conecte-se conosco

Paraná

População deve tomar a vacina contra febre amarela

Publicado

MassaNews

A Secretaria de Estado da Saúde segue com as ações de combate à febre amarela, principalmente com a vacinação em todas as unidades de saúde. O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (13) pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública registra 17 casos confirmados de febre amarela no Paraná, desde 1º de julho de 2018. O informe anterior apresentava 16. A nova confirmação ocorreu em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde alerta que mesmo com a aproximação do inverno a imunização é fundamental. “A febre amarela é transmitida pelo mosquito infectado e todos estamos sujeitos a ela. A vacina é segura e continua sendo a principal arma contra a doença”, afirma.

O público-alvo para vacinação são pessoas de nove meses até 60 anos que não tenham comprovação anterior de vacinação. Uma dose única da vacina é suficiente para proteção por toda a vida.

EM NÚMEROS – De 1º de julho de 2018 até agora, o Paraná tem um óbito por febre amarela. Esta morte ocorreu em 6 de março, tendo como residência e local provável de infecção o município de Morretes. Ao todo, foram notificados 467 casos da doença no Estado e 76 continuam em investigação.

Leia mais:  TJ decide que governo do Paraná terá que readmitir 500 professores. Entenda

HOSPEDEIRO – O boletim desta quinta-feira também soma 42 casos de epizootias (mortes) em macacos, contra 33 do anterior. As novas ocorrências foram em Jaguariaíva (4), Carambeí (2), São José dos Pinhais (1), Campo Largo (1) e em Balsa Nova (1).

Assim como o homem, os macacos são picados pelo mosquito e contaminados pelo vírus. Segundo Acácia Nasr, a morte de primatas é um alerta sobre a necessidade de vacinação da população humana na região. “Por isso ressaltamos a necessidade da imunização”.

MULTIVACINAÇÃO – A Secretaria de Estado da Saúde realiza em agosto, conforme orientação do Ministério da Saúde, a campanha nacional de multivacinação para atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente e a vacinação contra sarampo e febre amarela.

A campanha acontece de 5 a 23 de agosto e o “Dia D”, de mobilização nacional, será em 17 de agosto. “Vamos atualizar a situação vacinal de crianças até 9 anos e de adolescentes de 10 até 14 anos, 11 meses e 29 dias”, informa a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes.

Leia mais:  Coronavírus: 102 municípios do Paraná são notificados pelo TCE por indícios de irregularidades em compras de materiais

Ela explica que no Paraná o alvo será a imunização contra a febre amarela em virtude da situação atual. “Com apoio dos municípios, a intensificação acontecerá de forma seletiva, com busca ativa por aqueles que nunca receberam a dose da vacina”, disse Maria Goretti.

Colaboração AEN

Comentários Facebook

Paraná

Paraná se aproxima dos 470 mil casos de Covid-19 e mortes já são 8.676

Publicado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (10) 1.625 casos confirmados e 7 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 469.538 casos confirmados e 8.676 mortos em decorrência da doença.

Os casos deste informe referem-se à pacientes que estiveram ou estão com a doença entre 24 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021. Os casos por data de confirmação do diagnóstico, ou encerramento (fechamento) do caso no sistema estão distribuídos nos meses: janeiro de 2021 são 1.541, os demais de 2020 nos meses de outubro 1, novembro 24 e dezembro 59. O detalhamento completo está no arquivo csv.

INTERNADOS – 1.350 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.075 pacientes em leitos SUS (585 em UTI e 490 em leitos clínicos/enfermaria) e 275 em leitos da rede particular (140 em UTI e 135 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.251 pacientes internados, 458 em leitos UTI e 793 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Leia mais:  TJ decide que governo do Paraná terá que readmitir 500 professores. Entenda

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 7 pacientes. São 4 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram nos dias 8 e 9 de janeiro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (3), Arapongas (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Ampére e Santa Mariana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.741 casos de residentes de fora, 73 pessoas foram a óbito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana