conecte-se conosco

Paraná

Paraná disponibiliza forças policiais na captura de fugitivos integrantes do PCC

Publicado

O Governo do Paraná disponibilizou, neste domingo (19), as forças policiais do Estado para ajudar na captura de presos fugitivos da penitenciária do Paraguai.

Policiais Militares, Civis, Polícia Científica e Departamento Penitenciário estão  à disposição do Ministério da Justiça e Segurança Pública para reforçar os trabalhos de localização e captura dos fugitivos da Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul).

O Paraná é sede do Centro Integrado de Operações de Fronteira (CIOF), programa pioneiro no Brasil para atuação integrada e combate ao crime organizado.

Policiais da unidade estão em contato com o Ministério da Justiça desde as primeiras horas deste domingo (19) para reforçar o trabalho de inteligência das forças de segurança nacionais e paraguaias – o Acordo do Comando Tripartite, entre Brasil, Argentina e Paraguai, facilita esse intercâmbio.

A unidade atua desde dezembro de 2019 em três frentes: operações ostensivas, auxílio das investigações em curso e combate às facções criminosas. Estão à disposição das equipes federais e estaduais imagens de satélite e câmeras estratégicas dos municípios paranaenses e do Estado.

Leia mais:  STJ suspende redução de tarifa do pedágio do Paraná. Veja quais praças são afetadas

PARCERIA 

O Governo do Estado estabeleceu desde o começo de 2019 parcerias técnicas com o Ministério da Justiça e Segurança Pública para combate ao crime organizado em seu território. Além do CIOF e do CIISP-Sul, a gestão contempla o projeto Em Frente, Brasil, em São José dos Pinhais, a Delegacia Modelo de Investigação e Análise Financeira da Polícia Federal, em Curitiba, e as integração das bases de dados do banco de perfis genéticos.

CIISP-SUL

Policiais do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública da Região Sul (CIISP-Sul), que conta com as bases e sistemas de dados de órgãos dos três estados do Sul, também estão colaborando com o governo federal. O Centro, localizado em Curitiba, reúne informações sobre integrantes de organizações criminosas e ajuda a planejar ações de combate ao tráfico de drogas e contrabando de armas desde o começo do ano passado.

Comentários Facebook

Paraná

Paraná se aproxima dos 470 mil casos de Covid-19 e mortes já são 8.676

Publicado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (10) 1.625 casos confirmados e 7 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 469.538 casos confirmados e 8.676 mortos em decorrência da doença.

Os casos deste informe referem-se à pacientes que estiveram ou estão com a doença entre 24 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021. Os casos por data de confirmação do diagnóstico, ou encerramento (fechamento) do caso no sistema estão distribuídos nos meses: janeiro de 2021 são 1.541, os demais de 2020 nos meses de outubro 1, novembro 24 e dezembro 59. O detalhamento completo está no arquivo csv.

INTERNADOS – 1.350 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.075 pacientes em leitos SUS (585 em UTI e 490 em leitos clínicos/enfermaria) e 275 em leitos da rede particular (140 em UTI e 135 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.251 pacientes internados, 458 em leitos UTI e 793 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Leia mais:  Auxílio emergencial foi pago indevidamente a 4.687 servidores estaduais no Paraná

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 7 pacientes. São 4 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram nos dias 8 e 9 de janeiro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (3), Arapongas (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Ampére e Santa Mariana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.741 casos de residentes de fora, 73 pessoas foram a óbito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana