conecte-se conosco

Curitiba

Vigilância sanitária irá fiscalizar uso de máscaras no Paraná

Publicado

A fiscalização do uso de máscaras no Paraná será de responsabilidade das vigilâncias sanitárias estadual e municipais, após sanção do governador do estado, Ratinho Júnior, nesta segunda-feira (25).
O decreto prevê a utilização obrigatório de máscaras enquanto durar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no estado.

O uso de máscara é uma atitude importante, é um cuidado consigo e com os outros. É um equipamento que comprovadamente ajuda a evitar a circulação viral. A ideia da lei é de conscientização das pessoas”, explicou Ratinho Junior.

Os agentes da vigilância sanitária terão o papel de orientar as pessoas que estejam circulando sem as máscaras em espaços públicos e com circulação de pessoas.

Mas em caso de reincidência da não utilização das máscaras a multa a ser aplicada varia de R$ 106,67 a R$ 533,35 para pessoas físicas e R$ 2.133,40 a R$ 10.667,00 para pessoas jurídicas.

Qualquer denúncia contra pessoas físicas ou jurídicas devem ser feitas para a Ouvidoria da Saúde do Estado ou para as vigilâncias sanitárias municipais.

Leia mais:  Curitiba tem 43 árvores protegidas e consideradas imunes de corte

Vale lembrar que estabelecimentos como comércios, indústrias e bancos devem obrigatoriamente fornecer máscaras para seus colaboradores, além de disponibilizar um local para higienização das mãos com água, sabonete líquido e álcool em gel.

“As máscaras fazem parte de uma nova rotina no Estado para enfrentar a pandemia. Temos enfrentado a doença com responsabilidade, planejamento e muito cuidado, orientando a população sobre métodos de prevenção. Essa consciência coletiva nos ajudará a atravessar esse momento”, pontuou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Já um dos autores do projeto na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado e Luiz Claudio Romanelli (PSB), afirmou que também é importante que a população se conscientize sobre a importância dessas medidas de prevenção ao coronavírus.

“Não podemos esquecer que junto ao uso de máscara, temos que reforçar a higiene pessoal, sempre levar as mãos com água e sabão, utilizar o álcool em gel, manter o distanciamento social prudente e o isolamento social necessário”, finalizou Romanelli.

Comentários Facebook

Curitiba

Curitiba é escolhida por revista americana como a cidade mais inspiradora em preservação de áreas verdes

Publicado

Curitiba foi escolhida, segundo a revista americana Wired, como a cidade mais inspiradora em preservação de áreas verdes. O ranking foi postado no perfil do Instagram da revista, que conta com 1,6 milhão de seguidores.

Além de Curitiba, representada na foto por uma belíssima capivara, estão no ranking as cidades de Seul (Coreia do Sul), Copenhagen (Dinamarca), Nova Iorque (Estados Unidos) e Singapura (cidade-estado situada na Ásia).
Ao citar Curitiba a Wired apresentou a capital paranaense como uma cidade planejada, com dez mini florestas, ou seja, os parques de Curitiba. Além disso destacou o reflorestamento de 136 mil árvores entre os anos de 2013 e 2016. A publicação destacou ainda que um dos parques, que é representado na postagem como o Barigui, tem capivaras como moradoras

Comentários Facebook
Leia mais:  Curitiba tem 43 árvores protegidas e consideradas imunes de corte
Continue lendo

Mais Lidas da Semana