conecte-se conosco

Curitiba

Passeio gratuito em família! Mananciais da Serra abrem todos os finais de semana em janeiro

Publicado

Que tal um passeio em família, em um local com fauna e flora riquíssimos e o melhor de tudo: gratuito? Assim é o Manancial da Serra, um verdadeiro museu a céu aberto que estará disponível para visitação durante todos os finais de semana de janeiro.

Localizado dentro do Parque Estadual Pico do Marumbi, em e distante apenas 40 quilômetros de Curitiba, o parque tem trilhas que podem ser feiras caminhando ou de bicicleta, além de exposições e contato direto com a natureza.

Nas trilhas do Carvalhinho e do Santuário São Francisco, o visitante conta com 500 metros de percurso cada, pela Trilha do Salto, de 1 km, rumo à Trilha da Chaminé, com 1,5 km de extensão e, por fim, a Estrada do Carvalho, com percurso de 2,5 km. As caminhadas têm duração mínima de uma hora, entre ida e volta.

Atenção!

Recomenda-se para quem for ao local a utilização de roupas e calçados confortáveis, repelente, proteção para sol ou chuva, já que os passeios ocorrem mesmo com chuva. É aconselhável levar máquina fotográfica e lanche. Na entrada há espaço para estacionamento de carros e é preciso fazer um breve cadastro, com apresentação de documento de identificação pessoal. A visitação é gratuita e aberta a toda população, mas é proibido entrada de animais domésticos, deixar lixo, nadar, pescar, caçar ou retirar animais e plantas. Crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

Leia mais:  Mulher morre após incêndio atingir casa no bairro Fazendinha, em Curitiba

Mas o que é o Manancial da Serra?

Nos mananciais ficam os primeiros reservatórios que abastecem Curitiba desde o começo do século passado. Destes locais saem mais da metade da água que é consumida em Curitiba e região metropolitana. A água que dali sai tem qualidade protegida por uma legislação de proteção de proteção da Mata Atlântica.

Comentários Facebook

Curitiba

Defensoria Pública do Paraná emite recomendação aos postos de combustíveis sobre reajuste abusivo

Publicado

O Núcleo de Defesa do Consumidor (NUDECON) da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) emitiu, nesta segunda-feira (14), uma Recomendação à entidade que representa os donos de postos de combustíveis do Paraná, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Derivados de Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis e Lojas de Conveniência do Estado do Paraná (Paranapetro).

O objetivo, segundo o Coordenador do Núcleo, Defensor Público Erick Lé Palazzi Ferreira, é coibir o abuso quando a Petrobrás anunciar reajustes. “O que se viu em vários casos na última quinta-feira foi uma prática abusiva, uma elevação injustificada dos preços”, explica o Defensor.

De acordo com ele, a Recomendação pretende barrar a prática de repassar o reajuste com produto comprado por preço velho. “Antes de ter sido repassado o aumento, os postos já estavam aplicando. O que fizeram foi pegar um produto mais barato e colocar o preço exorbitante”.

Segundo a Recomendação, os varejistas de combustíveis devem se abster de aumentar os preços antes da existência real de reajuste das distribuidoras. “Caso haja reclamações e comprovação sobre aumento excessivo de combustíveis pelos postos, o Nudecon adotará as medidas judiciais cabíveis, individuais ou coletivas, para areparação de eventuais danos”, afirma a Recomendação.

Leia mais:  Em apoio ao comércio, ACP lança lista de empresas que estão operando por delivery; confira

Na semana passada, a Petrobrás anunciou reajuste dos combustíveis. De acordo com a empresa, o aumento seria de 18,77% para a gasolina, 24,9% para o diesel e 16% para o gás de cozinha.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana