conecte-se conosco

Geral

Alkmin manda Taques se virar e exclui MT

Publicado

É curiosa a negativa do PSDB nacional (Leia-se Geraldo Alkmin), em excluir Mato Grosso da mesa de negociações para as articulações das próxima eleições. Alguns intérpretes da política local, ao contrário de toda a imprensa, avaliam que, na verdade, Alkmin mandou Taques se virar.

Com o fundo partidário controlado por Nilson Leitão, cujo presidente do partido no estado é seu aliado, e a direção nacional mais ligada a ele, Leitão pode mandar o grupo do colarinho branco a que pertence Aécio Neves e sua ‘cira’ Pedro Taques, pra ponte que caiu.

Por trás de tudo está o interesse de Alkmin na candidatura de Mauro Mendes, já que Taques é mega rejeitado e poderia atrapalhar seu palanque em MT, e de quebra ainda garante a eleição de Leitão ao senado numa chapa mais competitiva com Mendes. Esta é a equação mais fácil para o PSDB nacional, por isso não há interesse nenhum em incluir MT na mesa de negociações.

 

Muvuca Popular

Comentários Facebook
Leia mais:  Lutando pelas palavras: Nazismo é de direita

Geral

Eleições 2022: Ratinho Junior anuncia primeiras mudanças no secretariado

Publicado

Arquivo/Rodrigo Félix Leal/AEn

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), anunciou nesta quarta-feira (12) as primeiras mudanças no secretariado de olho nas Eleições de 2022. As trocas serão efetivadas na próxima segunda-feira (17).

O atual secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva (PSD), deixará o cargo para retomar o mandato como deputado estadual. Ele deve se lançar candidato à reeleição, ou concorrer à Câmara dos Deputados ou Senado Federal.

O posto dele será ocupado pelo atual secretário João Carlos Ortega, que chefiava a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. A pasta agora será conduzida pelo ex-prefeito de Pato Branco Augustinho Zucchi (Podemos).

Outra mudança é na Chefia de Gabinete, que passará a ser conduzida pelo ex-presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) Darlan Scalco (PSDB). O atual chefe, Daniel Villas Bôas, assume a Superintendência de Relações Institucionais.

Sem mencionar as Eleições 2022, o governador Ratinho Junior afirmou que o objetivo das mudanças é reforçar o atendimento aos municípios e fortalecer o diálogo com o terceiro setor, o empresariado e com os outros órgãos.

Leia mais:  UTI Pediátrica de Rondonópolis ameaça fechar e internações serão suspensas nesta quinta

“Tenho plena confiança em cada pessoa que assume esses cargos. Fizeram excelentes trabalhos em seus postos anteriores”, disse ele, por meio da Agência Estadual de Notícias.

Outras mudanças são esperadas nas próximas semanas. O prazo limite para que os futuros candidatos às Eleições 2022 se afastem de cargos públicos é dia 1º de abril, seis meses antes do pleito.

Na lista de futuros candidatos estão os também secretários estaduais Ney Leprevost (Justiça e Família), Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Beto Preto (Saúde).

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana