conecte-se conosco

Curitiba

Celebrações de Corpus Christi alteram trânsito no Centro de Curitiba; veja as ruas com bloqueio

Publicado

SMCS

Celebrações programadas para o feriado de Corpus Christi, nesta-quinta-feira (20/6), vão provocar bloqueios temporários de trânsito no Centro e no Centro Cívico. Agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) vão auxiliar pedestres e motoristas ao longo do dia.

A tradicional confecção do tapete de serragem de Corpus Christi será feita da Praça Tiradentes, no Centro, até a Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico. Uma faixa de trânsito será bloqueada na extensão da Rua Barão do Serro Azul e da Avenida Cândido de Abreu, até o fim da decoração.

O bloqueio parcial acontece das 7h às 13h, mas as ruas transversais continuarão livres para a passagem de veículos.

A missa na Praça Tiradentes está programada para as 14h30. Na sequência, por volta das 15h, os fiéis seguem em procissão pelas Barão do Serro Azul e Cândido de Abreu, até chegarem à Praça Nossa Senhora da Salete.

Durante a procissão, as vias ficarão bloqueadas e serão liberadas tão logo as pessoas finalizem a passagem por cada local.

Leia mais:  Prefeitura começa a aplicar 55 mil testes em grupos prioritários

Apresentações religiosas completam a programação na Praça Nossa Senhora da Salete. Para a realização dos shows, ruas próximas à praça terão interrupção na passagem de veículos no período das 17h às 20h.

Ruas bloqueadas para a procissão, entre 15h e 17h

– Treze de Maio, no cruzamento com a Duque de Caxias
– Presidente Carlos Cavalcanti, esquina com as ruas Mateus Leme e Riachuelo
– Paula Gomes, no cruzamento com a Mateus Leme
– Heitor Stockler de França, esquina com as ruas Ary Camargo Queiroz e Riachuelo
– Mateus Leme, esquina com a Barão de Antonina
– Marechal Hermes, no cruzamento com a Lysimaco Ferreira da Costa

Ruas bloqueadas das 17h às 20h para o encerramento do evento

– Cândido de Abreu, esquina com a Prefeito Rosaldo Gomes Mello Leitão
– Euclides Bandeira, no cruzamento com a Professor Benedito Nicolau dos Santos
– Marechal Hermes, na rotatória com a Deputado Mário de Barros

Comentários Facebook

Curitiba

Crise de abastecimento de remédios chega aos postos de saúde no Paraná

Publicado

A crise de abastecimento de remédio não só continua nas farmácias como já afeta os postos de saúde gerenciados pelas Prefeituras dos municípios do Paraná. Um ofício publicado no dia 22 de junho pelo Consórcio Paraná Saúde, que atua na aquisição de medicamentos para 398 municípios paranaenses, alertou sobre os medicamentos que estarão em falta para os próximos lotes de abastecimento.

Entre os remédios que podem faltar estão alguns essenciais para o tratamento de síndromes respiratórias, como Amoxilina + Clavunalato e Dipirona. Em pelo menos cinco prefeituras, também há falta de Tamiflu, antiviral para pacientes com complicações do vírus Influenza.

Segundo o consórcio, o problema se agravou nas últimas semanas, devido ao avanço da pandemia de coronavírus, ao aumento dos casos de doenças respiratórias em crianças, ao cenário de epidemias de dengue em várias regiões do Estado, e ainda pela falta de princípios ativos para a produção de diversos medicamentos.

Os remédios em falta, segundo o Consórcio Paraná Saúde, são: Amoxicilina + Clavulanato (50 + 12,5 mg/ml – suspensão oral), Dipirona Sódica – comprimido, Dipirona Sódica – solução injetável, Gentamicina 5 mg/ml – solução oftálmica e Hipromelose – 5 mg/ml – solução oftálmica.

Leia mais:  Locais de uso coletivo serão obrigados a fazer medição de temperatura no Paraná; falta sanção do governador

Os medicamentos em falta fazem parte do Componente Básico da Assistência Farmacêutica (CBAF), cuja responsabilidade pela aquisição é das Secretarias Municipais de Saúde para posterior dispensação no nível ambulatorial por meio das Unidades Básicas de Saúde e abastecimento das Unidades de Pronto Atendimento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana