conecte-se conosco

Curitiba

Skatistas tomam as ruas de Curitiba no Go Skate Day

Publicado

Bem Paraná

Curitiba recebeu, neste domingo (23), mais uma edição do “Dia Mundial do Skate”. O evento, também conhecido como “Go Skate Day”, teve a Pista do Gaúcho, na Praça do Redentor, na Rua Trajano Reis, no São Francisco, o ponto de concentração de centenas de adeptos do esporte desde a manhã. No começo da tarde, eles sairam em passeata pelas ruas de Curitiba.

Curitiba já foi considerada a capital das quatro rodinhas e atualmente sedia a maior comemoração do país de diversos estilos de skate. O Dia Mundial é um evento reconhecido por skatistas e envolvidos com o esporte, que recentemente tornou-se olímpico, com estreia na Olimpíada de Tóquio, no ano que vem.

O Go Skare Day foi oficialmente criado no dia 21 de junho pela International Association of Skateboard Companies (IASC) para tornar o skate mais acessível, com a realização de vários eventos nas principais cidades do mundo.

Semana do Skate
Desde a semana passada a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude da Prefeitura de Curitiba realiza a Semana do Skate, com obstáculos, como rampas, corrimãos e caixotes para os atletas executarem as manobras. A ação é realizada nas regionais. Na semana passada elas foram levadas para as regionais Matriz e Boqueirão.

Leia mais:  Passeio gratuito em família! Mananciais da Serra abrem todos os finais de semana em janeiro

Nesta semana o evento volta a acontecer na Regionais Boa Vista e CIC, ambas no sábado, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas no Boa Vista, e das 9 às 12 horas na CIC. O objetivo das atividades é o incentivo para que eles pratiquem o esporte em locais seguros.

Comentários Facebook

Curitiba

Jovem que estava desaparecida foi assassinada em Curitiba

Publicado

Desaparecida desde outubro deste ano, a jovem Ana Carla Dalacosta de Menezes foi encontrada morta em Curitiba. O corpo já havia sido localizado na manhã do dia 10 do mês passado, mas só nesta sexta-feira (19) foi identificado.

Ana era moradora de Rolândia e foi considerada desaparecida após sair de casa informando que iria atrás de um emprego em Maringá. Alguns dias depois, ela teria sido vista em Apucarana.

No entanto, Ana viajou para Curitiba e foi brutalmente assassinada na capital paranaense. O corpo foi localizado em chamas às margens do Rio Belém, na Rua Sérgio Venci, por moradores da região. A Guarda Municipal foi chamada e controlou o fogo.

A Polícia Científica realizou a perícia e contratou que ela pode ter sido morta asfixiada, antes de atearem fogo no corpo.

Nos últimos dias, o pai da vítima divulgou nas redes sociais sobre o seu desaparecimento, pois estranhou que ela estava há muitos dias sem se comunicar com a família. Ao descobrir que havia um corpo no Instituto Médico Legal (IML), de Curitiba, que batia com as características de Ana Carla, familiares foram até a capital e com um exame de arcada dentária, conseguiram confirmar que se tratava dela. A família também reconheceu as roupas que ela usava.

Leia mais:  Curitiba é o terceiro destino de negócios para estrangeiros

A Divisão de Homicídios segue com a investigação para tentar identificar o autor ou autores do crime. A motivação do crime ainda é desconhecida.

O corpo de Ana Carla após ser liberado, deverá ser encaminhado para Rolândia onde acontecerá o enterro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana