conecte-se conosco

Política Nacional

Veja coloca Sergio Moro na capa e revela irregularidades praticadas pelo juiz

Publicado

Redação Bem Paraná

A revista Veja publicou nessa sexta-feira (dia 5) reportagem revelando novas conversas de Sergio Moro com integrantes da Operação Lava Jato. Com o título “Novos diálogos revelam que Moro orientava ilegalmente ações da Lava Jato”, o texto mostra irregularidades praticadas pelo juiz, que agora é Ministro da Justiça do Governo Bolsonaro.

Clique aqui para ver a reportagem da Veja.

A nova edição impressa da Veja tem Sergio Moro na capa, com o título “Justiça com as Próprias Mãos”.

O texto da Veja afirma que “as revelações enfraqueceram a imagem de correção absoluta do atual ministro de Jair Bolsonaro e podem até anular sentenças”.

“No material que o Intercept diz ter recebido de uma fonte anônima, há quase 1 milhão de mensagens, totalizando um arquivo com mais de 30 000 páginas. Só uma pequena parte havia sido divulgada até agora — e ela foi suficiente para causar uma enorme polêmica. Em parceria com o site, VEJA realizou o mais completo mergulho já feito nesse conteúdo. Foram analisadas pela reportagem 649 551 mensagens. Palavra por palavra, as comunicações examinadas pela equipe são verdadeiras e a apuração mostra que o caso é ainda mais grave”, alerta a Veja.

Leia mais:  Semana de São João deve atrasar votação de parecer da Reforma da Previdência

“Moro cometeu, sim, irregularidades. Fora dos autos (e dentro do Telegram), o atual ministro pediu à acusação que incluísse provas nos processos que chegariam depois às suas mãos, mandou acelerar ou retardar operações e fez pressão para que determinadas delações não andassem. Além disso, revelam os diálogos, comportou-se como chefe do Ministério Público Federal, posição incompatível com a neutralidade exigida de um magistrado. Na privacidade dos chats, Moro revisou peças dos procuradores e até dava bronca neles”, explica a revista.

A Veja explicou também sua mudança de postura em relação a Sergio Moro. No passado, a publicação tratou o juiz como uma espécie herói no combate à corrupção. “VEJA sempre foi — e continua — a favor da Lava-Jato”, diz. “Poucos veículos de mídia celebraram tanto o trabalho do ex-juiz na luta contra a corrupção”, afirma. “Como veículo de mídia responsável não podemos apoiar posturas como essa. Um dia, o justiceiro bate à porta e, sem direito a uma defesa justa, a pessoa é sumariamente condenada”, explica.

Leia mais:  Bolsonaro vê 'circo armado' e diz que vai recorrer de decisão da Justiça sobre Adélio Bispo

Clique aqui para ler a Carta ao Leitor da Veja, explicando a postura em relação ao caso.

O site Intercept também noticiou a atitude da Veja.

Comentários Facebook

Política Nacional

Celular do presidente Jair Bolsonaro também foi alvo de invasão por hackers

Publicado

O grupo hacker preso na terça-feira, 23, atacou celulares do presidente da República, Jair Bolsonaro. A informação foi transmitida pela Polícia Federal ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e já foi encaminhada ao presidente. Quatro pessoas presas sob suspeita de invasão de celular de autoridades estão custodiadas em Brasília.

Na nota, o Ministério da Justiça diz que, segundo a PF, “aparelhos celulares utilizados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira (23)”.

“Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao presidente da República”, acrescenta a nota – que não informa se foi extraído conteúdo de conversas de aparelhos do presidente Jair Bolsonaro.

Leia a íntegra da nota:

“O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira (23). Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao presidente da República”.

Leia mais:  'Eduardo fala inglês, espanhol e frita hambúrguer também', diz Bolsonaro

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana