conecte-se conosco

Curitiba

Dois homens são presos após família ser mantida refém por duas horas dentro de loja, em Curitiba

Publicado

Dois homens foram presos após uma família e uma amiga terem sido feitos reféns dentro de uma loja de confecções em Curitiba, na noite de quarta-feira (21).

A dupla se entregou e foi presa após cerca de duas horas de negociação com a Polícia Militar. O caso aconteceu no bairro Xaxim, das 21h às 23h.

Um terceiro suspeito de participar da ação fugiu pelos fundos do estabelecimento assim que a polícia chegou ao local, segundo as vítimas.

Tentativa de assalto

De acordo com os donos do estabelecimento, que não quiseram se identificar, os três suspeitos entraram na loja quando a proprietária da loja estava em frente ao local conversando com uma amiga.

Eles aproveitaram que o filho da proprietária estava saindo da loja para abordar as vítimas e entrar no local.

Foram feitos reféns o casal dono da loja, o filho e a amiga.

Uma vizinha ouviu a abordagem e chamou a polícia, que chegou ao local e cercou a casa.

Durante as negociações, um dos suspeitos pediu a presença da mãe e de um advogado para se entregar.

Leia mais:  Ônibus bloqueiam ruas, e garagens de empresas de transporte coletivo de Curitiba são fechadas; há paralisação em outras cidades

Ninguém ficou ferido.

Os homens presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Curitiba.

Comentários Facebook

Curitiba

Covid-19: remessa comCovid-19: remessa com 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná

Publicado

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionadA Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionada ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.a ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.

As vacinas destinadas às crianças chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 23h10, e nos próximos dias serão distribuídas para as 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Leia mais:  Passageiro é esfaqueado em estação-tubo após discussão, em Curitiba

“Estamos só no começo ainda na vacinação deste novo público. Receberemos e vamos distribuir muitos lotes como este, para que, desta forma, consigamos atingir as mais de 1 milhão de crianças do Estado. Estou confiante de que, assim como foi com os adolescentes, teremos bastante comparecimento aos postos de vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A imunização das crianças depende de consentimento dos pais ou responsáveis. Caso eles não estejam presentes no momento da vacinação, é necessário entregar uma autorização por escrito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana