conecte-se conosco

Geral

Abre ou não abre? Shoppings de Curitiba pressionam governo para reabertura

Publicado

Em mais uma reunião para discutir a possibilidade de abertura dos shoppings centers e galerias de Curitiba, ocorrida na tarde desta segunda-feira (18), a Associação Comercial do Paraná (ACP) e demais entidades do setor dizem que os locais estão prontos para voltar ao atendimento durante a pandemia de coronavírus (covid-19).

Uma proposta pedindo autorização para abrir e contendo normas de funcionamento para evitar o contágio pela nova doença deve ser encaminhada à prefeitura de Curitiba ainda nesta semana. Além da ACP, participaram da reunião os representantes dos shoppings, do governo do estado, da prefeitura e de outras associações da sociedade civil, entre elas sindicatos de trabalhadores.

O decreto que determina o fechamento dos shoppings é estadual, mas cada município tem autonomia para optar ou não por mantê-los abertos.

Segundo a ACP, as portas dos shoppings e galerias já poderiam estar abertas a partir de terça-feira (19), seguindo as mesmas normas rígidas de reabertura do comércio de rua da capital. O documento com a proposta que será protocolado deverá conter todas as normas que deverão ser seguidas pelos lojistas, o que inclui o respeito da distância de nove metros quadrados entre as pessoas no interior das loja, uso de máscaras de todas as pessoas no interior dos shoppings e fornecimento de álcool gel. “Deveremos fazer isso entre hoje e amanhã”, informou o presidente da ACP, Camilo Turmina.

Leia mais:  Eleições 2018: DEM se divide entre apoiar Alckmin ou Ciro Gomes

A prefeitura diz que aguarda o envio do documento com a proposta ACP, mas explica que a batida do martelo vai depender de uma análise feita com base em questões técnicas, considerando o controle da doença na capital e o funcionamento adequado dos estabelecimentos. Em nota, a prefeitura também lembra que o decreto que determina o fechamento dos shoppings é estadual.

Comentários Facebook

Geral

PF desarticula quadrilha que roubava funcionários dos Correios na Grande Curitiba

Publicado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta a segunda fase da operação Mascarados, que tem como o objetivo de desarticular grupo suspeito de efetuar seis roubos contra funcionários dos Correios no ano de 2020, em Curitiba e Colombo, no Paraná. Os fatos criminosos ocorreram no mês de dezembro, quando um grande volume de mercadorias SEDEX são distribuídas pelos Correios, em razão das compras de natal.

Conforme foi identificado na investigação policial, os criminosos utilizaram arma de fogo para praticar o crime, abordando o carteiro e roubando o veículo de distribuição. A subtração dos objetos postais do veículo ocorria de forma rápida em um ponto ainda próximo ao local dos fatos, ocorrendo o transbordo para um veículo dos suspeitos. A divisão dos objetos roubados era realizada em uma das residências dos investigados, no município de Colombo/PR.

A prisão no dia de hoje ocorreu no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de receptação e roubo qualificado, cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

Leia mais:  MP-PR pede que decretos que permitem reabertura do comércio em Ponta Grossa sejam revogados

O mandado judicial foi expedido 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba/PR.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana