conecte-se conosco

Curitiba

Campanha arrecada fundos para ajudar crianças em Curitiba

Publicado

Bem Paraná

Até o próximo sábado (6 de julho) a startup curitibana Big Hug, focada em projetos de responsabilidade social, e o Instituto Playing For Change, promovem em Curitiba uma campanha de arrecadação de fundos para melhorar o futuro de crianças da comunidade do Cajuru.

O valor das doações é livre, a partir do valor mínimo de R$ 1,00 – que podem ser feitas pelo website www.bighug.life/playing-for-change ou pelo aplicativo Big Hug (disponível para Android e IOS). Além disso, durante toda a semana, voluntários estarão no centro da cidade com os músicos e jovens que participam do projeto para falar sobre a iniciativa e trocar abraços e sorrisos por doações.

Os doadores ainda concorrem a uma viagem, com passagens e hospedagem pagas, para qualquer lugar do mundo que sedie o evento Playing for Change Day 2019. Ele acontecerá simultaneamente no dia 21 de setembro em mais de 30 países, em cidades como Nova York, Rio de Janeiro, Mumbai, Metz e Madrid.

O Playing For Change é uma organização internacional sem fins lucrativos que atualmente conta com 11 programas educacionais para crianças em regiões carentes de vários países. Seu propósito é transformar realidades e provocar uma mudança positiva no mundo por meio da educação artística e da música.

Leia mais:  Delegado conversava por telefone com a mãe antes de matar mulher e enteada, diz defesa

No Brasil, a sede da fundação está localizada no bairro Cajuru, em Curitiba. São aproximadamente 60 crianças atendidas, com idades de 7 a 14 anos, em contraturno escolar. Elas participam de aulas que visam desenvolver cidadania, disciplina, técnica e conhecimento em instrumentos diversificados, expressões corporais e voz.

A metodologia adotada pela escola está focada em atender individualmente cada criança, respeitando sua história pessoal. São cursos de musicalização, percussão, canto, teatro musical, noções de educação ambiental, dança, violão, inglês e futebol. O custo mensal para a manutenção do projeto é de aproximadamente R$ 15 mil entre administração e professores.

A startup Big Hug, que foi criada com o propósito gerar sorrisos e realizar sonhos em grande escala, abraçou a fundação Playing for Change no Brasil. Seu CEO, o empresário Felipe Rigoni, após passar alguns dias com as crianças na sede do Cajuru, afirma que “o potencial exponencial desse projeto pode proporcionar um futuro melhor para muito mais crianças em situação de vulnerabilidade social. Mas é necessária a participação efetiva de pessoas que se engajem com a causa. Com um pouco de cada, podemos fazer muito”, conclui.

A conexão da Big Hugcom a Playing for Change neste ano aconteceu com a campanha “Colors Are Just Colors”, que consistiu numa ação desenvolvida com as crianças atendidas pelo programa da instituição no Cajuru. Além da viagem para o Playing for Change Day 2019, o sorteado(a) na campanha de doação ganhará um quadro pintado com a participação de todos os alunos do projeto.

Leia mais: 

“O importante é a boa ação”, afirma Felipe Rigoni. “Nosso objetivo é sorrir e gerar sorrisos, viver e realizar sonhos. Vamos construindo ao pouco isso, na medida em que criamos a cultura do próximo, que aprendi com meu avô e é algo que faz bem”, afirma Felipe.

SERVIÇO
Campanha Big Hug e Playing For Change
O que é: uma campanha feita em parceria com a startup curitibana Big Hug e o Instituto Playing For Change com o intuito de arrecadar fundos para melhorar o futuro de crianças da comunidade do Cajuru através da educação
Como funciona: Até o próximo sábado, voluntários atuarão no Centro da cidade pedindo doações. Além disso, quem quiser ajudar também pode contribuir online, pelo website www.bighug.life/playing-for-change ou pelo aplicativo BIGHUG (disponível para Android e IOS). O valor das doações élivre, a partir do valor mínimo de R$ 1,00.
Site oficial da campanha:www.bighug.life/playing-for-change
Facebook:https://www.facebook.com/BigHug.life/
Instagram: @bighug.life @playingforchangebrasil @playingforchange

Comentários Facebook

Curitiba

VÍDEO: Ônibus com 37 pessoas perde o freio na serra entre Curitiba e Joinville

Publicado

Um ônibus de viagem que fazia o trajeto Belém (PA) – Florianópolis (SC) perdeu os freios enquanto trafegava na rodovia BR-376 na madrugada da Última quarta-feira, 6. O veículo ocupado por 37 passageiros, sendo oito crianças, atingiu 118 km/h e só parou depois de entrar na área de escape do quilômetro 671,7, em Guaratuba (PR). Ninguém se feriu.

De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária do trecho, o ônibus entrou 115 metros na área de escape por volta da 1h45. O condutor relatou às equipes que não conseguiu mais utilizar os freios dois quilômetros antes da área e, como ele já conhecia o dispositivo, direcionou o ônibus para entrada.

O motorista e os passageiros foram transportados até um posto de apoio para seguirem viagem com suporte da empresa responsável.

Segundo a concessionária, essa foi a sexta vez que um ônibus usou a área de escape, inaugurada em agosto de 2011. Neste período ela foi utilizada por 257 veículos pesados, ajudando a salvar 376 vidas.

Leia mais:  Baladas e blitze de Curitiba terão testes com drogômetro que detecta oito tipos de drogas

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana