conecte-se conosco

Curitiba

Restaurantes e lanchonetes devem abrir até às 22 horas em Curitiba

Publicado

Após reunião nesta segunda-feira (15) entre a Prefeitura de Curitiba e representantes do comércio, duas entidades ligadas ao setor de bares e restaurantes confirmaram que o setor irá voltar a atender até às 22 horas.

Confirmaram a abertura de lanchonetes e restaurantes das 12 horas às 22 horas a Abrasel-PR (Associação Brasileiras de Bares e Restaurantes do Paraná ) e a Abrabar (Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas).

O presidente da Abrabar, Fábio Aguayo, afirmou que a mudança não é o suficiente para o setor e que a Prefeitura de Curitiba tem criminalizado de forma generalizada os proprietários desses estabelecimentos.

“Não é uma vitória. É apenas um alento. As pessoas precisam voltar a trabalhar e aí temos bares clandestinos trabalhando em Curitiba nessa pandemia, assim vai voltar o mundo do Al Capone. Quem é sério, que paga imposto não é valorizado, é demonizado e tratado como marginal”, pontuou Aguayo.

 

No sábado (13), a Prefeitura de Curitiba avaliou que os índices do novo coronavírus (Covid-19) na cidade chegaram ao nível de “alerta médio” e por isso era necessário que lanchonetes e restaurantes ficassem abertos ao público somente entre às 11 horas e 15 horas,

Leia mais:  Bandidos armados roubam carrão de luxo e mais dois veículos de loja em Curitiba

Mas segundo a Abrasel e a Abrabar um novo decreto será assinado pela Prefeitura de Curitiba nos próximos dias permitindo o turno de dez horas desses estabelecimentos com portas abertas ao consumidor.

Procurada pela reportagem sobre a confirmação da elaboração de um novo decreto para lanchonetes e restaurantes, a Prefeitura de Curitiba não se posicionou sobre o tema.

Estimativa da Abrabar aponta que entre 17 mil a 20 mil pessoas perderam o emprego devido ao coronavírus em bares, casas noturnas e restaurantes de Curitiba. Desses, 30% não devem retomar suas vagas com a reabertura desses locais.

Nesta segunda-feira a Abrabar entrou com uma ação na Justiça para garantir o direito de manifestações em Curitiba. Mas Aguayo pediu desculpas ao prefeito de Curitiba, Rafael Greca, e a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, por ter ameaçado ambos de montar acampamentos na frente de suas residências.

“Às vezes usamos uma palavra, que no calor da emoção e colocamos todo o desabafo para fora. Vamos continuar nos manifestando dentro do ordenamento legal e sem ofender ninguém”, finalizou Aguayo.

Leia mais:  Casal suspeito de roubar carro capota durante fuga, e motorista morre, em São José dos Pinhais

 

Comentários Facebook

Curitiba

Curitiba é escolhida por revista americana como a cidade mais inspiradora em preservação de áreas verdes

Publicado

Curitiba foi escolhida, segundo a revista americana Wired, como a cidade mais inspiradora em preservação de áreas verdes. O ranking foi postado no perfil do Instagram da revista, que conta com 1,6 milhão de seguidores.

Além de Curitiba, representada na foto por uma belíssima capivara, estão no ranking as cidades de Seul (Coreia do Sul), Copenhagen (Dinamarca), Nova Iorque (Estados Unidos) e Singapura (cidade-estado situada na Ásia).
Ao citar Curitiba a Wired apresentou a capital paranaense como uma cidade planejada, com dez mini florestas, ou seja, os parques de Curitiba. Além disso destacou o reflorestamento de 136 mil árvores entre os anos de 2013 e 2016. A publicação destacou ainda que um dos parques, que é representado na postagem como o Barigui, tem capivaras como moradoras

Comentários Facebook
Leia mais:  Avanço de frente fria vai derrubar a temperatura em Curitiba! Tem até previsão de geada!
Continue lendo

Mais Lidas da Semana