conecte-se conosco

Curitiba

Falta de água segue em Curitiba nesta segunda-feira em sete bairros

Publicado

Após falta de água domingo (15), o problema continua em Curitiba nesta segunda-feira (16), quando sete bairros serão atingidos: Alto Boqueirão, Boqueirão, Ganchinho, Hauer, Pinheirinho, Sítio Cercado e Xaxim. A normalização deve ser gradativa na madrugada de terça-feira (17).

Resultado de imagem para bairros de curitiba

O corte no abastecimento, segundo a Sanepar, é causada pela junção de dois fatores: a estiagem, que reduz o volume de água nos reservatórios, e o alto consumo nos últimos dias, com 1,7 milhão de litros por hora acima da média. Há 12 dias não chove na região de Curitiba. A boa notícia é de que há previsão de chuva para Curitiba nesta segunda.

LEIA MAIS – UFPR e UTFPR suspendem aulas para evitar contágio do coronavírus

Em nota, a Sanepar pede que a população utilize água de maneira racional, priorizando higiene e alimentação até para evitar desperdícios. O pedido de uso racional ganha ainda mais força por causa da pandemia de coronavírus.

Imóveis que possuem caixa-d’água não devem ser afetados. A Sanepar lembra que, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

Leia mais:  Acidente com ônibus que saiu de Curitiba a São Paulo deixa vários feridos

Comentários Facebook

Curitiba

Defensoria Pública do Paraná emite recomendação aos postos de combustíveis sobre reajuste abusivo

Publicado

O Núcleo de Defesa do Consumidor (NUDECON) da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) emitiu, nesta segunda-feira (14), uma Recomendação à entidade que representa os donos de postos de combustíveis do Paraná, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Derivados de Petróleo, Gás Natural, Biocombustíveis e Lojas de Conveniência do Estado do Paraná (Paranapetro).

O objetivo, segundo o Coordenador do Núcleo, Defensor Público Erick Lé Palazzi Ferreira, é coibir o abuso quando a Petrobrás anunciar reajustes. “O que se viu em vários casos na última quinta-feira foi uma prática abusiva, uma elevação injustificada dos preços”, explica o Defensor.

De acordo com ele, a Recomendação pretende barrar a prática de repassar o reajuste com produto comprado por preço velho. “Antes de ter sido repassado o aumento, os postos já estavam aplicando. O que fizeram foi pegar um produto mais barato e colocar o preço exorbitante”.

Segundo a Recomendação, os varejistas de combustíveis devem se abster de aumentar os preços antes da existência real de reajuste das distribuidoras. “Caso haja reclamações e comprovação sobre aumento excessivo de combustíveis pelos postos, o Nudecon adotará as medidas judiciais cabíveis, individuais ou coletivas, para areparação de eventuais danos”, afirma a Recomendação.

Leia mais:  Passageiro é esfaqueado em estação-tubo após discussão, em Curitiba

Na semana passada, a Petrobrás anunciou reajuste dos combustíveis. De acordo com a empresa, o aumento seria de 18,77% para a gasolina, 24,9% para o diesel e 16% para o gás de cozinha.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana