conecte-se conosco

Geral

Conselho de Ética abre processos contra dois deputados

Publicado

Reprodução Internet

Conselho de Ética abriu, nesta quarta-feira (4), processos contra dois deputados: Nelson Meurer (PP-PR), condenado pelo Supremo Tribunal Federal pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, num caso ligado à Operação Lava Jato; e Laerte Bessa (PR-DF), acusado de agredir e ameaçar um dirigente do PSB durante reunião de uma comissão do Congresso que discutia recursos para a segurança.

O processo contra Meurer foi aberto a partir de pedido da Rede e do Psol, que defendem a cassação do mandato do deputado. Já a punição a Laerte Bessa é pedida pelo PSB.

Nesta quarta-feira, o Conselho de Ética sorteou a lista tríplice para a escolha dos relatores dos dois processos. A decisão será do presidente do colegiado, Elmar Nascimento (DEM-BA), que prometeu anunciar os indicados até a próxima quarta-feira.

O presidente do conselho disse, ainda, que outros dois processos devem ser julgados antes do recesso parlamentar de julho.

“A gente está querendo fechar este primeiro semestre concluindo os processos que já se encontram instruídos na fase de parecer do relator: os dos deputados Celso Jacob e João Rodrigues.”

Leia mais:  Jovem bandido desafia a polícia com seus crimes

Celso Jacob (MDB-RJ) e João Rodrigues (PSD-SC) foram condenados por fraudes quando prefeitos e estão presos, mas continuam no exercício do mandato. No Conselho de Ética, eles são alvo de processos de cassação de mandato propostos pela Rede.

A Rede também pede a cassação do mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP), condenado pelo STF por lavagem de dinheiro. Nesse caso, o parecer do processo ficou para o segundo semestre. O plano de trabalho foi lido na reunião desta semana, com prazo de 40 dias úteis contados da apresentação da defesa, feita no dia 11 de junho.

Reportagem – Cláudia Lemos
Edição – Ana Chalub
Fonte: Agência Câmara Notícias

Comentários Facebook

Geral

PF desarticula quadrilha que roubava funcionários dos Correios na Grande Curitiba

Publicado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta a segunda fase da operação Mascarados, que tem como o objetivo de desarticular grupo suspeito de efetuar seis roubos contra funcionários dos Correios no ano de 2020, em Curitiba e Colombo, no Paraná. Os fatos criminosos ocorreram no mês de dezembro, quando um grande volume de mercadorias SEDEX são distribuídas pelos Correios, em razão das compras de natal.

Conforme foi identificado na investigação policial, os criminosos utilizaram arma de fogo para praticar o crime, abordando o carteiro e roubando o veículo de distribuição. A subtração dos objetos postais do veículo ocorria de forma rápida em um ponto ainda próximo ao local dos fatos, ocorrendo o transbordo para um veículo dos suspeitos. A divisão dos objetos roubados era realizada em uma das residências dos investigados, no município de Colombo/PR.

A prisão no dia de hoje ocorreu no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de receptação e roubo qualificado, cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

Leia mais:  Taques admite conversa com ex-marqueteiro de Lula

O mandado judicial foi expedido 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba/PR.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana