conecte-se conosco

Região Metropolitana

Irmãos são presos suspeitos de dois homicídios; uma das vítimas foi morta por engano

Publicado

MassaNews

Dois irmãos foram presos na última terça-feira (11), no bairro Cajuru, suspeitos de cometer dois homicídios em sequência. Os crimes foram cometidos no dia 25 de maio, em São José dos Pinhais e em Curitiba. Uma das vítimas era conhecida de um dos suspeitos, e teria sido morta por engano em frente a uma distribuidora de bebidas, também no bairro Cajuru.

Geneverson Franck Valgarengui, de 33 anos, conhecido como “Nego”, e Geverson Aleksandro Valgarengui, 34, conhecido como “Polaco”, teriam ido até o bairro Independência, em São José dos Pinhais, atrás de um homem com quem teriam uma rixa pelo tráfico de drogas. “Polaco e Nego desceram de um carro, armados com uma pistola, e se aproximaram de uma pessoa, chamada Brian. Os irmãos perguntaram por Tiago ‘Rato’, que seria o verdadeiro alvo, e como não encontraram, desferiram os tiros que mataram Brian”, explicou o delegado Tito Lívio Barrichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Após o crime, Polaco foi até a distribuidora de bebidas da sua família, localizada no bairro Cajuru. Momentos depois de o homem chegar ao local, Bruno Rodrigues de Oliveira se aproximou do estabelecimento em uma motocicleta e, enquanto ainda estava de capacete, foi atingido por dois tiros. “Quando o Bruno se aproximou, o Polaco acreditou que fosse alguém que ia ‘cobrar’ pela morte de Brian e, sem pensar duas vezes, atirou e matou o rapaz, que na realidade era seu amigo”, disse.

Leia mais:  Mulher morta por peça que se soltou de caminhão era professora da PUCPR

De acordo com o delegado, o estabelecimento estava cravejado de tiros, o que indica que, possivelmente, o grupo rival ao dos irmãos foi até o local para vingar a morte de Brian. “Houve engano total, Bruno era totalmente inocente em relação ao fato. Se o Polaco soubesse que o Bruno estava se aproximando dele, que era seu conhecido, não teria atirado. Ele morreu por estar no lugar errado e na hora errada”, concluiu.

Os irmãos já possuem antecedentes criminais, sendo que Polaco já conta com passagens policiais por homicídio, porte ilegal de arma, entre outros ilícitos. Nego, por sua vez, já respondeu por receptação e posse de droga por consumo próprio.

Informações Polícia Civil

Comentários Facebook

Região Metropolitana

IPVA 2022 Paraná: veja como pagar com Pix ou em até 12x

Publicado

Primeira parcela e cota única do IPVA 2022 Paraná começa a vencer e pagamento pode ser feito via Pix ou em até 12x no app Zul+

O IPVA 2022 Paraná começou a vencer hoje (17/01) em todo o estado. E embora esteja mais caro devido à valorização dos carros no Brasil, há uma boa notícia para o motorista paranaense.

O Zul+, principal Autotech da América Latina, permite o pagamento do tributo de maneira descomplicada e inteligente. Com o app, é possível quitar o IPVA e o licenciamento do veículo em menos de 1 minuto com Pix ou em até 12x no cartão de crédito.

Quando vence o IPVA 2022 no Paraná?

O IPVA 2022 começa a vencer no dia 17 de janeiro no Paraná para veículos com placa final 1 e 2. Vale lembrar que o pagamento adiantado já está disponível e não é necessário aguardar o dia exato do vencimento do seu veículo para quitar o imposto.

Veja o calendário completo do IPVA 2022 PR abaixo e saiba até quando você pode pagar.

Saiba como pagar o IPVA 2022 no Paraná

Você pode pagar o IPVA 2022 PR de maneira simples, segura e inteligente com o app Zul+. Veja o passo a passo a seguir:

Leia mais:  Suspeito leva tiro no pescoço após arrancar cantando pneu de abordagem policial

1) Baixe o app Zul+ aqui

2) Acesse a função de “IPVA”

3) Cadastre seu veículo para consultar o valor do tributo

4) Escolha a melhor opção de pagamento: Pix, parcelado com o Governo ou em até 12x no cartão de crédito

5) Deslize o dedo para pagar

É seguro pagar o IPVA no Zul+?

Sim! O Zul+ é a principal Autotech da América Latina e mais de 3 milhões de motoristas já utilizaram o app para pagar suas taxas.

 Ao todo, são mais de 19 milhões de transações realizadas, 110 mil avaliações nas lojas de aplicativos e uma nota 4,9 de 5 estrelas. Tudo isso graças à simplicidade e segurança que o app oferece ao motorista brasileiro.

 Vale dizer que após você confirmar o pagamento do IPVA no app, o Zul+ quita o débito junto à Secretaria da Fazenda e te envia um comprovante via e-mail com todas as informações necessárias.

O que acontece depois de pagar o IPVA?

Com o IPVA quitado, você já consegue realizar o licenciamento anual do veículo. No app Zul+, você inclusive pode fazer os dois juntos.

Leia mais:  Fusca é furtado em supermercado no Paraná, e família faz apelo: 'Filha de 7 anos nem come direito'

 O licenciamento é fundamental para regularizar a circulação do veículo no Brasil e liberar a emissão do documento eletrônico, o CRLV Digital 2022.

E o que acontece se você não pagar o IPVA?

O IPVA atrasado não rende multa de trânsito e nem apreensão do veículo. No entanto, deixar de pagar o imposto não é uma boa ideia. Confira abaixo todas as consequências do não pagamento:

1) Juros de 0,33% por dia de atraso

2) Bloqueio do licenciamento e do CRLV Digital

3) Nome inscrito na dívida ativa

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana