conecte-se conosco

Esportes

Giovanni ainda tenta provar que pode ser decisivo pro Coritiba

Publicado

Por Luiz Ferraz - Tribuna Paraná

Uma das principais contratações para a temporada de 2019, o meia Giovanni ainda não conseguiu se firmar no Coritiba. O jogador chegou com cartaz, assumiu a responsabilidade e vestiu a camisa 10 coxa-branca. Recebeu, na sua chegada, a chancela de Alex, ídolo do Verdão e o último grande armador que passou pelo clube. O início da sua trajetória na equipe até foi promissor, mas faltou sequência e, especialmente na Série B do Campeonato Brasileiro, ele não tem conseguido manter uma regularidade.

Giovanni chegou depois de ser um dos principais nomes do Goiás na campanha do acesso na segunda divisão do ano passado. Foi um dos líderes em assistências do torneio e todos esses fatores fizeram a diretoria do Alviverde acreditar que o atleta poderia ser o maestro da equipe em 2019.

No início da sua trajetória, na disputa do Campeonato Paranaense, Giovanni viveu seus melhores momentos. Não dá para negar que o jogador dá um toque refinado ao meio de campo e provou isso no Estadual. Deu assistências e marcou seus únicos dois gols pelo Verdão nos duelos contra Cianorte, fora de casa, e FC Cascavel, no Couto Pereira.

Leia mais:  Athletico PR começa a preparação para a partida diante do Ceará

No meio do caminho, o meia não suportou a sequência de jogos e acabou se machucando. Demorou para engrenar novamente e voltou a ter uma sequência entre os titulares no início da Série B. Mas as atuações ainda estão abaixo do esperado. O armador não é nem de perto aquele que se destacou pelo Goiás.

Especialmente nas partidas realizadas no Couto Pereira, o jogador vem sofrendo uma pressão a mais do torcedor. O camisa 10, contratado para resolver os problemas do setor de criação, chegou a ser vaiado e bastante contestado pelos coxas-brancas. Mas, pelo menos publicamente, ele já provou que não tem se abalado com as críticas e, mesmo irregular, segue sendo o principal armador do elenco.

A falta de opções de qualidade para o setor impossibilitam o técnico Umberto Louzer de mexer nesta posição. No início da Segundona, o meia Thiago Lopes teve bons momentos no time, mas acabou se machucando e voltou a ficar à disposição recentemente, podendo brigar pela posição nesta intertemporada.

Neste começo de Série B, quando Giovanni não deu a resposta esperada, o treinador achou em Juan Alano a solução para o setor de criação. Foi ali, inclusive, que o jogador teve seus melhores momentos até agora na competição e pode ser uma peça importante para a sequência da temporada.

Leia mais:  América goleia de 5 a 0 e garante clássico na semifinal do Mineiro

Mas, independentemente dessa fase de oscilação neste começo da Série B, Giovanni seguirá como a grande esperança do meio de campo do Coritiba para conseguir conquistar o acesso. A parada para a Copa América pode ser importante para ele se reencontrar e passar a ser decisivo daqui em diante.

Comentários Facebook

Esportes

No Rio de Janeiro, Coelho treina e se mobiliza para o grande duelo contra o Flamengo

Publicado


O América realizou, na tarde desta sexta-feira, seu segundo treinamento para o próximo compromisso do Campeonato Brasileiro. Já no Rio de Janeiro (RJ), o time comandado pelo técnico Lisca trabalhou no Estádio das Laranjeiras focado na partida contra o Flamengo-RJ pela 3ª rodada da competição. O confronto está marcado para o Maracanã, às 16h deste domingo.

A primeira atividade do Coelho para a partida foi realizada ainda em Santa Catarina, na manhã de quinta. Em seguida, a delegação seguiu para Florianópolis (SC), onde passou a noite, e logo cedo embarcou para o Rio.

Diante do Flamengo-RJ, o América buscará seus primeiros pontos no Brasileirão.

Nas Laranjeiras, o trabalho começou com uma ativação com bola, seguida de exercícios físicos coordenados pelo preparador Gerson Rocha. Enquanto isso, os goleiros Matheus Cavichioli e Jori foram para o campo e treinaram forte conforme as orientações do preparador Silvio Jardim.

Novamente sob chuva, que caiu sobre a capital fluminense, os atletas americanos tiveram um treino tático comandado por Lisca. Em espaço reduzido, os jogadores trabalharam alguns aspectos visando ao confronto com o Flamengo-RJ.

  Palmeiras realiza treino técnico visando o confronto contra o Coritiba

Leia mais:  Palmeiras abre o placar e Atlético GO também marca e deixa tudo igual

Após a atividade tática, Lisca deu atenção especial às jogadas de criação e finalização, objetivando o aumento da eficácia.

O lateral-esquerdo Marlon, que sentiu o joelho esquerdo após uma dividida na partida contra o Corinthians-SP, no último domingo, teve diagnosticado um estiramento no ligamento e permanece em tratamento no Departamento Médico do CT Lanna Drumond. No duelo contra o Criciúma-SC, na quarta-feira, ele já não pôde atuar por ter jogado a Copa do Brasil pelo Sampaio Corrêa-MA.

Outra baixa na equipe americana para a próxima partida é o volante Zé Ricardo, que apresentou incômodo na coxa esquerda e retornou a Belo Horizonte nesta sexta para prosseguir o tratamento.

Por outro lado, o time americano ganha mais três opções para o confronto com o Flamengo-RJ: o lateral-esquerdo Alan Ruschel e os volantes Juninho Valoura e Sabino viajaram para o Rio de Janeiro e se juntaram à delegação na manhã desta sexta-feira.
Após o treino, a delegação americana retornou ao hotel em que está hospedada no Rio de Janeiro. Neste sábado, às 15h30, o Coelho finaliza sua preparação com mais uma atividade nas Laranjeiras.

  Bahia pode garantir permanência na Série A na próxima rodada

Leia mais:  Mengão goleia o Volta Redonda por 4 a 1 e está na final do Carioca

Confira o áudio da entrevista com o lateral João Paulo:

fonte: https://agenciaesporte.com.br/wp-admin/post-new.php

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana