conecte-se conosco

Paraná

Epidemia de dengue já atinge 88 municípios do Paraná e casos se aproximam de 19 mil

Publicado

Sesa-PR

O Boletim Epidemiológico da Secretaria da Saúde do Paraná que monitora a dengue no Paraná registra 18.780 casos confirmados da doença. São 1.004 casos a mais que o informativo da semana anterior que apontava 17.776 confirmações.

O número de municípios em epidemia também aumentou: passou de 81 para 88 municípios nesta situação. As sete cidades que passaram a constar desta relação são: Matinhos, Serranópolis do Iguaçu, Cidade do Iguaçu, São Manoel do Paraná, Terra Rica, Nova América da Colina e Sertaneja.

Em sinal de alerta para epidemia são 56 municípios; 4 a mais que na semana anterior. Os municípios são: Atalaia, Nova Fátima, Santa Cecília do Pavão e Cambará.

A confirmação de óbitos segue registrando 21 casos no Estado.

Controle Vetorial – A Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue do Ministério da Saúde definem o controle vetorial como ação de responsabilidade coletiva. “É fundamental a participação da população no combate ao mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti. Este apoio se refere, principalmente, a eliminação dos criadouros nos quintais e até dentro das residências”, explica a coordenadora da Divisão de Vigilância Ambiental da Sesa, Ivana Belmonte.

Leia mais:  Governo do Paraná proíbe corte de luz, água e gás durante a pandemia

Pesquisa vetorial realizada entre os meses de abril e junho deste ano mostra que 329 municípios paranaenses são considerados infestados, ou seja, 82,5% apresentam disseminação e manutenção de vetor nos domicílios.

O Índice de Infestação Predial (IIP) confirma que 77,5% dos imóveis pesquisados apresentaram criadouros e focos do mosquito passíveis de remoção como recipientes plásticos, garrafas, latas, sucatas, entulhos de construção, pneus, vasos de plantas, bebedouros e recipientes para degelo de geladeiras.

O IIP também mostra que 15,77% dos criadouros estão em depósitos ao nível do solo para armazenamento doméstico.

O levantamento para calcular o Índice de Infestação Predial também detectou criadouros do mosquito transmissor da dengue em depósitos de água elevados, plantas, buracos em árvores e em rochas.

Comentários Facebook

Paraná

Paraná se aproxima dos 470 mil casos de Covid-19 e mortes já são 8.676

Publicado

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou neste domingo (10) 1.625 casos confirmados e 7 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 469.538 casos confirmados e 8.676 mortos em decorrência da doença.

Os casos deste informe referem-se à pacientes que estiveram ou estão com a doença entre 24 de outubro de 2020 e 8 de janeiro de 2021. Os casos por data de confirmação do diagnóstico, ou encerramento (fechamento) do caso no sistema estão distribuídos nos meses: janeiro de 2021 são 1.541, os demais de 2020 nos meses de outubro 1, novembro 24 e dezembro 59. O detalhamento completo está no arquivo csv.

INTERNADOS – 1.350 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.075 pacientes em leitos SUS (585 em UTI e 490 em leitos clínicos/enfermaria) e 275 em leitos da rede particular (140 em UTI e 135 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.251 pacientes internados, 458 em leitos UTI e 793 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Leia mais:  Beto Richa vira réu pela sétima vez em nova operação da Lava Jato

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 7 pacientes. São 4 mulheres e 3 homens, com idades que variam de 40 a 90 anos. Os óbitos ocorreram nos dias 8 e 9 de janeiro.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Ponta Grossa (3), Arapongas (2). A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que morava em cada um dos seguintes municípios: Ampére e Santa Mariana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 3.741 casos de residentes de fora, 73 pessoas foram a óbito.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana