conecte-se conosco

Região Metropolitana

Municípios da Região Metropolitana de Curitiba podem decretar ‘lockdown’ em julho

Publicado

O risco de um “lockdown”, o fecha tudo, não é impossível na Grande Curitiba. Municípios da Região Metropolitana podem tomar esta medida caso os números da Covid-19 não recuem até o fim da próxima semana. O alerta foi do presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), Márcio Wozniak, prefeito de Fazenda Rio Grande, em entrevista ao jornal Boa Noite Paraná deste sábado (27).

A Regional de Saúde da RMC contabiliza 6.242 casos da doença, com 225 óbitos, segundo os números do boletim da Secretaria de Estado da Saúde deste sábado. Cerca de 40% dos casos e mortes estão fora de Curitiba.

Nesta semana, os municípios ligados à associação emitiram decretos com medidas contra a Covid-19, em conformidade com o que foi definido em encontro da Associação no sábado da semana passada. Os decretos complementam um decreto estadual do dia 19 de junho, que unifica as ações de combate ao coronavírus na região. Essas medidas têm validade para 14 dias.

Leia mais:  Decreto municipal autoriza reabertura de shoppings e cultos religiosos em São José dos Pinhais

Segundo o presidente da Assomec, após essas duas semanas com medidas mais restritivas, se não houver recuo nos casos do novo coronavírus, medidas mais duras podem ser tomadas, entre elas o lockdown. O prazo termina após o dia 5 de julho.

As medidas adotadas pela maioria dos municípíos da Assomec incluem serviços e atividades não essenciais fechadas aos sábados e domingos. Mas, Wozniak chama a atenção é para os ônibus lotados ao longo desta semana. Segundo ele, a primeira semana com as novas medidas foi bem aceito pela maior parte do comércio e população, mas ainda é preciso sanar problemas como a do transporte público.

Por isso o presidente da Assomec voltou a pedir a cooperação de todos os setores nos cuidados e respeito aos decretos dos municípios e do Estado para evitar uma medida tão severa como é o “lockdown”.

Comentários Facebook

Região Metropolitana

Festival de Empreendedorismo reúne 50 expositores no Barigui

Publicado

Frequentadores do Parque Barigui tiveram a oportunidade de conhecer e até comprar, neste sábado (20/11), produtos e serviços de quem empreende e tem negócio em Curitiba e região. O 3º Festival de Empreendedorismo do Vale do Pinhão reuniu, das 10h às 18h, 50 expositores em uma feira no Salão de Atos da Prefeitura.

O evento do ecossistema de inovação do Vale do Pinhão foi organizado pela Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação.

O público pode conferir, durante a feira,  itens de artesanato e produtos de moda e acessórios, beleza, lazer e bem-estar, saúde, casa e decoração. Uma área com artesanato gastronômico e cafés especiais também integrou a programação.

No estande da  artesã Ana Nilcen, os visitantes podiam encontrar porta-guardanapos, porta-copos, jogo americano, enfeites de porta e bordados também, todos os produtos feitos à mão. ‘’Parece que as pessoas este ano estão mais dispostas a comemorar, então confeccionamos produtos tanto para decoração de fim de ano como para uso no dia a dia’’, contou Ana.

Já as empreendedoras Karla Camacho e Elza Bernarde apresentaram para o público produtos de beleza naturais criados por elas e que levam a marca Kaé.  Uma parte dos cosméticos, inclusive, é produzida artesanalmente pelas próprias sócias curitibanas.  A linha conta com xampus e condicionadores sólidos, óleos corporais, sabonetes em barra, sabonetes líquidos, além de toda a linha facial como os séruns, hidratantes e desodorantes sem alumínio.

“A iniciativa do festival do Vale do Pinhão é fantástica e uma grande oportunidade para nós empreendedores mostrarmos a nossa marca e quem somos’’, disse Karla.

Além da feira de empreendedores, também ocorreu, neste sábado (20/11), das 14h às 17h, o Business Round do Festival de Empreendedorismo do Vale do Pinhão. A rodada de negócios foi realizada no formato de “pitch” onde os empreendedores apresentaram produtos e serviços para ponteciais parceiros de negócios, fornecedores e investidores.

Leia mais:  Polícia Civil prende grupo na RMC que tem líder preso em penitenciária de Cascavel

Programação híbrida

A 3ª edição do Festival de Empreendedorismo do Vale do Pinhão teve início, na última terça-feira (16/11), com capacitações diárias on-line com especialistas em inovação do Vale do Pinhão. Temas como Empreendendo do Zero, Atendimento ao Cliente e Franquia Pode Ser o Seu Negócio foram abordados por nomes como Eduardo Taffa, CEO do Sofá Novo de Novo; Márcia Giubertoni, consultora de negócios do Sebrae/PR; e Marcio Aurelio, CEO e co-fundador da Aurelio Luz Franchising & Varejo.

Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, explicou que o evento encerra as atividades de capacitação no ano dos programas municipais Bom Negócio, Emprendedora Curitibana e Worktiba, oferecendo troca de experiências e conhecimento, além da feira de negócios para apresentação de produtos e serviços.

“O festival começou há dois anos e busca criar oportunidades para que os empreendedores de Curitiba e região possam fazer conexões, se capacitem e apresentem produtos para a população e para potenciais parceiros”, reforçou Cris Alessi.

O 3º Festival de Empreendedorismo do Vale do Pinhão  teve como patrocinadores Datatem, Conta Azul, Positivo Tecnologia, OpenMEI, Dinie e Viacredi.

Leia mais:  Professora é encontrada morta dentro de loja na Grande Curitiba

O Instituto Municipal de Turismo, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), a Nobis, o Sebrae/PR, a Unibrasil, a Uninter e aUniversidade Positivo foram apoiadores do evento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana