conecte-se conosco

Cidades

Propostas para obras do ‘viaduto triplo’ na Linha Verde serão abertas em 15 dias

Publicado

SMCS

No dia 17 de julho serão abertas as propostas para a contratação da empresa responsável pelas obras do viaduto da Linha Verde Norte, por sobre a Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã. O edital de licitação foi republicado pela Prefeitura em 24 de junho, com aviso no Diário Oficial da União, após atualização de orçamento.

Os investimentos na construção da estrutura somam cerca de R$ 47 milhões – R$ 35 milhões em recursos a fundo perdido do Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 12 milhões da Prefeitura. O valor anterior estimado para as obras era de R$ 31,9 milhões.

A atualização orçamentária foi uma exigência da Caixa Econômica Federal, tendo em vista o tempo decorrido sem licitar a obra desde a gestão anterior.

Viaduto triplo
A obra do chamado “viaduto triplo” irá permitir a operação completa da Linha Verde de ponta a ponta. O tabuleiro, com cerca de 1.500 metros de extensão, será alargado para a passagem dos biarticulados na pista central e de veículos nas paralelas.

Leia mais:  Incêndio atinge galeria da cadeia pública de Ponta Grossa

O conjunto será contemplado também com um terminal de ônibus ligando as linhas da Victor Ferreira do Amaral à Linha Verde. Uma trincheira será construída para desafogar o trânsito da Victor Ferreira do Amaral e no acesso à Linha Verde nas imediações do Colégio Militar do Exército.

Circulam pela região aproximadamente 119 mil veículos nos dias úteis, sendo 48,7 mil no eixo da Victor Ferreira do Amaral e 70,2 mil pela Linha Verde.

Comentários Facebook

Cidades

Prefeito evangélico é alvo de macumba em Mato Grosso

Publicado

O prefeito Jeferson Ferreira Gomes (DEM), de Comodoro, extremo oeste de MT, que é evangélico, foi surpreendido por um “despacho espiritural” no cemitério da cidade. A informação é do site Olhar Direto.

Segundo a publicação, o despacho foi descoberto na primeira quinzena neste mês.

No local havia um papel com nome do prefeito em cruz, garrafa de cachaça e um sapo morto. Tudo junto e misturado. O “trabalho” foi descoberto por uma moradora que visitava o túmulo de parente.

O despacho estava na porta, com terra de cemitério sobre o nome.

Não se sabe por quais motivos, alguém deseja a morte do prefeito, que não comentou o assunto.

Mistério!

Comentários Facebook
Leia mais:  Rede de farmácias oferece 170 vagas de trabalho em diversas unidades
Continue lendo

Mais Lidas da Semana