ferreira havia recebido um telefonema de um corretor de imóveis.

De acordo com Salvador Miguel Galante, amigo do agrimensor, a informação era de que um grupo de investidores chineses tinha interesse em comprar a fazenda dele para o plantio de eucalipto e a instalação de uma indústria de celulose na região.

A propriedade foi reintegrada à família de Ferreira há cerca de um ano, já que havia sido tomada por grileiros.

“A testemunha viu o momento em que o veículo em que as vítimas estavam passou. Inclusive, as vítimas pararam e pediram informação para essa testemunha. Em seguida, logo atrás, veio o carro em que estavam os executores. Logo depois do barulho dos disparos, também viu o veículo dos executores retornando em sentido contrário na mesma estrada vicinal”, afirma o delegado.

Leia mais:  Presos libertam refém e encerram rebelião na cadeia de Ibaiti

Uma segunda testemunha também ouviu o barulho dos tiros e chamou a polícia.

De acordo com o delegado, ao chegarem ao local, os policiais encontraram o carro das vítimas, um Fiat Uno, parado próximo à Rodovia Juscelino Kubitschek (BR-364), na entrada da propriedade. Ferreira e Denipote foram atingidos por vários tiros e morreram no local.

A Polícia Civil confirma que Olavo é herdeiro de uma propriedade na região e esteve no Sindicato Rural na segunda-feira (15/04), acompanhado do agrimensor, para obter informações sobre o valor de arrendamento das terras para uma empresa de celulose.

Outras três pessoas vão prestar depoimento à polícia.

Comentários Facebook

Norte do Estado

Arapongas:Motociclista perde a vida após acidente na PR-444

Publicado

Um motociclista de 47 anos morreu após um acidente na tarde deste sábado (4) na PR-444 em Arapongas. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Samu e da Viapar foram chamados por volta das 16h15, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

Conforme testemunhas, a princípio, o motociclista que seria morador de Arapongas estava no Km1 quando teria desviado de um carro, porém atingiu um tambor que estava na rodovia, uma placa de sinalização, depois

caiu na canaleta, batendo a cabeça.

O local do acidente está em obras, tem uma faixa interditada, o tráfego segue em pista simples e foi instalado algumas lombadas pra controlar a velocidade.

As causas do acidente serão apuradas. O nome da vítima ainda não foi revelado.

Comentários Facebook
Leia mais:  Mãe e padrasto de bebê de 4 meses morto são presos, em Campo Mourão
Continue lendo

Mais Lidas da Semana