conecte-se conosco

Região Oeste

Dois jovens são presos e um adolescente apreendido suspeitos de incendiar ônibus, em Toledo

Publicado

Por RPC Cascavel

Dois jovens, de 20 e 21 anos, foram presos e um adolescente, de 17 anos, apreendido nesta segunda-feira (17) suspeitos de incendiar um ônibus do transporte coletivo de Toledo, no oeste do Paraná.

O ataque ao veículo do transporte público aconteceu em 20 de maio. De acordo com a Polícia Civil, o caso tem relação com a morte de um rapaz, que aconteceu em um suposto confronto com a Polícia Militar (PM).

Imagens de câmeras de segurança mostram os dois jovens comprando dois galões de combustível que, segundo a polícia, foram usados no ataque o ônibus. Assista acima.

A polícia ainda procura por um quarto suspeito. Conforme o delegado Donizete Botelho, o incêndio foi uma espécie de revanche ao caso de um jovem, de 18 anos, morto na noite anterior ao incêndio pela PM.

“Um deles, inclusive, amigo íntimo da pessoa falecida. Todos residiam nas proximidades. Isso está plenamente comprovado no inquérito policial”, afirmou. Segundo o delegado, os jovens e os adolescentes têm antecedentes criminais por delitos, como de trânsito.

Leia mais:  Mais de 1,5 tonelada de maconha é apreendida na BR-163, em Guaíra

A PM informou à época da morte do jovem na abordagem policial que ele estava em um carro, não obedeceu à ordem de parada, acabou batendo no muro de uma empresa e tentou fugir a pé armado. Os policiais, conforme a versão da PM, atiraram contra o jovem, que morreu.

A versão é contestada pela família. Um primo da vítima, que estava no carro com ele durante a perseguição, foi testemunha do crime. Ele diz ter sido agredido pelos policiais e que foi atingido por tiros de borracha. O primo, segundo ele, foi atingido pelas costas.

“Pegaram e falaram que o piá correu, que desceu com arma. Não tinha arma dentro do carro”, diz a testemunha.

O inquérito militar que investiga a conduta dos policiais envolvidos no caso está em andamento e deve ser concluído em julho. A PM informou que após a conclusão do inquérito poderá prestar mais informações.

O delegado afirmou que a morte do rapaz na abordagem policial não é investigada pela Polícia Civil.

Comentários Facebook

Região Oeste

Vice-prefeito de Capitão assume a prefeitura pelo período de 20 dias

Publicado

 

O vice-prefeito de Capitão L. Marques, Sergio Tristoni, assumiu nessa segunda-feira (17) o cargo de prefeito pelo prazo de 20 dias.

Ele assume no período em que o prefeito Maxwell Scapini estará de férias.

O ato de transmissão de cargo ocorreu na sala de reuniões da prefeitura.

O prefeito licenciado Maxwell Scapini e o prefeito em exercício Sergio Tristoni concederam entrevista à SAN FM.

Max, fala desse período em que o Sergio estará frente do executivo.

Comentários Facebook
Leia mais:  Barco cruzava Lago de Itaipu com uma tonelada de maconha
Continue lendo

Mais Lidas da Semana