conecte-se conosco

Curitiba

Motorista de acidente que matou advogada admite taça de vinho, mas alega que mulher furou preferencial

Publicado

O motorista de 30 anos que colidiu contra o automóvel de Simone Terezinha Rodrigues prestou depoimento à Delegacia de Delitos de Trânsito e admitiu ter tomado uma taça de vinho cinco horas antes do acidente que matou a advogada de 45 anos. O condutor do veículo Ford Fiesta preto também alegou que Simone seria a responsável do impacto, após ter furado a preferencial no cruzamento da rua Pinheiros Guimarães com a Carlos Diestchz, no bairro Portão, na tarde da última segunda-feira (22). O Dedetran afirma que uma testemunha ocular contradiz essa versão. Segundo o delegado Leonardo Carneiro, responsável pelas investigações, a falta de provas materiais impediu que o motorista fosse preso em flagrante, já que se recusou a realizar o teste do bafômetro, assim como o exame de dosagem no IML. “Os policiais militares que atenderam o caso também não notaram sinais de ingestão de bebida alcoólica. Esses dois fatos impossibilitaram autuá-lo em flagrante, pelo crime de embriaguez ao volante”, revelou à reportagem da Banda B.

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, assume a presidência da Assomec

Curitiba

Covid-19: remessa comCovid-19: remessa com 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná

Publicado

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionadA Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionada ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.a ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.

As vacinas destinadas às crianças chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 23h10, e nos próximos dias serão distribuídas para as 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Leia mais:  Vigilância sanitária irá fiscalizar uso de máscaras no Paraná

“Estamos só no começo ainda na vacinação deste novo público. Receberemos e vamos distribuir muitos lotes como este, para que, desta forma, consigamos atingir as mais de 1 milhão de crianças do Estado. Estou confiante de que, assim como foi com os adolescentes, teremos bastante comparecimento aos postos de vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A imunização das crianças depende de consentimento dos pais ou responsáveis. Caso eles não estejam presentes no momento da vacinação, é necessário entregar uma autorização por escrito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana