conecte-se conosco

Curitiba

Avanço de frente fria vai derrubar a temperatura em Curitiba! Tem até previsão de geada!

Publicado

Tribuna Paraná

Aproximidade de uma frente fria ao Paraná promete baixar levemente as temperaturas em Curitiba nos próximos dias. Para esta terça-feira (25), por exemplo, a máxima pode chegar aos 24 graus.

Porém, para quarta-feira (26), a previsão feita pelo Simepar aponta possibilidade de chuva a partir das 10h e segue pela noite. As temperaturas ficam entre os 11 e os 20 graus.

A explicação, segundo o Simepar é a frente fria que avança pelos estados do Sul do Brasil, modificando as condições atmosféricas registradas nos últimos dias.

Zero grau!

O frio ficará bastante intenso em Curitiba no dia 7 de julho, cuja previsão aponta mínima de zero grau para Curitiba. Haverá geada entre os dias 4 e 7, inclusive.

E no litoral?

Em Guaratuba os termômetros ficam entre os 18 e 26 graus nesta terça-feira. Assim como em Curitiba, há previsão de chuva nesta quarta-feira para a região, que terá mínima de 16 e máxima de 23 graus.

Comentários Facebook
Leia mais:  Chuva e frente fria em Curitiba nesta quarta-feira! Veja a previsão!

Curitiba

Defensoria Pública do Paraná emite recomendação aos postos de combustíveis sobre reajuste abusivo

Publicado

O Núcleo de Defesa do Consumidor (NUDECON) da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) emitiu, nesta segunda-feira (14), uma Recomendação à entidade que representa os donos de postos de combustíveis do Paraná, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Derivados de Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis e Lojas de Conveniência do Estado do Paraná (Paranapetro).

O objetivo, segundo o Coordenador do Núcleo, Defensor Público Erick Lé Palazzi Ferreira, é coibir o abuso quando a Petrobrás anunciar reajustes. “O que se viu em vários casos na última quinta-feira foi uma prática abusiva, uma elevação injustificada dos preços”, explica o Defensor.

De acordo com ele, a Recomendação pretende barrar a prática de repassar o reajuste com produto comprado por preço velho. “Antes de ter sido repassado o aumento, os postos já estavam aplicando. O que fizeram foi pegar um produto mais barato e colocar o preço exorbitante”.

Segundo a Recomendação, os varejistas de combustíveis devem se abster de aumentar os preços antes da existência real de reajuste das distribuidoras. “Caso haja reclamações e comprovação sobre aumento excessivo de combustíveis pelos postos, o Nudecon adotará as medidas judiciais cabíveis, individuais ou coletivas, para areparação de eventuais danos”, afirma a Recomendação.

Leia mais:  Após acidente na Av das Torres, ‘motorista’ bêbado é caçado pela polícia

Na semana passada, a Petrobrás anunciou reajuste dos combustíveis. De acordo com a empresa, o aumento seria de 18,77% para a gasolina, 24,9% para o diesel e 16% para o gás de cozinha.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana