conecte-se conosco

Esportes

Palmeiras goleia Petroleiro-Bol por 8 x 1 e impões a sua maior goleada na história da libertadores e do Allians Parque

Publicado


oite de muitos recordes. Atual bicampeão da Libertadores (2020-21), o Palmeiras recebeu a equipe do Independiente Petrolero-BOL pelo seu segundo compromisso na Libertadores 2022 (o primeiro em casa), na noite desta terça-feira (12), no Allianz Parque, e goleou por 8 a 1, de virada, com gol de José Correa aos 5 do primeiro tempo, e empate do Verdão ainda na etapa inicial, com Zé Rafael, aos 40 minutos. Mas o show ficou por conta do segundo tempo, em que o Alviverde balançou as redes incríveis sete vezes: gols de Rafael Navarro, quatro vezes, ao 1 minuto (2×1), aos 8 (3×1), aos 11 (4×1), e aos 32 (5×1); depois, o Verdão ainda ampliou com Rony, aos 34 (6×1); e com Raphael Veiga, duas vezes, aos 40 (7×1) e aos 45 (8×1).

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

O terceiro gol de Navarro (quarto do Verdão na partida) foi o de número 400 do Palmeiras na Libertadores, já que o Alviverde entrou em campo com 396 gols marcados pela competição. Portanto, o Alviverde encerrou a partida com 404 tentos pelo torneio Continental.

Vale destacar que o Alviverde agora domina todas as estatísticas da Libertadores dentre clubes brasileiros. Nesta noite, conseguiu a que faltava: ser o time com mais vitórias como mandante – com este triunfo, chegou a 72 vitórias em sua casa pela competição, igualando o rival São Paulo.

Além de agora ser o mandante com mais vitórias, o Alviverde já absoluto em todos os outros aspectos: time brasileiro mais vezes campeão (três títulos), com mais finais disputadas (seis), com mais edições disputadas (22), com mais jogos (212), vitórias (119) e gols no geral (404 com os oito de hoje); mais jogos como visitante (105), vitórias como visitante (45) e gols como visitante (160); e mais jogos como mandante (104) e gols como mandante (241).

  Palmeiras vence o Sport pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

Leia mais:  Na estreia do Campeonato Paulista, Santos FC empata com a Inter de Limeira

E os recordes desta noite não param por aí. O placar de 8 a 1 representa a maior goleada do Palmeiras na história da Libertadores, superando os 7 a 0 sobre o El Nacional do Equador, em 1995, com gols de Edmundo, duas vezes, Válber, duas vezes, Rivaldo, duas vezes, e Paulo Isidoro.

E no Allianz Parque, inaugurado como arena em 2014, a maior goleada já registrada havia sido ano passado, também pela Libertadores: 6 a 0 sobre o Universitário do Peru, com gols de Viña, Zé Rafael, Gustavo Gómez, Willian e Rony, duas vezes. Desta forma, o placar desta noite, de 8 a 1, passa a ser também a maior goleada do Allianz Parque.

Individualmente, Rafael Navarro, que na partida passada pela Libertadores havia balançado as redes duas vezes na goleada por 4 a 0 sobre o Deportivo Táchira-VEN fora de casa (em um intervalo de cinco minutos), desta vez, chegou a quatro gols, sendo três deles em 11 minutos.

O último jogador que havia feito quatro gols pelo Palmeiras antes de Navarro foi Adriano ‘Michael Jackson’, em 02/03/2011 pela Copa do Brasil (Palmeiras 5×1 Comercial-PI) – o outro gol foi do lateral oriundo da base Gabriel Silva.

E ainda antes de Adriano, foi Euller, em 2000, contra o Fluminense, na vitória por 6 a 2 sobre o Tricolor Carioca – aliás, havia sido também a última vez que um jogador pontuou quatro vezes em um mesmo jogo no Estádio Palestra Italia (portanto, no formato Allianz Parque, foi uma primazia de Navarro).

E levando em conta um único jogador do Verdão a marcar quatro vezes na mesma partida especificamente pela Libertadores, este fato jamais havia ocorrido até então. Outra primazia de Rafael Navarro!

Com os quatro gols de hoje e os outros dois da partida passada ante o Táchira, Navarro já soma seis gols e é o atual artilheiro desta edição do Continental. Vale destacar que, ao longo de sua trajetória na mais importante competição das Américas, o Alviverde já contou com cinco artilheiros: Tupãzinho (1968, com 11 gols), Lopes (em 2001, com nove gols), Marcinho e Washington (ambos em 2006, com cinco gols cada um), e Borja (em 2018, com nove gols).

  Com desfalques por Covid e convocações, Palmeiras bate Fluminense em casa por 2 a 0 no Brasileiro

Leia mais:  Flamengo se reapresenta e inicia a preparação para o clássico contra o Botafogo, pelo Brasileirão

Destaque individual também para Rony, que com o gol marcado na partida (o sexto do Verdão no jogo) chegou a um total de 12 gols pela Libertadores pelo clube (sendo quatro deles em 2020 e sete em 2021) e, com isso, se tornou o maior artilheiro da história do Palmeiras na Libertadores em todos os tempos, igualando o ex-meia Alex, também com 12 gols pela competição continental vestindo a camisa do Verdão.

Contra equipes bolivianas, em toda a história, o Verdão disputou 22 jogos, obtendo 15 vitórias, dois empates e tendo sido superado em apenas cinco ocasiões – foram 60 gols marcados contra 17 sofridos.

Já pela Libertadores, a história jamais registrou um empate do Alviverde ante equipes da Bolívia: foram 15 jogos, agora com 11 vitórias esmeraldinas e quatro triunfos dos bolivianos (40 gols marcados e 12 sofridos).

Pela Libertadores, este foi o primeiro confronto na história contra o Independiente Petrolero (até então um adversário inédito na história do clube). Os outros compatriotas do rival da vez já enfrentados pelo Verdão foram: Jorge Wilstermann, Club Deportivo Municipal, Club Bolívar, The Strongest e Real Potosí.

Antes do jogo desta noite, o clube boliviano mais recente a ter cruzado os caminhos palmeirenses havia sido o Club Bolívar, na fase de grupos da Libertadores 2020, e o Verdão venceu no turno (2 a 1 em La Paz) e returno (5 a 0 no Allianz Parque.

fonte https://www.palmeiras.com.br/noticias/palmeiras-goleia-petrolero-bol-por-8-a-1-e-impoe-sua-maior-goleada-na-historia-da-libertadores-e-do-allianz-parque/

Comentários Facebook

Esportes

Timão conclui preparação para mais um clássico diante do Santos

Publicado

Na tarde desta sexta-feira (24), no CT Dr. Joaquim Grava, o Corinthians fechou a preparação para mais o segundo Clássico Alvinegro desta semana. Amanhã (25), às 19h, na Neo Química Arena, o Timão recebe o Santos em jogo da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os atletas realizaram o aquecimento no gramado e, em seguida, participaram de uma atividade de posse de bola em campo reduzido sob o comando do técnico Vítor Pereira. Houve um treinamento para a linha defensiva e também de bolas paradas de olho no adversário deste sábado (25).

Após os treinamentos, a delegação iniciou a concentração no Hotel Gildásio Miranda, onde permanecerá até a hora do jogo.

fonte: https://www.corinthians.com.br/noticias/futebol-masculino-timao-conclui-preparacao-para-mais-um-classico-diante-do-santos

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Leia mais:  Corinthians finaliza preparação para encarar Guarani
Continue lendo

Mais Lidas da Semana