conecte-se conosco

Geral

Veja os 5 principais lançamentos para o segundo semestre de 2018

Publicado

Imprevisibilidade, essa é uma palavra que costuma afastar qualquer investimento, não importando o país. E como você, caro leitor, bem sabe, o Brasil é um país complicado de se trabalhar. Esse é um dos principais motivos do mercado ter esfriado em lançamentos nos últimos meses. Com a chegada das eleições, ninguém consegue apontar um candidato favorito, e já estamos em julho.

Mas algumas marcas ainda se atrevem a lançar novos modelos para manter a competitividade. Lembremos, também, que estamos em ano de Salão do Automóvel. Partindo disso, a reportagem do IG Carros lista cinco lançamentos importantes que estão para chegar às lojas no segundo semestre de 2018.

1 – Volkswagen Gol e Voyage automáticos

Volkswagen Gol 1.6 MSI AT: junto do Voyage, será um dos principais lançamentos da marca no ano
Divulgação

Volkswagen Gol 1.6 MSI AT: junto do Voyage, será um dos principais lançamentos da marca no ano

O Gol continua sendo uma peça chave para a Volkswagen. É o carro mais vendido da marca no Brasil, mesmo que seu projeto já esteja um tanto quanto cansado. Para manter a competitividade, o modelo ressurgirá no segundo semestre com novo motor e câmbio automático, assim como o sedã Voyage.

Portanto, o mesmo motor 1.6 MSI que equipa o Polo (e já chegou a aparecer no Gol Rallye há alguns anos) será instalado na dupla, com 117 cv de potência e 16,6 kgfm de torque. As novas gerações de Gol e Voyage devem aparecer no mercado em 2020. Junto da Saveiro, são os produtos mais antigos na linha Volkswagen. Para refrescar a memória, a atual geração modelos da linha Gol foram lançados no final de 2008. Desde então, veio uma reestilização em 2012 (onde receberam a nova frente com faróis escurecidos) e outro em 2016 (com painel reestilizado, seguindo o padrão que a marca apresentaria no Polo).

Leia mais:  Anvisa propõe plantio de maconha em locais fechados e com acesso controlado por biometria

2 – Novo Honda HR-V

Honda HR-V: novo design, porém, o mesmo conjunto mecânico, que inclui o bem conhecido motor 1.8 e câmbio CVT
Divulgação

Honda HR-V: novo design, porém, o mesmo conjunto mecânico, que inclui o bem conhecido motor 1.8 e câmbio CVT

Chegou a hora da Honda renovar o HR-V, e isso acontecerá já no segundo semestre, quando a marca apresentará o SUV reestilizado no Salão do Automóvel. Nada mudará de formato. Os faróis foram redesenhados com formato mais próximo do adotado no Civic atual, possivelmente com LED no lugar de lâmpadas entre as versões mais caras.

Na traseira, apenas a disposição das luzes mudará. Na Ásia, uma das principais mudanças foi a adoção de nova central multimídia, com tela sensível ao toque, de melhor resolução e compatível com Apple Car Play e Android Auto. O criticado sistema multimídia do modelo brasileiro também poderá ser atualizado, seguindo o padrão da dupla City e Fit. Para o conjunto mecânico, espere o mesmo 1.8, de 139 cv e 17,4 kgfm de torque do modelo atual.

3 – Citroën C4 Cactus

Citroën C4 Cactus: poderia ser atração da PSA durante o Salão do Automóvel de São Paulo. Poderia...
Divulgação

Citroën C4 Cactus: poderia ser atração da PSA durante o Salão do Automóvel de São Paulo. Poderia…

Apesar do grande lançamento, a Citroën optou por não participar do Salão do Automóvel de São Paulo. Feito sobre a mesma base do Peugeot 2008, o C4 Cactus mede 4,17 metros de comprimento por 1,71 m de largura e 1,48 m de altura. No porta-malas vão 358 litros de bagagem, conforme as medições da fabricante. Assim, seu volume ficará entre os menores da categoria, superando apenas rivais com o Jeep Renegade, que passou de 260 litros para os 330 litros com o uso do estepe temporário.

Leia mais:  "Não conseguirão nos calar” afirma Taques sobre decisão do TRE

A parte mecânica já se consolidou. Trata-se do conhecido 1.6 THP, que equipa os Peugeot 3008 e 5008. Tem 173 cv (etanol) e 24 kgfm, e conta com uma caixa de câmbio automático de 6 marchas, feito pela japonesa Aisin.

4 – Novo Jeep Renegade

Jeep Renegade Trailhawk fica ainda mais descolado e aventureiro em sua renovação, que fará o carro ganhar apelo
Divulgação

Jeep Renegade Trailhawk fica ainda mais descolado e aventureiro em sua renovação, que fará o carro ganhar apelo

Mais uma atração do Salão do Automóvel, dessa vez pelo lado da FCA. O Jeep Renegade também completou seu ciclo, e precisa de uma renovação para manter a competitividade. Os faróis passam a contar com um detalhe horizontal por dentro. A parte inferior do para-choque, por sua vez, recebe alterações com novo posicionamento dos faróis de neblina. A lanterna traseira ganhou textura diferenciada em 3D, mas preserva o design em “X” que consagrou o modelo atual.

Tal como o Honda HR-V, o Jeep Renegade preservará o mesmo conjunto mecânico do modelo atual. Portanto, motor 1.8 e-Torq de 138 cv e 19,3 kgfm, bem como o competente 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm de torque. Os novos motores turbo ficarão para depois no Brasil, ainda sem previsão de chegada.

5 – Renault Alaskan

Renault Alaskan: antecipada desde 2016, parece que, finalmente, a primeira picape média da marca chegará ao Brasil
divulgação/Renault

Renault Alaskan: antecipada desde 2016, parece que, finalmente, a primeira picape média da marca chegará ao Brasil

Finalizando as atrações do Salão do Automóvel, teremos a tão aguardada Renault Alaskan. Feita sob a mesma base da Nissan Frontier, bem como a Mercedes-Benz Classe X, a picape finalmente será mostrada ao público brasileiro.

Toda a frente segue a linguagem de design atual da marca, com a grade cromada integrada aos faróis. É o que mais diferencia a picape, pois a traseira é idêntica à nova geração da Nissan Frontier. Esta será a primeira investida da Renault no segmento desde o lançamento da Oroch, em 2015. A picape intermediária, entretanto, fica muito atrás da Fiat Toro em vendas.

 

Fonte: IG

Comentários Facebook

Geral

Eleições 2022: Ratinho Junior anuncia primeiras mudanças no secretariado

Publicado

Arquivo/Rodrigo Félix Leal/AEn

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou nesta quarta-feira (12) as primeiras mudanças no secretariado de olho nas Eleições de 2022. As trocas serão efetivadas na próxima segunda-feira (17).

O atual secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), deixará o cargo para retomar o mandato como deputado estadual. Ele deve se lançar candidato à reeleição, ou concorrer à Câmara dos Deputados ou Senado Federal.

O posto dele será ocupado pelo atual secretário João Carlos Ortega, que chefiava a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. A pasta agora será conduzida pelo ex-prefeito de Pato Branco Augustinho Zucchi (Podemos).

Outra mudança é na Chefia de Gabinete, que passará a ser conduzida pelo ex-presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) Darlan Scalco (PSDB). O atual chefe, Daniel Villas Bôas, assume a Superintendência de Relações Institucionais.

Sem mencionar as Eleições 2022, o governador Ratinho Junior afirmou que o objetivo das mudanças é reforçar o atendimento aos municípios e fortalecer o diálogo com o terceiro setor, o empresariado e com os outros órgãos.

Leia mais:  "Não conseguirão nos calar” afirma Taques sobre decisão do TRE

“Tenho plena confiança em cada pessoa que assume esses cargos. Fizeram excelentes trabalhos em seus postos anteriores”, disse ele, por meio da Agência Estadual de Notícias.

Outras mudanças são esperadas nas próximas semanas. O prazo limite para que os futuros candidatos às Eleições 2022 se afastem de cargos públicos é dia 1º de abril, seis meses antes do pleito.

Na lista de futuros candidatos estão os também secretários estaduais Ney Leprevost (Justiça e Família), Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Beto Preto (Saúde).

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana