conecte-se conosco

Noroeste

Preço do litro do Etanol bate recorde histórico em Umuarama

Publicado

Combustíveis em alguns Postos de Umuarama apresentaram mais uma alta ontem e o umuaramense não veem opção nem na gasolina nem no etanol para driblar os valores elevados. O susto maior foi com o etanol, que em comparação ao mesmo período do ano passado teve 15% de reajuste. O litro do combustível pode ser encontrado na cidade pelo valor mais alto a R$ 3,59 e o menor a R$ 3,28.

Mesmo com recorde de produção, o etanol foi combustível automotivo com maior alta no ano de 2019 e os valores continuam subindo a patamares nunca visto em Umuarama. Segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), o preço médio do etanol nos postos brasileiros subiu 11,5% em 2019.

No dia 8 de janeiro de 2019 a média do litro do etanol em Umuarama era de R$ 2,95. No último levantamento da ANP do dia 04 de janeiro de 2019, a média do combustível na cidade era de R$ 3,31. Porém, na manhã de ontem, os umuaramenses que buscaram os postos de combustíveis da cidade amargaram mais um aumento em média de R$ 0,10.

Na pesquisa realizada pelo jornal Umuarama Ilustrado o preço do litro do etanol na cidade, ontem, variava de R$ 3,28 até 3,59. “É um absurdo, as usinas com os tanques cheios de álcool e a gente pagando esse valor. Vamos ter que deixar o carro de lado e começar a andar de bicicleta”, ressaltou o vendedor Maurício Camargo.

Leia mais:  Prefeito de TAPIRA tem aprovação de 64.80% da população

No dia 17 de dezembro o jornal Umuarama Ilustrado já havia divulgado alta do etanol para o consumidor, quando o litro do combustível era vendido entre R$ 3,25 a R$ 3,39.

Em entrevista, o presidente da SIAMIG, Mário Campos, ressaltou que a alta no etanol se deve ao período de entressafra da cana-de-açúcar, quando os produtores precisam fazer, então, um equilíbrio entre a oferta e a demanda. “O ajuste nos preços é um processo natural do mercado que se autorregula” ressaltou.

PRODUÇÃO DO ETANOL

A produção de etanol de cana e milho do centro-sul do Brasil registrou um novo recorde na temporada 2019/2020, informou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). Colaboraram para o recorde uma moagem de 5% maior no acumulado da safra até o final de novembro, para 575,3 milhões de toneladas, além de um crescimento da produção de etanol de milho, destacou a Unica.

ETANAL OU GASOLINA?

Para carros flex é preciso ter cautela ao escolher que forma abastecer. A principal diferença de preços e vantagens entre os dois combustíveis está na proporção preço X desempenho. Para o álcool ser mais vantajoso do que a gasolina, o preço do litro tem que custar até 70% do litro da gasolina.

Para fazer a conta é simples. Basta dividir o valor do litro do álcool pelo da gasolina. Se o resultado for menor que 0,7, abasteça com álcool. Se maior, escolha a gasolina. Exemplo: se o álcool custa R$ 3,25 e a gasolina R$ 4,49, o resultado da divisão do primeiro pelo segundo é 0,72, logo e mais vantajoso abastecer com gasolina.

Leia mais:  Mulher que matou crianças envenenadas é encontrada morta em cadeia paranaense

INFLAÇÃO

A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA, a inflação oficial do país), desta vez, subiu de 4,04% para 4,13%. O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a inflação para famílias com renda até 2,5 salários-mínimos, fechou 2019 com inflação de 4,60%. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a taxa é superior aos 4,17% registrados no ano anterior.

SALÁRIO DEFASADO

Com base na cesta mais cara o Dieese estipulou o valor que o salário-mínimo deveria ser de R$ 4.021,39, ou 4,03 vezes o mínimo de R$ 998, para ser suficiente para suprir as despesas de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.

Comentários Facebook

Noroeste

Caminhonete é apreendida com 300 kg de maconha na BR-487, no Paraná

Publicado

Uma caminhonete foi apreendida na BR-487, em Alto Paraíso, no noroeste do Paraná, com 300 quilos de maconha na manhã deste domingo (5).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista empreendeu fuga quando os agentes, que são de Guaíra, no oeste, pediram para ele parar na rodovia.

A fuga ocorreu por cerca de cinco quilômetros. O condutor abandonou o veículo e fugiu em direção a um matagal. Ele não foi localizado.

A PRF informou que a caminhonete foi roubada em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, em junho.

A droga apreendida foi levada à delegacia da Polícia Civil de Xambrê, também no noroeste.

Comentários Facebook
Leia mais:  Mulher que matou crianças envenenadas é encontrada morta em cadeia paranaense
Continue lendo

Mais Lidas da Semana