conecte-se conosco

Política

Servidores negam fim de greve e vão discutir proposta do governo neste sábado

Publicado

Bem Paraná

Servidores estaduais que estão em greve por reajuste salarial declararam nesta sexta-feira (12) que a paralisação não vai se encerrar apenas porque o governo do estado disse que iria. O encerramento da greve, se houver, sairá apenas após assembleia da categoria, marcada para este sábado (13) em Curitiba.

Nesta sexta, o governo fez nova proposta para encerrar a greve. Foi oferecida a implantação da data-base, com a primeira parcela de 2% liberada em janeiro de 2020. No total, o Estado pagaria 5,08% de reposição. Ao mesmo tempo em que anunciou a proposta, o governo declarou que a greve estaria encerrada, em matéria veiculada pela agência oficial de notícias do Estado.

“O governo diz que saiu um acordo e a greve acabou com 2% (de reposição) para janeiro. É uma tremenda mentira, o governo está brincando com a gente. Quem encerra a greve é a assembleia que vai ter amanhã”, disse nesta sexta-feira Rodrigo Tomazini, que pertence ao comando de greve.

Segundo ele, a chance de a proposta ser aprovada é pequena. “Não fizemos essa discussão, mas vamos levar amanhã (sábado) em debate na assembleia. É provável que não seja aprovado”, disse ele. “Por enquanto não tem nada. A greve continua”.

Leia mais:  'Juízes cometem ilícitos e devem ser punidos', diz Fachin em Curitiba

Os servidores reivindicam reajuste de 4,94% relativo à inflação de abril de 2018 a maio de 2019.

Comentários Facebook

Política

Eleitores têm até 6 de maio para procurar cartório e regularizar situação eleitoral

Publicado

Para votar nas Eleições Municipais de 2020, os eleitores devem estar atentos ao prazo de 6 de maio, que é o último dia para regularizar a situação na Justiça Eleitoral. A partir do dia 7 de maio até o final da eleição, o Cadastro Eleitoral ficará fechado – período em que nenhuma alteração poderá ser efetuada no registro do eleitor –, sendo permitida somente a emissão da segunda via do título. Esse prazo é importante para que a Justiça Eleitoral tenha um retrato fiel do eleitorado que participará do pleito.
Diversos serviços podem ser solicitados diretamente nos cartórios eleitorais, sem a necessidade de intermediação de terceiros. São eles: emissão do título de eleitor, transferência de domicílio eleitoral, revisão dos dados e cadastramento biométrico, entre outros. Todos esses serviços são gratuitos.

Dia 6 de maio também é a data-limite para o cidadão procurar o cartório para pedir a mudança de domicílio eleitoral e regularizar sua situação, estando apto a exercer o direito de voto.

É possível verificar a regularidade do título acessando o Portal do TSE. Basta clicar em Serviços ao Eleitor e, depois, em Situação Eleitoral. As informações necessárias são nome completo e data de nascimento.

Leia mais:  Câmara aprova prioridade para pagamento com cartão-transporte nos ônibus de Curitiba

Fonte: Blog Politica em Debate

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana