conecte-se conosco

Região Oeste

Protestos deixam escolas e faculdades sem aulas em Foz do Iguaçu e Cascavel

Publicado

Por G1 PR e RPC Foz do Iguaçu e Cascavel

Os protestos nacionais marcados para esta sexta-feira (14) deixaram escolas e faculdades sem aulas em Foz do Iguaçu e em Cascavel, no oeste do Paraná.

Manifestantes protestam, entre outros, em defesa da educação e contra a reforma da Previdência, o desemprego e a liberação do uso de armas de fogo.

Na fronteira, a paralisação é organizada pela Unidade Sindical e Popular. Os manifestantes estão reunidos desde as 7h no Bosque Guarani, de onde devem seguir em passeata pelas principais ruas e avenidas do Centro da cidade ainda pela manhã.

Os ônibus do transporte coletivo circulam normalmente nesta sexta-feira.

Segundo a Prefeitura de Foz do Iguaçu, em 38 escolas e em 32 centros de educação infantil (CMEIs) as atividades foram suspensas nesta manhã.

Com a adesão dos professores à greve geral, na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e no campus da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) não haverá aulas nesta sexta.

Em Cascavel, a paralisação conta com a adesão de professores das redes estadual e municipal.

Leia mais:  Gasto com prédio alugado e sem uso foi de R$ 90 mil, diz Câmara de Vereadores

Conforme um levantamento da Secretaria Municipal de Educação das 47 escolas consultadas até as 10h, 41 dispensaram os alunos, duas mantêm o atendimento parcial e em quatro as aulas ocorrem normalmente.

Na Unioeste, as aulas também foram suspensas. Os atendimentos nas clínicas odontológica e de fisioterapia serão mantidos conforme o agendamento.

O transporte coletivo funciona sem alteração.

Comentários Facebook

Região Oeste

Prefeitura e Câmara debatem início das atividades do programa Foz Conhecendo Foz

Publicado

O Executivo e o Legislativo municipal debateram a efetivação do programa Foz Conhecendo Foz, uma ação estratégica que visa fortalecer o turismo, gerar renda e emprego para centenas de trabalhadores afetados pela pandemia da Covid-19.

A reunião foi realizada na tarde de quarta-feira, 6 de janeiro, com a presença do vice-prefeito, Delegado Francisco Sampaio e da vereadora Anice Gazzaoui, presidente da Comissão de Turismo da Câmara e idealizadora do programa.

Também participaram da reunião o Secretário de Turismo, Paulo Angeli; a diretora de gabinete, Elaine Anderli; o presidente da LIGUIA (Liga Independente dos Guias de Turismo de Foz do Iguaçu), Carlos Alberto; o presidente da COOTRAFOZ, Vitalino Capeletto; e o presidente do SINPROVET (Sindicato dos Motoristas de Vans Escolares) Eudes Maurício Guiotto.

“Definimos alguns encaminhamentos de como será a parte operacional. O Programa terá início no dia 16 de janeiro às 09h da manhã com o primeiro start. Houve o cadastramento e com essas definições o programa entrará em operação”, explicou a vereadora.

“Essa iniciativa da Câmara, acatada pelo prefeito Chico Brasileiro, vai ajudar estes profissionais que tanto sofreram com a pandemia. Nosso objetivo é auxiliar essas pessoas, gerando emprego e renda e contribuindo com a retomada do turismo”, afirmou o vice-prefeito, Francisco Sampaio.

Leia mais:  Professores e funcionários administrativos da Unioeste entram em greve

Inscrições

As inscrições para os profissionais seguem abertas e podem ser feitas na sede da Prefeitura, na Praça Getúlio Vargas, nº 280, Centro, no horário das 8h30 às 14h. Até o momento 116 profissionais do transporte escolar e 167 guias de turismo estão cadastrados.

O programa tem o objetivo de proporcionar, exclusivamente aos moradores de Foz do Iguaçu, visita aos atrativos turísticos. A ideia é contemplar quase mil profissionais do turismo e do transporte escolar que farão os passeios com a população local. A ação conta com auxílio da Secretaria Municipal de Turismo, responsável pela implantação do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana