conecte-se conosco

Geral

Sachetti descarta vaga de vice governador e quer cadeira no Senado

Publicado

Deputado federal e pré-candidato ao Senado, Adilton Sachetti (PRB) já comunicou as principais lideranças do grupo que apoia a candidatura do ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) ao governo do Estado que não pretende recuar da intenção disputar o Senado.

De acordo com ele, está “descartada” a possibilidade de ser vice ou tentar qualquer outro cargo. “Estou trabalhando para isso”, disse o parlamentar durante entrevista ao Jornal do Meio Dia, nesta terça-feira (3).

O principal concorrente de Sachetti pela vaga é o ex-vice governador Carlos Fávaro (PSD). Para o deputado, o pessedista tem legitimidade para buscar seu espaço. Sachetti, porém, afirma ter mais experiência, já que foi prefeito, secretário de Estado e agora deputado federal.

“Eu tenho uma história aqui. Tenho mais idade que ele. Eu ajudei o agronegócio. Participei da construção e fundação em Mato Grosso de entidades com a Ampa, Aprosoja e Associação dos Produtores de Sementes”, pontuou.

No entanto, Sachetti reconhece que o PSD tem mais tempo de rádio e televisão para oferecer do que o PRB. “Nosso tempo é o mesmo do DEM. Isso é um item que pesa favorável a ele, mas vamos sentar e buscar um entendimento e que contemple os dois”, ponderou.

Leia mais:  PF combate divulgação de pornografia infantil na internet

Sachetti também conta com a influência do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), para tentar garantir sua vaga. Nos bastidores, muitos acreditam que ao contemplar o deputado, o grupo estaria agradando a Maggi, como ocorreu em 2014, quando o ministro disse ao atual governador Pedro Taques (PSDB) que atendesse o empresário Eraí Maggi (PP). Foi o progressista quem indicou Fávaro para a vaga de vice.

“Não vou obrigar o Blairo a me apoiar. Somos amigos. É claro que, se eu for o candidato, ele vai me apoiar, mas não participará desse processo de definição das chapas”, garante Sachetti, segundo quem as entidades que representam o agronegócio no Estado também estão sendo consultadas sobre sua candidatura e a de Carlos Fávaro.

“Estamos conversando com todas as entidades, tanto eu, quanto o Fávaro”, disse.

 

Fonte: Gazeta Digital

Comentários Facebook

Geral

PF desarticula quadrilha que roubava funcionários dos Correios na Grande Curitiba

Publicado

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta a segunda fase da operação Mascarados, que tem como o objetivo de desarticular grupo suspeito de efetuar seis roubos contra funcionários dos Correios no ano de 2020, em Curitiba e Colombo, no Paraná. Os fatos criminosos ocorreram no mês de dezembro, quando um grande volume de mercadorias SEDEX são distribuídas pelos Correios, em razão das compras de natal.

Conforme foi identificado na investigação policial, os criminosos utilizaram arma de fogo para praticar o crime, abordando o carteiro e roubando o veículo de distribuição. A subtração dos objetos postais do veículo ocorria de forma rápida em um ponto ainda próximo ao local dos fatos, ocorrendo o transbordo para um veículo dos suspeitos. A divisão dos objetos roubados era realizada em uma das residências dos investigados, no município de Colombo/PR.

A prisão no dia de hoje ocorreu no município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O preso será indiciado pelo crime de receptação e roubo qualificado, cuja pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

Leia mais:  Contas da prefeitura de Curitiba na gestão Richa são aprovadas 11 anos depois

O mandado judicial foi expedido 9ª Vara da Justiça Federa em Curitiba/PR.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana