conecte-se conosco

Geral

Mulher denuncia ex-namorado por divulgar imagens íntimas na internet; suspeitos de compartilhar foram indiciados

Publicado

Por RPC Foz do Iguaçu

Uma professora de Itapejara do Oeste, no sudoeste do Paraná, denunciou à Polícia Civil ter tido imagens íntimas divulgadas por um ex-namorado e repassadas por outras pessoas em grupos de aplicativos de mensagens.

Ela conta que soube que as imagens estavam sendo compartilhadas, ao ser avisada pela diretora da escola onde trabalha.

“As pessoas não imaginam como isso afeta a vida da gente. A vergonha, o constrangimento, não tem nada que vá pagar, mas que, pelo menos se faça justiça, né?! Que eles tenham que pagar pelo que fizeram”, afirma a vítima.

Segundo a vítima, as fotos foram feitas durante o relacionamento, que durou quatro meses, e mostravam o rosto dela.

“Essas fotos, quem tinha, era somente um ex-namorado (…) Eram imagens que ele pedia para fazer e eu, no momento de intimidade, de confiança, consenti”, disse.

Ela afirma acreditar que o motivo da divulgação das imagens foi vingança: “Eu passei mensagem para ele e cobrei sobre o que tinha acontecido. Ele assumiu e falou: ‘Você pediu isso'”.

Leia mais:  Fora dos padrões de beleza, jovem rebate quem a mandou emagrecer para casar

As fotos foram divulgadas em grupos de aplicativos de mensagens com mais de 150 integrantes, de acordo com a polícia. A delegada que investiga o caso, Franciela Alberton, informou que identificou e indiciou as pessoas que compartilharam as imagens.

Desde setembro de 2018, segundo a polícia, a conduta se tornou crime, com pena prevista de um a cinco anos de prisão.

“Você é livre para se deixar filmar e fotografar, Não é crime. Receber esses vídeos e fotos também não é crime, mas a partir do momento que você transmite cenas de nudez ou sexo sem autorização da pessoa que nelas aparece, você está cometendo um crime”, ressalta a delegada.

A delegada afirmou que ouviu frases que considerou absurdas ao intimar alguns dos homens que compartilharam as fotos.

“Um dos intimados disse que não viria à delegacia. Ao ser questionado, disse que não tinha tempo ‘para essas bobeiras’. Um outro indivíduo que, ao ser intimado, disse que quem deveria responder pelo crime ‘é essa mulher aí que se deixou tirar foto pelada'”, lembra a delegada.

Comentários Facebook

Geral

Eleições 2022: Ratinho Junior anuncia primeiras mudanças no secretariado

Publicado

Arquivo/Rodrigo Félix Leal/AEn

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou nesta quarta-feira (12) as primeiras mudanças no secretariado de olho nas Eleições de 2022. As trocas serão efetivadas na próxima segunda-feira (17).

O atual secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), deixará o cargo para retomar o mandato como deputado estadual. Ele deve se lançar candidato à reeleição, ou concorrer à Câmara dos Deputados ou Senado Federal.

O posto dele será ocupado pelo atual secretário João Carlos Ortega, que chefiava a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. A pasta agora será conduzida pelo ex-prefeito de Pato Branco Augustinho Zucchi (Podemos).

Outra mudança é na Chefia de Gabinete, que passará a ser conduzida pelo ex-presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) Darlan Scalco (PSDB). O atual chefe, Daniel Villas Bôas, assume a Superintendência de Relações Institucionais.

Sem mencionar as Eleições 2022, o governador Ratinho Junior afirmou que o objetivo das mudanças é reforçar o atendimento aos municípios e fortalecer o diálogo com o terceiro setor, o empresariado e com os outros órgãos.

Leia mais:  O que namoro de Bolsonaro com PR revela sobre estratégia rumo ao Planalto

“Tenho plena confiança em cada pessoa que assume esses cargos. Fizeram excelentes trabalhos em seus postos anteriores”, disse ele, por meio da Agência Estadual de Notícias.

Outras mudanças são esperadas nas próximas semanas. O prazo limite para que os futuros candidatos às Eleições 2022 se afastem de cargos públicos é dia 1º de abril, seis meses antes do pleito.

Na lista de futuros candidatos estão os também secretários estaduais Ney Leprevost (Justiça e Família), Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Beto Preto (Saúde).

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana