conecte-se conosco

Região Oeste

Gasto de R$ 30 mil com guarda-chuvas causa polêmica em Palotina

Publicado

Por Cícero Bittencourt, RPC Cascavel

A Prefeitura de Palotina, no oeste do Paraná, investiu cerca de R$ 30 mil na compra de 1,2 mil guarda-chuvas. O objetivo, aponta, é reduzir os casos de câncer entre as mulheres da cidade.

A Secretaria de Saúde do município pretende usar os guarda-chuvas durante a campanha do Outubro Rosa, para atrair as mulheres aos postos, uma espécie de recompensa para quem fizer o exame preventivo de colo de útero.

Para parte da população, no entanto, o dinheiro poderia ser usado em outras medidas preventivas.

Alguns moradores apontam que este tipo de iniciativa não seria necessário, que a atitude tem que partir das próprias pessoas. Muitas mulheres compartilham da mesma opinião.

“Eu estou aqui para fazer uma consulta com a ginecologista porque estou precisando. As mulheres precisam ter essa consciência. Não precisa de brinde. A saúde vem em primeiro lugar”, destaca Daiani Vanessa Lopes.

Todos os anos, o município investe R$ 150 mil em campanhas educativas, valor que, conforme a prefeitura, não pode ser usado na compra de medicamentos, por isso aposta na entrega dos brindes.

Leia mais:  PM prende 'Branca de Neve' e 'Fada do Dente' por embriaguez ao volante no interior do Paraná

A secretária de saúde, Jaqueline Delai, lembra que já usou a estratégia antes e que agora conta, mais uma vez, com os brindes como um incentivo e um atrativo para as mulheres fazerem os exames.

“A gente já viu outros municípios na região que fez essa campanha. A gente ouviu falar muito bem disso. E a gente sabe que quando divulga alguns atrativos, alguns brindes, as pessoas vêm mais incentivadas. Não deveria ser este o motivo único, mas acaba atraindo”, defendeu.

Em 2018, Palotina não bateu a meta estabelecida pela Secretaria Estadual de Saúde que era de 2,3 mil exames preventivos contra o câncer de colo de útero.

Segundo a secretaria, também em 2018, 19 mulheres morreram vítimas de câncer na cidade, a segunda principal causa de óbitos, perdendo apenas para doenças cardiovasculares.

Comentários Facebook

Região Oeste

Prefeitura e Câmara debatem início das atividades do programa Foz Conhecendo Foz

Publicado

O Executivo e o Legislativo municipal debateram a efetivação do programa Foz Conhecendo Foz, uma ação estratégica que visa fortalecer o turismo, gerar renda e emprego para centenas de trabalhadores afetados pela pandemia da Covid-19.

A reunião foi realizada na tarde de quarta-feira, 6 de janeiro, com a presença do vice-prefeito, Delegado Francisco Sampaio e da vereadora Anice Gazzaoui, presidente da Comissão de Turismo da Câmara e idealizadora do programa.

Também participaram da reunião o Secretário de Turismo, Paulo Angeli; a diretora de gabinete, Elaine Anderli; o presidente da LIGUIA (Liga Independente dos Guias de Turismo de Foz do Iguaçu), Carlos Alberto; o presidente da COOTRAFOZ, Vitalino Capeletto; e o presidente do SINPROVET (Sindicato dos Motoristas de Vans Escolares) Eudes Maurício Guiotto.

“Definimos alguns encaminhamentos de como será a parte operacional. O Programa terá início no dia 16 de janeiro às 09h da manhã com o primeiro start. Houve o cadastramento e com essas definições o programa entrará em operação”, explicou a vereadora.

“Essa iniciativa da Câmara, acatada pelo prefeito Chico Brasileiro, vai ajudar estes profissionais que tanto sofreram com a pandemia. Nosso objetivo é auxiliar essas pessoas, gerando emprego e renda e contribuindo com a retomada do turismo”, afirmou o vice-prefeito, Francisco Sampaio.

Leia mais:  Funcionário da ANTT é flagrado com carro oficial em vaga para deficiente

Inscrições

As inscrições para os profissionais seguem abertas e podem ser feitas na sede da Prefeitura, na Praça Getúlio Vargas, nº 280, Centro, no horário das 8h30 às 14h. Até o momento 116 profissionais do transporte escolar e 167 guias de turismo estão cadastrados.

O programa tem o objetivo de proporcionar, exclusivamente aos moradores de Foz do Iguaçu, visita aos atrativos turísticos. A ideia é contemplar quase mil profissionais do turismo e do transporte escolar que farão os passeios com a população local. A ação conta com auxílio da Secretaria Municipal de Turismo, responsável pela implantação do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana