conecte-se conosco

Curitiba

Empresário suspeito de ser mandante de crime em posto de combustíveis em Curitiba se contradiz em depoimentos, diz polícia

Publicado

O empresário Bruno Ramos, suspeito de ser o mandante do crime que vitimou duas pessoas em um posto de combustíveis, em Curitiba, apresentou contradições durante os interrogatórios, segundo a Polícia Civil.

O crime foi registrado no dia 11 de junho, na loja de conveniência do posto, que fica no Centro da capital, e foi motivado por uma dívida de R$ 480 mil envolvendo pedras preciosas, segundo a polícia.

O advogado Igor Kalluff, de 40 anos, e o amigo e motoboy Henrique Mendes Neto, de 38 anos, foram mortos a tiros. Além de Bruno, Ilson Bueno de Souza Júnior e André Bueno de Souza, suspeitos de terem atirado contra as vítimas, estão presos. A polícia trabalha para encontrar o terceiro suspeito, que aparece armado na cena do crime, mas não atira.

De acordo com a polícia, as contradições começaram quando, em um dos depoimentos, Bruno disse que combinou de buscar Junior [um dos atiradores preso] em um ponto de Curitiba. Ele disse ainda que, ao chegar no local, Junior teria pedido para que Bruno desse carona a outros dois homens.

Leia mais:  Trabalhadores protestam contra fechamento da fábrica de fertilizantes da Petrobras

No entanto, um print de uma troca de mensagens entre o empresário e Junior, indica que o endereço não era em Curitiba, mas, sim, em Araucária, na região metropolitana.

A mensagem mostra ainda a confirmação de Bruno ao chegar ao local uma hora e meia depois. “Tô aqui”.

Bruno Ramos, Ilson Bueno de Souza Júnior e André Bueno de Souza foramindiciados pela Polícia Civil por duplo homicídio.

Conforme a Polícia Civil, no segundo interrogatório, Bruno admitiu que mentiu por instrução do advogado que o representava inicialmente, que não está mais no caso.

A câmera de segurança da loja de conveniências não captou o som, apenas as imagens. Por isso, a polícia não consegue saber exatamente o que aconteceu momentos antes dos tiros.

Comentários Facebook

Curitiba

VÍDEO: Ônibus com 37 pessoas perde o freio na serra entre Curitiba e Joinville

Publicado

Um ônibus de viagem que fazia o trajeto Belém (PA) – Florianópolis (SC) perdeu os freios enquanto trafegava na rodovia BR-376 na madrugada da Última quarta-feira, 6. O veículo ocupado por 37 passageiros, sendo oito crianças, atingiu 118 km/h e só parou depois de entrar na área de escape do quilômetro 671,7, em Guaratuba (PR). Ninguém se feriu.

De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária do trecho, o ônibus entrou 115 metros na área de escape por volta da 1h45. O condutor relatou às equipes que não conseguiu mais utilizar os freios dois quilômetros antes da área e, como ele já conhecia o dispositivo, direcionou o ônibus para entrada.

O motorista e os passageiros foram transportados até um posto de apoio para seguirem viagem com suporte da empresa responsável.

Segundo a concessionária, essa foi a sexta vez que um ônibus usou a área de escape, inaugurada em agosto de 2011. Neste período ela foi utilizada por 257 veículos pesados, ajudando a salvar 376 vidas.

Leia mais:  Quinta-feira é dia da amamentação; domingo terá 'Hora do Mamaço' em Curitiba

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana