conecte-se conosco

Curitiba

Prefeito de Curitiba defende união entre municípios para salvar vidas

Publicado

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), defende a união entre os municípios para salvar vidas, combater o novo coronavírus e minimizar os impactos na economia.

De acordo com a prefeitura, foi essa a postura que Rafael Greca adotou na reunião realizada na manhã deste sábado (28) por videoconferência com o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), e prefeitos de cidades do estado.

Além de defender a união, afirmou que é preciso ter ânimo nesse momento.

 

Os prefeitos de Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Guarapuava, Araucária, São José dos Pinhais, Cascavel, Foz do Iguaçu e Piraquara participaram da reunião.

O objetivo do encontro foi alinhar um planejamento estratégico entre o governo estadual e os municípios para enfrentar a pandemia.

Mais testes e EPI’s

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, também esteve na videoconferência.

Ela ressaltou a necessidade da ampliação dos testes de verificação da Covid-19 para melhorar o monitoramento do avanço da doença, conforme informou a Prefeitura de Curitiba.

A secretária também disse, segundo a administração municipal, que é preciso ampliar a oferta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais de saúde. Ela afirmou que Curitiba ainda tem estoque, mas vai precisar de mais.

Leia mais:  Curitiba terá 254 pontos de wi-fi gratuito: terminais, Ruas da Cidadania e Liceus

Coronavírus no Paraná

O Paraná tem 125 casos confirmadosdo novo coronavírus, segundo o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que foi divulgado na sexta-feira (27). A capital paranaense concentra o maior número de casos confirmados, são 71.

Duas mortes causadas pelo novo coronavírus foram registradas no estado – em Maringá, no norte.

1.078 possíveis casos em investigação no estado.

Comentários Facebook

Curitiba

Covid-19: remessa comCovid-19: remessa com 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná 65,5 mil vacinas para crianças chega ao Paraná

Publicado

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionadA Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) recebeu na madrugada desta terça-feira (18) mais 65.500 vacinas da Pfizer/BioNTech para crianças, de 5 a 11 anos, contra a Covid-19.

Esta é a segunda remessa direcionada ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.a ao público infantil e faz parte do 78º Informe Técnico do governo federal. O documento orienta os municípios a vacinarem seguindo a ordem de prioridades, começando pelas crianças com comorbidades e deficiências permanentes.

As vacinas destinadas às crianças chegaram ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 23h10, e nos próximos dias serão distribuídas para as 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Leia mais:  Curitiba terá 254 pontos de wi-fi gratuito: terminais, Ruas da Cidadania e Liceus

“Estamos só no começo ainda na vacinação deste novo público. Receberemos e vamos distribuir muitos lotes como este, para que, desta forma, consigamos atingir as mais de 1 milhão de crianças do Estado. Estou confiante de que, assim como foi com os adolescentes, teremos bastante comparecimento aos postos de vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A imunização das crianças depende de consentimento dos pais ou responsáveis. Caso eles não estejam presentes no momento da vacinação, é necessário entregar uma autorização por escrito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana