conecte-se conosco

Região Metropolitana

Irmãos são presos suspeitos de dois homicídios; uma das vítimas foi morta por engano

Publicado

MassaNews

Dois irmãos foram presos na última terça-feira (11), no bairro Cajuru, suspeitos de cometer dois homicídios em sequência. Os crimes foram cometidos no dia 25 de maio, em São José dos Pinhais e em Curitiba. Uma das vítimas era conhecida de um dos suspeitos, e teria sido morta por engano em frente a uma distribuidora de bebidas, também no bairro Cajuru.

Geneverson Franck Valgarengui, de 33 anos, conhecido como “Nego”, e Geverson Aleksandro Valgarengui, 34, conhecido como “Polaco”, teriam ido até o bairro Independência, em São José dos Pinhais, atrás de um homem com quem teriam uma rixa pelo tráfico de drogas. “Polaco e Nego desceram de um carro, armados com uma pistola, e se aproximaram de uma pessoa, chamada Brian. Os irmãos perguntaram por Tiago ‘Rato’, que seria o verdadeiro alvo, e como não encontraram, desferiram os tiros que mataram Brian”, explicou o delegado Tito Lívio Barrichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Após o crime, Polaco foi até a distribuidora de bebidas da sua família, localizada no bairro Cajuru. Momentos depois de o homem chegar ao local, Bruno Rodrigues de Oliveira se aproximou do estabelecimento em uma motocicleta e, enquanto ainda estava de capacete, foi atingido por dois tiros. “Quando o Bruno se aproximou, o Polaco acreditou que fosse alguém que ia ‘cobrar’ pela morte de Brian e, sem pensar duas vezes, atirou e matou o rapaz, que na realidade era seu amigo”, disse.

Leia mais:  ONG é impedida de erguer casas novas para moradores de área de preservação, em São José dos Pinhais

De acordo com o delegado, o estabelecimento estava cravejado de tiros, o que indica que, possivelmente, o grupo rival ao dos irmãos foi até o local para vingar a morte de Brian. “Houve engano total, Bruno era totalmente inocente em relação ao fato. Se o Polaco soubesse que o Bruno estava se aproximando dele, que era seu conhecido, não teria atirado. Ele morreu por estar no lugar errado e na hora errada”, concluiu.

Os irmãos já possuem antecedentes criminais, sendo que Polaco já conta com passagens policiais por homicídio, porte ilegal de arma, entre outros ilícitos. Nego, por sua vez, já respondeu por receptação e posse de droga por consumo próprio.

Informações Polícia Civil

Comentários Facebook

Região Metropolitana

Setran alerta para site que promove leilões de veículos de forma ilegal

Publicado

A Setran (Superintendência de Trânsito) denunciou na Polícia Civil um site falso de leilões de veículos. A plataforma usa dados falsos e ainda afirma ter a chance do órgão municipal.

O site falso (setranleiloes.com/br/) apresenta telefones e e-mails inverídicos e se intitula como o site oficial dos leilões de veículos da Setran.

As informações e indicações dos leilões promovidos pela Setran são publicados sempre no site (https://transito.curitiba.pr.gov.br/patio/leilao-eletronico-de-veiculos/52).

Vale lembrar que todos os domínios de secretarias e órgãos da Prefeitura de Curitiba tem sempre a extensão (curitiba.pr.gov.br) dentro do endereço eletrônico.

O boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil nesta quarta-feira (6), mas o site falso de leilões segue ativo normalmente.

Comentários Facebook
Leia mais:  Em protesto, índios bloqueiam os dois sentidos da BR-277 na Região de Curitiba
Continue lendo

Mais Lidas da Semana