conecte-se conosco

Geral

Ação conjunta prende 5 e impede roubo de cargas na região Sul de MT

Publicado

O grupo preso é o segundo desarticulado pelas forças de segurança, no mês de julho, na mesma região

Cinco integrantes de uma associação criminosa de roubo de cargas foram presos em força-tarefa da Polícia Judiciária Civil, das Delegacias de Juscimeira, Jaciara e Pedra Preta, com a Polícia Militar de Garça Branca, a Polícia Rodoviária Federal.As prisões ocorreram na noite de quinta-feira (20), na R-364, região sul do Estado de Mato Grosso.

O grupo preso é o segundo desarticulado pelas forças de segurança, no mês de julho, na mesma região.Na noite do dia 12 de julho, três criminosos que agiam roubos de cargas em rodovias do Sul de Mato Grosso foram presos.

Na ação da semana passada foram presos: Gleysson Goncalves da Silva, 27, com os  passageiros: Aldo Alves da Silva, 3, Claudio de Jesus, 34, e Douglas Gomes da Silva, 19 e  Ricardo Pereira Morais, 35.

Ação iniciou após a Polícia receber ligação do sistema de monitoramento de empresa, informando que um de seus caminhões estava parado há vários minutos na beira da estrada.

Equipes das Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal seguiram até a região da Serra da Petrovina, município de Pedra Preta. No local, um caminhão FH Volvo, placa 0309, com reboques OYB-8750 e OYB-8920 foi localizado pela PM, com a chave na ignição, em frente a um mercado, na localidade de Vila Garça Branca, Pedra Preta.

Leia mais:  Internautas acusam Galvão Bueno de “mansplaining”, mas você sabe o que é isso?

Mais tarde, o motorista de 51 anos, também foi localizado próximo a cidade de Pedra Preta. Ele narrou aos policiais que precisou parar o caminhão devido os freios terem travado, momento em que foi surpreendido por um homem armado,  que anunciou o roubo. O motorista contou que teve o rosto coberto e foi obrigado a entrar em outro veículo. Depois foi levado para um cativeiro no meio do mato, onde continuou sofrendo ameaças.

Em razão do bloqueio do veículo pela empresa de monitoramento, dada a inconsistência de paradas em locais ermos e fora da rota, os suspeitos abandonaram o caminhão e a vítima conseguiu se libertar do cativeiro.

Frustrada a primeira tentativa de roubo, momentos depois da localização da primeira vítima, os, Policiais receberam informação da tentativa de roubo de outra carreta próxima ao município de Pedra Preta.

Em rondas e abordagens no percurso que liga Pedra Preta à Vila Garça Branca, a PRF localizou quatro homens, nas proximidades da subida da Serra da Petrovina. Os suspeitos estavam em veículo Celta, cor prata.  Eles desrespeitaram a ordem de parada do veículo e iniciaram fuga, jogando o veículo em cima de um dos policiais.

Leia mais:  17 Fatos que estão deixando as pessoas fascinadas pela Finlândia

Durante a perseguição, os policiais perceberam que objetos foram dispensados na pista. Após abordagem, os policiais retornaram pela estrada e constataram que os suspeitos portavam um aparelho conhecido por “chupa-cabra”, utilizado para bloquear o rastreamento dos caminhões.

O carro Celta conduzido pelo suspeito Gleysson Goncalves da Silva, 27, com os  passageiros: Aldo Alves da Silva, 3, Claudio de Jesus, 34, e Douglas Gomes da Silva, 19.

O quinto suspeito, Ricardo Pereira Morais, 35, foi localizado pela Polícia Civil que dava apoio a ação. Ele andava a ermo na BR-364. Seu envolvimento foi constatado pelas incessantes chamadas que tentava realizar para os comparsas presos.

O segundo caminhão FH Volvo, placa AQI-0691, reboques HSZ-8060/HSU-8060, carregado com 47.000 litros de óleo diesel, foi localizado no Posto Locomotiva, em Pedra Preta. Segundo o motorista de 48 anos, observando que os freios estavam travados e suspeitando que fosse ser vítima de roubo, conseguiu conduzir o caminhão até que este pegasse fogo, a fim de ser socorrido por outros motoristas que passavam.

Os suspeitos, vítimas e materiais apreendidos foram encaminhados ao plantão da 1ª Delegacia de Polícia em Rondonópolis, local onde os assaltantes foram autuados em flagrante por roubo majorado e associação criminosa.

 

Fonte: PNB Assessoria | PJC-MT

Comentários Facebook

Geral

PF desarticula quadrilha que roubava funcionários dos Correios na Grande Curitiba

Publicado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta a segunda fase da operação Mascarados, que tem como o objetivo de desarticular grupo suspeito de efetuar seis roubos contra funcionários dos Correios no ano de 2020, em Curitiba e Colombo, no Paraná. Os fatos criminosos ocorreram no mês de dezembro, quando um grande volume de mercadorias SEDEX são distribuídas pelos Correios, em razão das compras de natal.

Conforme foi identificado na investigação policial, os criminosos utilizaram arma de fogo para praticar o crime, abordando o carteiro e roubando o veículo de distribuição. A subtração dos objetos postais do veículo ocorria de forma rápida em um ponto ainda próximo ao local dos fatos, ocorrendo o transbordo para um veículo dos suspeitos. A divisão dos objetos roubados era realizada em uma das residências dos investigados, no município de Colombo/PR.

A prisão no dia de hoje ocorreu no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de receptação e roubo qualificado, cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

Leia mais:  MPF instaura inquérito civil para apurar repasse da saúde na gestão Pedro Taques

O mandado judicial foi expedido 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba/PR.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana