conecte-se conosco

Curitiba

Bar de Curitiba faz campanha para arrecadar agasalho e oferece chopp e shake de graça

Publicado

G1 PR

Com a proximidade do inverno, estabelecimentos de Curitiba se organizam para arrecadar agasalhos em bom estado para doação. Neste ano, além da tradicional Campanha do Agasalho, bares e empresas também lançaram iniciativas.

Um bar da capital oferece, até o fim de junho, um chopp ou um shake para as pessoas que forem até o estabelecimento doar agasalhos em bom estado. Além da doação, o bar pede que o cliente consuma um burger.

O estabelecimento é um ponto de coleta da Campanha do Agasalho 2019 e tem o objetivo de dar uma força extra para quem quer doar alguma peça que está parada no armário.

O dono do bar Wagner Rover, de 39 anos, contou que este é o primeiro ano em que estão fazendo esse tipo de ação, mas que já tiveram um retorno acima da expectativa.

“É legal ver que as pessoas estão dispostas a ajudar. Acredito que é o inverno é um momento perfeito para lembrar a todos que podemos ajudar o próximo. Queremos fazer essa ponte entre ajudar e também ter a chance de consumir algo bacana em troca. O gosto de ajudar”, comentou Rover.

As doações podem ser feitas exclusivamente no Chelsea Centro Cívico, que fica na Rua Marechal Hermes.

Espalhar o bem

Inspirados na campanha do agasalho da cidade, a empresa D. Borcath colocou uma caixa na entrada do prédio para arrecadar doações para a instituição Pequeno Cotolengo, que acolhe pessoas com deficiências múltiplas de todas as idades e de qualquer região do Paraná.

Algumas das pessoas que vivem na casa, foram abandonadas pelas famílias, sofreram maus tratos ou viviam em situação de risco.

“Iniciamos no ano passado com uma ação entre funcionários, e esse ano estendemos para arrecadação junto ao público, pois entendemos que todos nós podemos contribuir um pouco, e muitas vezes o que não tem mais uso para nós, pode ser de grande valia para o próximo”, disse a arquiteta e funcionária da empresa Silvia Fernandes Soares, de 41 anos.

Segunda ela, o que vale mesmo é fazer com que as pessoas percebam que podem ajudar o próximo, dentro de seu cotidiano.

Leia mais:  Ano Novo: veja o que abre e o que fecha em Curitiba

“Escolhemos o Pequeno Cotolengo por ser uma instituição que ajuda vários tipos de pessoas, desde crianças, idosos, enfermos, pessoas com diversas particularidades. É preciso espalhar o bem para quem mais precisa”, explicou Silvia.

Essas doações podem ser feitas na Rua Alameda Dr. Carlos de Carvalho.

Inspirados na campanha do agasalho da cidade, a empresa D. Borcath colocou uma caixa na entrada do prédio para arrecadar doações para a instituição Pequeno Cotolengo — Foto: Divulgação/D. Borcath Incorporadora

Inspirados na campanha do agasalho da cidade, a empresa D. Borcath colocou uma caixa na entrada do prédio para arrecadar doações para a instituição Pequeno Cotolengo — Foto: Divulgação/D. Borcath Incorporadora

A campanha

A Campanha do Agasalho de Curitiba 2019 foi lançada no fim de maio, para arrecadar agasalhos, calçados, cobertores e roupas de cama para atender pessoas em vulnerabilidade social e também proteger a população em situação de rua nos meses mais frios.

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, a meta deste ano é arrecadar 100 mil peças, principalmente de roupas masculinas e cobertores.

A campanha também quer incentivar as pessoas a doar peças em bom estado e limpas. Isso porque, atualmente 30% das roupas e calçados doados pela população ao Disque Solidariedade são descartadas por falta de condições de uso. As ações serão realizadas até 15 de setembro.

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, a meta deste ano é arrecadar 100 mil peças, principalmente de roupas masculinas e cobertores.

Confira os pontos de doação da Campanha do Agasalho, em Curitiba:

Ruas da Cidadania

  • Bairro Novo – Tijucas Do Sul, 1.700, Sitio Cercado
  • Boa Vista – Avenida Paraná, 3.600, Boa Vista
  • Carmo – Av. Marechal Floriano Peixoto, 8.430, Boqueirão
  • Cajuru – Avenida Prefeito Mauricio Fruet, 2.150, Cajuru
  • CIC – Manoel Valdomiro de Macedo, 2.460, CIC
  • Portão – Rua Carlos Klemtz, 1.700, Fazendinha
  • Matriz – Praça Rui Barbosa, 101, Centro
  • Pinheirinho – Av. Winston Churchill, 2033 – Capão Raso
  • Santa Felicidade – Rua Santa Bertila Boscardin, 213, Santa Felicidade
  • Tatuquara – Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n, Tatuquara

Supermercados

  • Pinheirinho – Av. Winston Churchill, 2.170
  • Campo Comprido – Rua João Dembinski, 1.410
  • São Braz – Av. Vereador Toaldo Túlio, 3.650
  • Sítio Cercado – Rua Isaac Ferreira da Cruz, 3.868
  • Bom Retiro – Rua Nilo Peçanha, 1.000
  • Uberaba – Av. Comendador Franco, 6.005
  • Água Verde – Av. Água Verde, 860
  • Cajuru – Rua Natal, 1.155
  • CIC – Rua João Bettega, 3.930
  • Central de Distribuição – Estrada do Ganchinho, 690 – Umbará
Leia mais:  500 vagas de emprego estão abertas em Curitiba e RMC. Veja como se candidatar

Comentários Facebook

Curitiba

Covid-19: remessa comCovid-19: remessa com 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná

Publicado

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionadA Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionada ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.a ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.

As vacinas destinadas às crianças chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 23h10, e nos próximos dias serão distribuídas para as 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Leia mais:  Cidade da Grande Curitiba ganha novo CMEI, com capacidade pra 180 crianças

“Estamos só no começo ainda na vacinação deste novo público. Receberemos e vamos distribuir muitos lotes como este, para que, desta forma, consigamos atingir as mais de 1 milhão de crianças do Estado. Estou confiante de que, assim como foi com os adolescentes, teremos bastante comparecimento aos postos de vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A imunização das crianças depende de consentimento dos pais ou responsáveis. Caso eles não estejam presentes no momento da vacinação, é necessário entregar uma autorização por escrito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana