conecte-se conosco

Esportes

Pela Libertadores, Flamengo vence a Universidad Católica por 3 a 2 e quebra tabu no Chile

Publicado

Na terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, o Flamengo venceu a Universidad Católica por 3 a 2 na noite desta quinta-feira (28), no estádio San Carlos de Apoquindo, no Chile. Os gols do Mais Querido foram marcados por Gabi (duas vezes) e Lázaro, que entrou na segunda etapa. Com o resultado, o Mengão segue com 100% de aproveitamento na competição internacional, e de quebra, conseguiu a primeira vitória sobre o adversário em território chileno .

O jogo
O Flamengo começou a partida buscando o ataque. Com apenas um minuto, Arrascaeta arriscou o chute de fora da área, mas o goleiro defendeu com tranquilidade. Logo aos sete minutos, o Mengão saiu na frente no placar! Após roubada de bola no campo de ataque, Bruno Henrique tabelou com João Gomes e lançou para Gabi chutar forte para abrir o marcador: 0 a 1.

Aos 15’, a Universidad Católica deixou tudo igual no placar com Zampedri: 1 a 1. Após levar o empate, o time rubro-negro não se abateu e continuou trabalhando a bola de pé em pé no ataque. Aos 22’, Thiago Maia chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para Arrascaeta, que bateu de primeira por cima da meta.

Leia mais:  Grêmio é superado pelo União Frederiquense e conhece sua primeira derrota na temporada

O Mais Querido, melhor na partida, marcou o segundo gol aos 34’. Arrascaeta fez o giro em cima da marcação e fez um belo lançamento para Bruno Henrique, que cruzou na medida para Gabi marcar o segundo dele no jogo: 1 a 2.

Na sequência, o Mengão não fez o terceiro por detalhes. Novamente Arrascaeta descolou lindo passe para Gabi, o artilheiro bateu na saída do goleiro, mas a bola foi para fora. O Fla terminou a primeira etapa em vantagem.

Na volta do intervalo, o Flamengo tentava diminuir o ritmo da partida, depois da tentativa de pressão inicial dos chilenos nos minutos iniciais da etapa final. Aos 15’, Bruno Henrique arrancou pela esquerda, tentou o chute, a bola sobrou para Gabi, que bateu forte e a bola saiu por pouco.

Na reta final, o Católica foi para cima e pressionava o time rubro-negro, que conseguia se defender. Aos 39’, o Mengão ampliou o placar no Chile! Pedro pressionou a saída de bola de Galani, Marinho roubou e tocou para Lázaro, que soltou a bomba e marcou o terceiro gol rubro-negro: 1 a 3.

Nos acréscimos, o Católica descontou com Buonanotte aos 48’: 2 a 3. O Mais Querido conquistou a vitória pela primeira vez a Universidad Católica no Chile.

Leia mais:  Data especial, vitória especial! Coelhão vence o Athletico-PR e sobe na tabela do Brasileirão

Próximo compromisso
O Rubro-Negro volta a campo no próximo domingo (1) para enfrentar o Altos, às 18h, no estádio Albertão, no Piauí. O jogo é válido pela terceira fase da Copa do Brasil.

Ficha técnica
Universidad Católica 2×3 Flamengo – 3ª Rodada da Conmebol Libertadores
Local: Estádio San Carlos de Apoquindo, Chile
Data e hora: 28/04/2022 às 19h (de Brasília)
Árbitro: José Argote (VEN)
Assistentes: Carlos López (VEN) e Tulio Moreno (VEN)
Cartões amarelos: Juan Leiva (CAT), Willian Arão (FLA), Galani (CAT), Marinho (FLA), Barticciotto (CAT)
Cartão vermelho: Felipe Gutiérrez (CAT)
Gols: Gabi (7’1ºT, 34’1ºT), Isla (contra aos 15’1ºT), Lázaro (39’2ºT) e Buonanotte (48’2ºT).

Escalação do Flamengo
Santos; Isla, Willian Arão, Pablo e Filipe Luís; João Gomes (Andreas), Thiago Maia, Everton Ribeiro (Marinho) e Arrascaeta (Diego); Bruno Henrique (Lázaro) e Gabi (Pedro).
Técnico: Paulo Sousa.

Escalação do Universidad Católica
Sebstián Pérez; Rebolledo, Asta-Buruaga, Parot e Cuevas (Valencia); Juan Leiva (Saavedra), Galani, Felipe Gutiérrez (Buonanotte) e Orellana (Asad); Fuenzalida e Zampedri.
Técnico: Rodrigo Valenzuela.

Sede Gávea
https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/pela-libertadores–flamengo-vence-a-universidad-catolica-por-3-a-2-e-quebra-tabu-no-chile

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook

Esportes

Inter larga em desvantagem nas oitavas da CONMEBOL Sul-Americana

Publicado

Fora de casa, o Colorado foi superado pelo Colo-Colo-CHI, nesta noite de terça-feira (28/06), na partida de ida das oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana. Lucero e Solari marcaram os gols da vitória de 2 a 0 do time da casa, que fez valer o fator local para largar em vantagem no embate eliminatório.

+ Confira a galeria de fotos da partida;

O Inter voltará a campo no próximo sábado (02/07), às 19h, pelo Brasileirão. Fora de casa, o time de Mano Menezes enfrentará o Ceará em duelo da 14ª rodada do Nacional. Já o confronto de volta contra os chilenos está marcado para a terça-feira que vem (05/07), no Beira-Rio, às 21h30. Contamos com teu apoio na luta pela classificação!

Apoio da torcida será fundamental na semana que vem/Foto: Ricardo Duarte

Começo movimentado

Os chilenos demonstraram sua simpatia pelos escapes em velocidade ainda no primeiro minuto, quando Solari recebeu com espaço na área colorada e finalizou por baixo. Sem rebote, Daniel defendeu. Pouco depois, quem interceptou chegadas rivais pela direita foi Mercado, preciso para travar Lucero aos quatro e aos seis.

Daniel voltou a trabalhar aos sete, diante de cabeceio de Pávez. O rival teve espaço para finalizar, mas não desviou com força. Servido por Heitor, Johnny respondeu segundos mais tarde, quando seu canhotaço morreu nos braços de Cortés. O escape do volante incendiou o Inter, que quase abriu a conta aos nove. Acionado por Alan, Pedro Henrique mandou uma bomba que passou de Cortés, mas explodiu no poste.

Pedro Henrique quase abriu o placar no começo de jogo/Foto: Ricardo Duarte

Postergando o movimentado início de confronto, Lucero abriu o placar aos 12 e quase ampliou nos minutos 16 e 17. Frente ao bom momento do adversário, o Inter tratou, primeiro, de equilibrar a posse de bola. Depois, voltou a assustar com Alan, que apareceu nas costas de Alemão, recebeu o pivô do centroavante e só não empatou por corte decisivo da marcação rival. Já atrás, Mercado seguiu com desarmes importantes para conter o ímpeto local.


Erros de passe, polêmica de arbitragem

Se o primeiro tempo foi inaugurado com jogo bastante aberto, o recomeço de partida correu muito mais truncado, e o roteiro favoreceu o Colo-Colo, que marcou o seu aos nove. Após grande confusão na intermediária de ataque mandante, Solari invadiu a área vermelha e finalizou rasteiro para anotar o segundo chileno.

Leia mais:  Palmeiras faz treino tático ante de embarque para disputa da Recopa
Segundo tempo foi bastante truncado/Foto: Ricardo Duarte

Daí em diante, os erros de passe roubaram os holofotes do embate, que tinha o 2 a 0 encaminhado como resultado final até os 43, instante em que Estêvão descontou para o Inter. Inicialmente confirmado, o lance foi anulado após longa consulta do árbitro ao VAR. Na próxima terça-feira (05/07), o Clube do Povo contará com o apoio de sua torcida para reverter a desvantagem e buscar a classificação às quartas da América.


Primeiro tempo

1min – Solari recebe de Leo Gil e chuta por baixo. Daniel encaixa.

6min – Falcon, de cabeça, serve Pávez, que tem espaço em frente ao gol vermelho. Sem força, porém, ele manda nos braços de Daniel.

7min – Valeu, Johnny! Da entrada da área, volante arrisca de perna canhota. Goleiro encaixa.

9min – NA TRAAAAAAAAAAAAAVE! Alan Patrick estica jogo para Pedro Henrique, que domina na quina esquerda da grande área, corta para dentro e solta a bomba. Ela passa do goleiro, mas explode no poste chileno.

12min – Lucero recebe de Costa e abre o placar para os donos da casa.

16min – Pela direita da área colorada, Solari finaliza cruzado e rasteiro. A bola passa em frente a Daniel e fica longa para Lucero, saindo pela linha de fundo. Árbitro indicou escanteio.

16min – Amarelo para Gabriel.

17min – Após escanteio cobrado na primeira trave, Lucero fica com a posse na esquerda da pequena área do Inter e tenta de bicicleta. Mandou para fora.

27min – Com dores, Renê deixa o campo. Entra Moisés.

30min – TIIIIIIIIIRA A ZAGA! Alemão ganha da marcação no corpo e deixa para Alan Patrick, que invade a área e arrisca de perna direita. No limite, rival consegue o corte.

33min – Costa, pela esquerda, chega até as cercanias da pequena área colorada e tenta de canhota. Forte, ela sai em tiro de meta.

Leia mais:  Na estreia do Campeonato Brasileiro, Santos FC empata com o Fluminense no Maracanã

41min – MERCAAAAADO! Costa cruza bola muito perigosa da esquerda, e zagueiro colorado aparece no momento decisivo para afastar.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – Intervalo em Santiago.


Segundo tempo

0min – Inter volta com Moledo em campo. Heitor deixa o campo.

1min – Pedro Henrique recebe na ponta-esquerda, finta em cima do marcador e cruza bola fechada. Goleiro encaixa.

9min – Solari amplia para os donos da casa.

16min – Fuentes recebe o cartão.

17min – Duas trocas no Inter: David e Mauricio substituem Alan Patrick e Gabriel.

18min – Colo-Colo assusta no contra-ataque. Lançado, Gil chuta com desvio em Mercado, e a bola sai em escanteio.

24min – Lucero impede contra-ataque do Inter. Falta e amarelo apresentados.

28min – Fuentes sai de maca e é substituído por Pizarro.

31min – Estêvão completa as trocas no Clube do Povo. Pedro Henrique deixa o campo.

35min – De voleio, Gil quase marca o terceiro do Cacique.

40min – UHH! De fora da área, Mauricio arrisca de perna canhota. Levou perigo, mas saiu ao lado.

42min – Estêvão desconta para o Inter.

47min – Após longa consulta ao VAR, árbitro anula o gol colorado. Indicou infração na origem da jogada.

47min – Por reclamação, Mauricio leva o amarelo.

48min – Gutiérrez vem a campo no lugar de Solari.

49min – Mais cinco.

54min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Colo-Colo (2): Cortés; Opazo, Falcon, Zaldivia e Suazo; Fuentes (Pizarro), Leonardo Gil e Pavez; Solari (Gutiérrez), Lucero e Costa. Técnico: Gustavo Quinteros.

Internacional (0): Daniel; Heitor (Rodrigo Moledo), Mercado, Vitão e Renê (Moisés); Gabriel (Mauricio), Johnny, Edenilson, Alan Patrick (David) e Pedro Henrique (Estêvão); Alemão. Técnico: Mano Menezes.

Gols: Lucero, aos 12’/1ºT, e Solari, aos 9’/2ºT (C).

Cartões amarelos: Fuentes e Lucero (C). Gabriel e Mauricio (I).

Arbitragem: Patricio Loustau, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Facundo Rodrigues. Quarto árbitro: Fernando Echenique. VAR: German Delfino.

Estádio: Monumental David Arellano-CHI.

fonte: https://internacional.com.br/noticias/cronica-colo-colo-chi-x-internacional-oitavas-de-final-conmebol-sul-americana

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana