conecte-se conosco

Esportes

Athletico vence o Flamengo nos pênaltis e está nas semifinais da Copa do Brasil

Publicado

Tribuna Paraná

Sobrou emoção, sorte e, sobretudo, competência. O Athletico está classificado para a semifinal da Copa do Brasil. Com o Maracanã lotado na noite desta quarta-feira (17), o Furacão segurou o Flamengo no tempo normal, empatou em 1×1 e garantiu a classificação ao vencer a equipe carioca na disputa de penalidades para enfrentar o Grêmio na próxima etapa da competição nacional. O time atleticano já volta a campo neste sábado (20), às 19h, para enfrentar o CSA, em Maceió, pelo Campeonato Brasileiro.

Como já era esperado, o Flamengo iniciou o jogo pressionando. A ideia do time carioca era tentar definir a partida já nos primeiros minutos. Com o Maracanã lotado, a equipe da Gávea acuou o Athletico na primeira meia hora de partida. O primeiro gol só não saiu graças a boa atuação do goleiro Santos. O arqueiro atleticano apareceu bem pela primeira vez aos sete minutos. Diego fez boa jogada, Gabigol cruzou e Arrascaeta, livre, cabeceou em cima do camisa 1.

Na sequência, Arrascaeta, jogador mais lúcido do meio de campo do Flamengo, deixou o campo machucado e deu lugar a Vitinho. Mesmo assim, o time carioca seguiu com o domínio da partida e criando boas chances. Aos 15, Rafinha cruzou, Lincoln tentou e o goleiro Santos e a trave salvaram o Athletico de tomar o primeiro. Na sequência, Santos saiu jogando errado, Lincoln recebeu de Diego e o goleiro do Furacão se recuperou e defendeu.

O Athletico não conseguia jogar. Apenas assistia ao Flamengo atuar e tentava minar as investidas dos donos da casa de todas as maneiras. Depois da pressão iniciar do time flamenguista, o Furacão conseguiu fazer uma partida mais equilibrada nos 15 minutos finais. Conseguiu isso depois de encaixar a marcação e de conseguir controlar a pressão imposta pelos cariocas.

Leia mais:  Braga aprova meninos da Vila e admite empolgação para trabalhar com Holan no Santos FC

Assim, o Rubro-Negro passou a jogar mais no campo ofensivo. A única chance do Athletico veio somente aos 29 minutos. Marcelo Cirino fez a jogada pela direita, cruzou e Rony, na área, chutou de primeira e mandou por cima. Mas apesar do equilíbrio, o Flamengo seguiu mais com a bola e criando as melhores chances. Aos 42, a defesa atleticana se atrapalhou, Lincoln tentou de cabeça e o goleiro Santos garantiu a igualdade no primeiro tempo.

O jogo pouco mudou no segundo tempo. O Flamengo seguiu mais com a bola, mas com dificuldades para criar chances claras de marcar. A equipe carioca, na verdade, rodava a bola de um lado para o outro, mas sem a objetividade necessária para furar a retranca imposta pelo Athletico.

O técnico Jorge Jesus, então, colocou Berrío na vaga de Lincoln. A alteração deu resultado. O Flamengo conseguiu abrir espaços na defesa atleticana e passou a criar mais oportunidades de marcar. O primeiro gol flamenguista veio aos 17 minutos. Vitinho fez a jogada pela esquerda, passou como quis por Jonathan, cruzou na área e, depois de Everton Ribeiro ajeitar, Gabigol recebeu livre e abriu o placar.

Imediatamente o técnico Tiago Nunes colocou Bruno Nazário na vaga de Nikão. O Athletico precisou se abrir mais e só não tomou o segundo gol, aos 27 minutos, na cabeça de Berrío, graças ao goleiro Santos. O Furacão, apesar de estar com uma formação mais ofensiva, não conseguia ter presença ofensiva. Mas conseguiu o empate aos 31. Bruno Nazário lançou, Rony apareceu na cara do gol e bateu sem chances para Diego Alves para igualar o marcador.

Leia mais:  Corinthians recebe o Atlético-GO em primeiro jogo da terceira fase da Copa do Brasil

O gol atleticano colocou fogo no jogo. O Flamengo, um pouco assustado, foi para o tudo ou nada. Gabigol, aos 36, recebeu na área, bateu cruzado, mas errou o alvo. Mas a equipe carioca passou a dar espaços. O Athletico, então, passou a jogar com mais tranquilidade e achar espaços para buscar a virada. Aos 44, a defesa afastou mal, Rony chutou de fora e a bola saiu por pouco. Apesar da insistência dos dois times, o empate prevaleceu e a disputa da vaga foi para os pênaltis.

Na disputa das penalidades, o Athletico levou a melhor, venceu por 3×1 e calou 70 mil flamenguistas no Maracanã. O Flamengo acabou desperdiçando com Diego, Vitinho e Everton Ribeiro. Já o Furacão marcou com Jonathan, Lucho González e Bruno Guimarães.

COPA DO BRASIL
Quartas de final – Volta

Flamengo 1(1)x(3)1 Athletico

Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO)
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Gols: Gabigol, 17, Rony, 31 do 2º
Cartões amarelos: Renê, Gabigol (FLA); Léo Pereira, Rony, Bruno Guimarães (CAP)
Público pagante: 64.884
Público total: 69.980
Renda: R$ 4.106.610,40

Flamengo
Diego Alves; Rafinha (Rodinei), Rodrigo Caio, Léo Duarte e Renê; Cuellar, Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Vitinho); Lincoln (Berrío) e Gabigol.
Técnico: Jorge Jesus

Athletico
Santos; Jonathan, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo (Lucho González); Wellington, Bruno Guimarães e Nikão (Bruno Nazário); Marcelo Cirino (Vitinho), Rony e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

Comentários Facebook

Esportes

No Rio de Janeiro, Coelho treina e se mobiliza para o grande duelo contra o Flamengo

Publicado


O América realizou, na tarde desta sexta-feira, seu segundo treinamento para o próximo compromisso do Campeonato Brasileiro. Já no Rio de Janeiro (RJ), o time comandado pelo técnico Lisca trabalhou no Estádio das Laranjeiras focado na partida contra o Flamengo-RJ pela 3ª rodada da competição. O confronto está marcado para o Maracanã, às 16h deste domingo.

A primeira atividade do Coelho para a partida foi realizada ainda em Santa Catarina, na manhã de quinta. Em seguida, a delegação seguiu para Florianópolis (SC), onde passou a noite, e logo cedo embarcou para o Rio.

Diante do Flamengo-RJ, o América buscará seus primeiros pontos no Brasileirão.

Nas Laranjeiras, o trabalho começou com uma ativação com bola, seguida de exercícios físicos coordenados pelo preparador Gerson Rocha. Enquanto isso, os goleiros Matheus Cavichioli e Jori foram para o campo e treinaram forte conforme as orientações do preparador Silvio Jardim.

Novamente sob chuva, que caiu sobre a capital fluminense, os atletas americanos tiveram um treino tático comandado por Lisca. Em espaço reduzido, os jogadores trabalharam alguns aspectos visando ao confronto com o Flamengo-RJ.

  Palmeiras realiza treino técnico visando o confronto contra o Coritiba

Leia mais:  Fora de casa, Figueirense encara o CRB

Após a atividade tática, Lisca deu atenção especial às jogadas de criação e finalização, objetivando o aumento da eficácia.

O lateral-esquerdo Marlon, que sentiu o joelho esquerdo após uma dividida na partida contra o Corinthians-SP, no último domingo, teve diagnosticado um estiramento no ligamento e permanece em tratamento no Departamento Médico do CT Lanna Drumond. No duelo contra o Criciúma-SC, na quarta-feira, ele já não pôde atuar por ter jogado a Copa do Brasil pelo Sampaio Corrêa-MA.

Outra baixa na equipe americana para a próxima partida é o volante Zé Ricardo, que apresentou incômodo na coxa esquerda e retornou a Belo Horizonte nesta sexta para prosseguir o tratamento.

Por outro lado, o time americano ganha mais três opções para o confronto com o Flamengo-RJ: o lateral-esquerdo Alan Ruschel e os volantes Juninho Valoura e Sabino viajaram para o Rio de Janeiro e se juntaram à delegação na manhã desta sexta-feira.
Após o treino, a delegação americana retornou ao hotel em que está hospedada no Rio de Janeiro. Neste sábado, às 15h30, o Coelho finaliza sua preparação com mais uma atividade nas Laranjeiras.

  Bahia pode garantir permanência na Série A na próxima rodada

Leia mais:  Braga aprova meninos da Vila e admite empolgação para trabalhar com Holan no Santos FC

Confira o áudio da entrevista com o lateral João Paulo:

fonte: https://agenciaesporte.com.br/wp-admin/post-new.php

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana