conecte-se conosco

Paraná

Onda de frio: contagem regressiva nos termômetros

Publicado

Bem Paraná

O tempo mudou na Capital desde ontem, e vem mais pela frente. O dia terminou com céu encoberto e chuva. Hoje deve se manter da mesma forma, mas com uma grande diferença. Ao longo do dia as tempeaturas começam a cair gradativamente, numa espécie de contagem regressiva. Ao meio dia a temperatura deve variar na casa dos 15ºC, mas vai decaindo até fechar a noite em 12ºC. Na madrugada de sexta a mínima deve bater em 3ºC e no sábado de manhã a 0ºC.
No Paraná, a onda de frio começa já nesta quinta, com previsão de geada em setores do Sudoeste. Amanhã, mais geada desde o Oeste até os Campos Gerais e parte da Grande Curitiba e no sábado e no domingo a previsão é de geada em todas as regiões paranaenses, com exceção apenas do Litoral. Essa onda de frio mais foret deve durar pelo menos até a próxima terça-feira no Paraná.
No Paraná as mínimas previstas para os próximos dias devem ser de -2ºC em áreas do Sudoeste e Centro-Sul no sábado. No domingo ainda ocorrem marcas negativas nas mesmas regiões.

Leia mais:  Copel é eleita a melhor distribuidora do Brasil pelos consumidores

Dias mais gelados exigem maiores cuidados em casa
Os dias com temperaturas negativas em boa parte do Estado exigem alguns cuidados em casa para evitar acidentes e prejuízos. No caso dos hidrômetros, a Sanepar oriente para eles sejam protegidos, assim como as tubulações de entrada de água nos imóveis, que podem congelar e se romperem. Os relógios e canos aparentes podem ser coberto com papelão, plástico ou lona.
Aquecedores a gás também merecem atenção especial. A manutenção dos aquecedores a gás deve ser ainda mais cuidadosa. Com a queda das temperaturas, o equipamento é mais utilizado e a tendência é manter as janelas e portas fechadas. Os ambientes mal ventilados se tornam o cenário ideal para o acúmulo de um gás tóxico: o monóxido de carbono.
Outro perigo nesta época do ano é a improvisação de aquecedores — álcool, carvão ou chamas. Esse tipo de medida deve ser evitado dentro de casa, assim como deixar o forno ligado para produzir calor.

Comentários Facebook

Paraná

Paraná se aproxima dos 470 mil casos de Covid-19 e mortes já são 8.676

Publicado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (10) 1.625 casos confirmados e 7 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 469.538 casos confirmados e 8.676 mortos em decorrência da doença.

Os casos deste informe referem-se à pacientes que estiveram ou estão com a doença entre 24 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021. Os casos por data de confirmação do diagnóstico, ou encerramento (fechamento) do caso no sistema estão distribuídos nos meses: janeiro de 2021 são 1.541, os demais de 2020 nos meses de outubro 1, novembro 24 e dezembro 59. O detalhamento completo está no arquivo csv.

INTERNADOS – 1.350 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.075 pacientes em leitos SUS (585 em UTI e 490 em leitos clínicos/enfermaria) e 275 em leitos da rede particular (140 em UTI e 135 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.251 pacientes internados, 458 em leitos UTI e 793 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Leia mais:  Apreensões de cocaína atingem nível histórico no Litoral do Paraná

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 7 pacientes. São 4 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram nos dias 8 e 9 de janeiro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (3), Arapongas (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Ampére e Santa Mariana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.741 casos de residentes de fora, 73 pessoas foram a óbito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana