conecte-se conosco

Curitiba

“Até quando vão fazer isso com a gente?”, moradores reclamam da falta de água na região de Curitiba

Publicado

A estiagem no Paraná, que tem sido uma das piores já registrada em décadas, tem feito a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) a adotar a medidas de rodízio de abastecimento de água em vários bairros da região sul Curitiba e cidades da região metropolitana. E, apesar da Sanepar informar que o desabastecimento programado dura até 24 horas, moradores de Fazenda Rio Grande, na região metropolitana e também do Tatuquara, em Curitiba, reclamam que a falta de água dura quatro dias.

A Sanepar divulgou no último domingo (26) que a estiagem iria afetar o abastecimento de 17 bairros em Fazenda Rio Grande. No mesmo informe, a companhia informou que a normalização do sistema estava prevista para o início da noite de segunda-feira (27), mas isso não aconteceu. Ainda falta água para os moradores nesta quarta-feira (29). E há quatro dias sem água em casa, muitos estão se deslocando para casa de parentes e amigos em Curitiba para fazer a higiene pessoal.

“Tem pessoas que eu conheço que foram para a casa dos pais, tem uma amiga que está tomando banho na casa dos patrões dela, tem pessoas que têm acesso a Curitiba, tem carro, estão indo para Curitiba. Estamos desesperados. Até quando eles vão fazer isso com a gente?”, desabafa a estudante Gleice Fernandes Aguiar, de 31 anos.

Diante da falta de água, quem não pode ir até Curitiba está se virando como pode. Moradores estão comprando água mineral para suprir as necessidades básicas. “Os que podem comprar estão comprando, né. Mas não são todos que têm condições de comprar”, lamenta Gleice. A estudante também é síndica do prédio onde mora e tem ouvido o desespero de moradores. Muitos estão sem tomar banho e evitando de cozinhar.

Comentários Facebook

Curitiba

VÍDEO: Ônibus com 37 pessoas perde o freio na serra entre Curitiba e Joinville

Publicado

Um ônibus de viagem que fazia o trajeto Belém (PA) – Florianópolis (SC) perdeu os freios enquanto trafegava na rodovia BR-376 na madrugada da Última quarta-feira, 6. O veículo ocupado por 37 passageiros, sendo oito crianças, atingiu 118 km/h e só parou depois de entrar na área de escape do quilômetro 671,7, em Guaratuba (PR). Ninguém se feriu.

De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária do trecho, o ônibus entrou 115 metros na área de escape por volta da 1h45. O condutor relatou às equipes que não conseguiu mais utilizar os freios dois quilômetros antes da área e, como ele já conhecia o dispositivo, direcionou o ônibus para entrada.

O motorista e os passageiros foram transportados até um posto de apoio para seguirem viagem com suporte da empresa responsável.

Segundo a concessionária, essa foi a sexta vez que um ônibus usou a área de escape, inaugurada em agosto de 2011. Neste período ela foi utilizada por 257 veículos pesados, ajudando a salvar 376 vidas.

Leia mais:  Polícia investiga casos de vítimas de golpes por celulares hackeados, em Curitiba

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana