conecte-se conosco

Curitiba

Região da Praça Osório terá bloqueios para obras de revitalização, em Curitiba

Publicado

G1 PR

Começam nesta segunda-feira (8) as obras de revitalização da Rua Voluntários da Pátria, no Centro de Curitiba. Para a execução dos serviços haverá bloqueios de trânsito na região da Praça Osório. Veja os bloqueios mais abaixo.

Os bloqueios terão apoio de agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) e devem durar cerca de duas semanas.

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, os bloqueios são necessários em função de ser a primeira etapa das obras, com a implantação de galeria de águas pluviais. Além de ser um serviço que exige movimentação de maquinários pesados.

Bloqueios

A Rua Voluntários da Pátria terá bloqueio total entre a Praça Osório e a Rua Emiliano Perneta.

A rua lateral à Praça Osório, entre a Voluntários e a Travessa Jesuíno Marcondes, será bloqueada parcialmente no período das obras, das 8h às 18h, em dias úteis.

Nos dois casos, apenas veículos de moradores e comerciantes locais terão acesso às ruas.

No período de obras, os veículos que acessarem a Travessa Jesuíno Marcondes não poderão virar à direita na praça e deverão seguir em frente, em direção à Rua Vicente Machado.

Leia mais:  Grupo especializado dos bombeiros salvou 14 vidas em Curitiba em 2019

Mudanças

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, esse trecho é de intenso fluxo de pedestres, portanto, a rua será elevada ao nível da calçada, que será alargada para implantação de uma faixa de acessibilidade.

Na outra parte da calçada, será preservado o piso original de petit-pavê. Além disso serão implantados postes de iluminação para pedestres, bancos, lixeiras e arborização.

Na imagem, o depois da Rua Voluntários da Pátria — Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Comentários Facebook

Curitiba

Defensoria Pública do Paraná emite recomendação aos postos de combustíveis sobre reajuste abusivo

Publicado

O Núcleo de Defesa do Consumidor (NUDECON) da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) emitiu, nesta segunda-feira (14), uma Recomendação à entidade que representa os donos de postos de combustíveis do Paraná, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Derivados de Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis e Lojas de Conveniência do Estado do Paraná (Paranapetro).

O objetivo, segundo o Coordenador do Núcleo, Defensor Público Erick Lé Palazzi Ferreira, é coibir o abuso quando a Petrobrás anunciar reajustes. “O que se viu em vários casos na última quinta-feira foi uma prática abusiva, uma elevação injustificada dos preços”, explica o Defensor.

De acordo com ele, a Recomendação pretende barrar a prática de repassar o reajuste com produto comprado por preço velho. “Antes de ter sido repassado o aumento, os postos já estavam aplicando. O que fizeram foi pegar um produto mais barato e colocar o preço exorbitante”.

Segundo a Recomendação, os varejistas de combustíveis devem se abster de aumentar os preços antes da existência real de reajuste das distribuidoras. “Caso haja reclamações e comprovação sobre aumento excessivo de combustíveis pelos postos, o Nudecon adotará as medidas judiciais cabíveis, individuais ou coletivas, para areparação de eventuais danos”, afirma a Recomendação.

Leia mais:  ACP volta a pressionar Greca por reabertura de comércio; Prefeitura de Curitiba reageACP volta a pressionar Greca por reabertura de comércio; Prefeitura de Curitiba reage

Na semana passada, a Petrobrás anunciou reajuste dos combustíveis. De acordo com a empresa, o aumento seria de 18,77% para a gasolina, 24,9% para o diesel e 16% para o gás de cozinha.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana