conecte-se conosco

Brasil

Sete jovens morrem em acidente de trânsito após festa

Publicado

Sete jovens morrem em acidente de trânsito após festa

O evento foi realizado em uma chácara, contrariando as lei estadual e municipal da quarentena, que proíbem eventos e aglomerações

Sete jovens, entre eles duas adolescentes, morreram em acidente de trânsito quando voltavam de uma festa, na manhã deste domingo, 19, em Sertãozinho, no interior de São Paulo. As vítimas foram identificadas como: Mateus Henrique Sclaunick, de 23 anos; Ailton Soares da Silva, de 36 anos; Maycon Douglas Pereira de Carvalho, de 26 anos; Daniela Genari Santos, de 15 anos; Isadora Vasconcelos da Silva, de 17 anos; Beatriz Vasconcelos Ferreira, de 19 anos; e Jefferson Luis dos Santos Meira, de 30 anos.
Foto: Luciano Tolentino/EPTV
O evento foi realizado em uma chácara, contrariando as lei estadual e municipal da quarentena, que proíbem eventos e aglomerações. O acidente aconteceu na rodovia vicinal Alcídio Balbo, no distrito de Cruz das Posses. O carro em que todas as vítimas estavam se perdeu em uma curva e bateu de frente em um ônibus de transporte de trabalhadores rurais que seguia para uma fazenda da região.
O Corpo de Bombeiros mobilizou várias equipes de socorro, mas as vítimas foram retiradas do automóvel já sem vida. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Ribeirão Preto. O motorista do ônibus, que estava sozinho no coletivo, nada sofreu. Ele disse à Polícia Civil que o carro estava correndo demais e não conseguiu completar a curva, vindo a colidir frontalmente com o ônibus. O automóvel estava com excesso de ocupantes. As sete vítimas tinham entre 15 e 30 anos e todas moravam em Sertãozinho.
O delegado de Sertãozinho, Rodrigo Bortoletto, disse que os organizadores da festa vão responder a processo por terem infringido as leis da quarentena, que proíbem eventos com aglomeração de pessoas. A polícia já apurou que a festa aconteceu em uma chácara, no bairro Colina de São Pedro. Os organizadores também serão processados pela venda de bebidas alcoólicas a menores. A prefeitura de Sertãozinho informou que a festa foi realizada de forma clandestina e que também adotará providências administrativas contra os responsáveis.

Comentários Facebook
Leia mais:  Preço de suíno vivo sobe mais de 30% em várias praças no ano, diz Cepea

Brasil

PRF alerta que não procedem as informações das Redes Sociais que afirmam sobre as proibições das remoções no CTB

Publicado

A Lei 14.229/21 contemplou processos que já existiam em normativos internos, mantendo condicionantes para veículos prosseguirem viagem.

Redes Sociais informavam que eram proibidas remoções de veículos, mas não é verdade

Diante das alterações recentes no CTB – Código de Trânsito Brasileiro, a PRF – Polícia Rodoviária Federal esclarece que não procedem as informações difundidas nas redes sociais que afirmam sobre a proibição das remoções por agentes de trânsito.

Quanto à aplicação da medida administrativa de remoção do veículo, o texto trata da possibilidade do condutor flagrado com irregularidades que impunham a remoção, poder prosseguir com a viagem.

Mas é importante destacar que tais possibilidades preservaram condicionantes aos agentes de trânsito: oferecer condições de segurança para circulação e desde que não consiga sanar a irregularidade no local da infração.

O coordenador geral de Segurança Viária, o PRF inspetor André Luiz Azevedo, informou que na maioria dos casos em que veículos são flagrados com irregularidades há risco à segurança viária, com a necessidade de remoção.

Leia mais:  52 detentos são mortos durante rebelião em presídio de Altamira, no Pará

André acrescenta que assegurar condições seguras do veículo para circular, visa a preservar a segurança do condutor também e demais usuários das rodovias, sendo dever primário do agente da fiscalização garantir essas condições para justificar a liberação.

Redação – Brasil do Trecho

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana