conecte-se conosco

Região Metropolitana

Municípios da Região Metropolitana de Curitiba podem decretar ‘lockdown’ em julho

Publicado

O risco de um “lockdown”, o fecha tudo, não é impossível na Grande Curitiba. Municípios da Região Metropolitana podem tomar esta medida caso os números da Covid-19 não recuem até o fim da próxima semana. O alerta foi do presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), Márcio Wozniak, prefeito de Fazenda Rio Grande, em entrevista ao jornal Boa Noite Paraná deste sábado (27).

A Regional de Saúde da RMC contabiliza 6.242 casos da doença, com 225 óbitos, segundo os números do boletim da Secretaria de Estado da Saúde deste sábado. Cerca de 40% dos casos e mortes estão fora de Curitiba.

Nesta semana, os municípios ligados à associação emitiram decretos com medidas contra a Covid-19, em conformidade com o que foi definido em encontro da Associação no sábado da semana passada. Os decretos complementam um decreto estadual do dia 19 de junho, que unifica as ações de combate ao coronavírus na região. Essas medidas têm validade para 14 dias.

Leia mais:  Com nove tiros de pistola 9mm, homem é morto em plena luz do dia em região movimentada

Segundo o presidente da Assomec, após essas duas semanas com medidas mais restritivas, se não houver recuo nos casos do novo coronavírus, medidas mais duras podem ser tomadas, entre elas o lockdown. O prazo termina após o dia 5 de julho.

As medidas adotadas pela maioria dos municípíos da Assomec incluem serviços e atividades não essenciais fechadas aos sábados e domingos. Mas, Wozniak chama a atenção é para os ônibus lotados ao longo desta semana. Segundo ele, a primeira semana com as novas medidas foi bem aceito pela maior parte do comércio e população, mas ainda é preciso sanar problemas como a do transporte público.

Por isso o presidente da Assomec voltou a pedir a cooperação de todos os setores nos cuidados e respeito aos decretos dos municípios e do Estado para evitar uma medida tão severa como é o “lockdown”.

Comentários Facebook

Região Metropolitana

IPVA 2022 Paraná: veja como pagar com Pix ou em até 12x

Publicado

Primeira parcela e cota única do IPVA 2022 Paraná começa a vencer e pagamento pode ser feito via Pix ou em até 12x no app Zul+

O IPVA 2022 Paraná começou a vencer hoje (17/01) em todo o estado. E embora esteja mais caro devido à valorização dos carros no Brasil, há uma boa notícia para o motorista paranaense.

O Zul+, principal Autotech da América Latina, permite o pagamento do tributo de maneira descomplicada e inteligente. Com o app, é possível quitar o IPVA e o licenciamento do veículo em menos de 1 minuto com Pix ou em até 12x no cartão de crédito.

Quando vence o IPVA 2022 no Paraná?

O IPVA 2022 começa a vencer no dia 17 de janeiro no Paraná para veículos com placa final 1 e 2. Vale lembrar que o pagamento adiantado já está disponível e não é necessário aguardar o dia exato do vencimento do seu veículo para quitar o imposto.

Veja o calendário completo do IPVA 2022 PR abaixo e saiba até quando você pode pagar.

Saiba como pagar o IPVA 2022 no Paraná

Você pode pagar o IPVA 2022 PR de maneira simples, segura e inteligente com o app Zul+. Veja o passo a passo a seguir:

Leia mais:  Prefeitura de São José dos Pinhais informa sobre bloqueio de rua até o domingo

1) Baixe o app Zul+ aqui

2) Acesse a função de “IPVA”

3) Cadastre seu veículo para consultar o valor do tributo

4) Escolha a melhor opção de pagamento: Pix, parcelado com o Governo ou em até 12x no cartão de crédito

5) Deslize o dedo para pagar

É seguro pagar o IPVA no Zul+?

Sim! O Zul+ é a principal Autotech da América Latina e mais de 3 milhões de motoristas já utilizaram o app para pagar suas taxas.

 Ao todo, são mais de 19 milhões de transações realizadas, 110 mil avaliações nas lojas de aplicativos e uma nota 4,9 de 5 estrelas. Tudo isso graças à simplicidade e segurança que o app oferece ao motorista brasileiro.

 Vale dizer que após você confirmar o pagamento do IPVA no app, o Zul+ quita o débito junto à Secretaria da Fazenda e te envia um comprovante via e-mail com todas as informações necessárias.

O que acontece depois de pagar o IPVA?

Com o IPVA quitado, você já consegue realizar o licenciamento anual do veículo. No app Zul+, você inclusive pode fazer os dois juntos.

Leia mais:  Homem é preso com mais de 80 kg de cocaína escondidos em fundo falso de caminhonete na Região de Curitiba

 O licenciamento é fundamental para regularizar a circulação do veículo no Brasil e liberar a emissão do documento eletrônico, o CRLV Digital 2022.

E o que acontece se você não pagar o IPVA?

O IPVA atrasado não rende multa de trânsito e nem apreensão do veículo. No entanto, deixar de pagar o imposto não é uma boa ideia. Confira abaixo todas as consequências do não pagamento:

1) Juros de 0,33% por dia de atraso

2) Bloqueio do licenciamento e do CRLV Digital

3) Nome inscrito na dívida ativa

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana