conecte-se conosco

Norte do Estado

MP-PR pede para que avó da menina Eduarda Shigematsu seja presa novamente

Publicado

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) pediu para que a avó da menina Eduarda Shigematsu seja presa novamente. A mulher é investigada pela morte da neta, que tinha 11 anos. O caso aconteceu em Rolândia, no norte do Paraná, em abril deste ano.

Terezinha de Jesus Guinaia e o filho Ricardo Seidi, que é o pai de Eduarda, são réus por homicídio e ocultação de cadáver.

“Uma vez admitido este inconformismo, requer-se a atribuição de efeito suspensivo à decisão ora atacada, uma vez que a soltura de Terezinha de Jesus Guinaia gerou grande clamor e repercussão negativa na sociedade local”, afirmou o promotor de Justiça Hideraldo José Real, no documento em que pede a prisão da mulher.

Na quinta-feira (27), dia em que se tornou ré, Terezinha foi solta, depois de uma decisão judicial. O pedido da promotoria, para que ela volte à prisão, foi feito em caráter de urgência no dia seguinte que ela foi solta. Agora, cabe a Justiça decidir.

Terezinha tinha sido presa em 30 de abril. Seidi continua detido. Ele foi preso no mesmo dia em que o corpo de Eduarda foi achado.

Quatro dias depois do desaparecimento de Eduarda, em 24 de abril, a Polícia Civil encontrou o corpo da menina enterrado nos fundos de uma casa que pertence a Seidi. O homem confessou ter enterrado o corpo da filha após, segundo ele, ter achado a garota morta.

A motivação do crime ainda não foi apontada – tanto o inquérito policial como a denúncia do MP-PR foram concluídos sem dizer qual foi a motivação.

Corpo de Eduarda Shigematsu foi encontrado enterrado no quintal de uma casa da família — Foto: Divulgação

Corpo de Eduarda Shigematsu foi encontrado enterrado no quintal de uma casa da família — Foto: Divulgação

O que diz a denúncia do MP-PR

De acordo a denúncia apresentada pelo MP-PR, o crime de homicídio tem agravantes, como meio cruel. Os acusados asfixiaram a menina e, conforme o MP-PR, não deram chance de defesa para a criança.

Há ainda o agravante por feminicídio, já que a agressão tem relação com o fato de a vítima ser mulher.

Além de homicídio e ocultação de cadáver, os dois também respondem por falsidade ideológica. Eles tentaram adulterar a realidade dos fatos para dificultar a investigação, segundo o MP-PR.

O que dizem as defesas

A defesa de Terezinha tem afirmado que ela não teve participação no crime e que o inquérito não conseguiu individualizar qual seria o grau de envolvimento dela. Para a defesa de Terezinha, a soltura determinada pela Justiça foi a medida mais correta.

Já o advogado de Seidi não tem se manifestado.

A mãe de Eduarda

Eduarda nasceu quando a mãe dela tinha 16 anos. Jéssica Pires perdeu a guarda da menina logo depois de se separar de Seidi.

O advogado de Jéssica já havia dito, anteriormente, que discordava da soltura de Terezinha, “especialmente porque Ricardo confirmou que a avó sabia ao menos sobre a ocultação de cadáver”.

Para o advogado, em liberdade, Terezinha pode voltar a “embaraçar a instrução criminal, produzindo versões fantasiosas”, tentando impedir a aplicação da lei.

Por Alberto D’angele e Thais Kaniak, RPC Londrina e G1 PR

Comentários Facebook
Leia mais:  Suspeito de matar homem com 127 facadas é preso em Paiçandu

Norte do Estado

Arapongas:Motociclista perde a vida após acidente na PR-444

Publicado

Um motociclista de 47 anos morreu após um acidente na tarde deste sábado (4) na PR-444 em Arapongas. Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Samu e da Viapar foram chamados por volta das 16h15, mas o homem não resistiu aos ferimentos.

Conforme testemunhas, a princípio, o motociclista que seria morador de Arapongas estava no Km1 quando teria desviado de um carro, porém atingiu um tambor que estava na rodovia, uma placa de sinalização, depois

caiu na canaleta, batendo a cabeça.

O local do acidente está em obras, tem uma faixa interditada, o tráfego segue em pista simples e foi instalado algumas lombadas pra controlar a velocidade.

As causas do acidente serão apuradas. O nome da vítima ainda não foi revelado.

Comentários Facebook
Leia mais:  Após acidente, PRF encontra 261kg de maconha dentro de carro batido
Continue lendo

Mais Lidas da Semana