conecte-se conosco

Brasil

Apresentador do BOM DIA MT é demitido após receber nude ao vivo no jornal

Publicado

O jornalista Douglas Belan, foi demitido pela direção da TV Centro América (TVCA), afiliada Globo, na tarde desta quarta-feira (20), depois do apresentador e também editor-chefe do Bom Dia Mato Grosso, receber uma nude no WhatsApp do telejornal que é transmitido ao vivo todas as manhãs para o Estado.

Veja aqui a trolagem que foi feita com o apresentador.

A situação aconteceu na última segunda-feira (20) e mesmo diante da situação embaraçosa, o apresentador teve jogo de cintura e tocou o jornal normalmente.

Com isso, a postura do apresentador viralizou em vários sites de notícias e nas redes sociais, principalmente no microblog Twitter.

Belan, que antes atuava como um dos principais repórteres da RIC Record TV em Curitiba no Paraná, se mudou para Cuiabá e estava à frente do telejornal há cerca de dois meses e sempre realizou seu papel de comunicador de forma diferenciada e reverente, trazendo informação de forma leve e transparente.

Nos bastidores da comunicação em Mato Grosso, a demissão é vista como injusta, uma vez que o apresentador utilizava todos os equipamentos cedidos pela empresa e as mensagens recebidas não possuem filtro de seleção, são abertas de forma instantânea por quem está no comando do telejornal.

Leia mais:  PF prende 4 por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Comentários Facebook

Brasil

PRF alerta que não procedem as informações das Redes Sociais que afirmam sobre as proibições das remoções no CTB

Publicado

A Lei 14.229/21 contemplou processos que já existiam em normativos internos, mantendo condicionantes para veículos prosseguirem viagem.

Redes Sociais informavam que eram proibidas remoções de veículos, mas não é verdade

Diante das alterações recentes no CTB – Código de Trânsito Brasileiro, a PRF – Polícia Rodoviária Federal esclarece que não procedem as informações difundidas nas redes sociais que afirmam sobre a proibição das remoções por agentes de trânsito.

Quanto à aplicação da medida administrativa de remoção do veículo, o texto trata da possibilidade do condutor flagrado com irregularidades que impunham a remoção, poder prosseguir com a viagem.

Mas é importante destacar que tais possibilidades preservaram condicionantes aos agentes de trânsito: oferecer condições de segurança para circulação e desde que não consiga sanar a irregularidade no local da infração.

O coordenador geral de Segurança Viária, o PRF inspetor André Luiz Azevedo, informou que na maioria dos casos em que veículos são flagrados com irregularidades há risco à segurança viária, com a necessidade de remoção.

Leia mais:  Sete jovens morrem em acidente de trânsito após festa

André acrescenta que assegurar condições seguras do veículo para circular, visa a preservar a segurança do condutor também e demais usuários das rodovias, sendo dever primário do agente da fiscalização garantir essas condições para justificar a liberação.

Redação – Brasil do Trecho

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana